A Nitiren Shoshu

A Nitiren Shoshu foi a primeira a saber da conclusão do trabalho de tradução do Sutra de Lótus. Dessa religião, eu era membro desde 1987, conforme narrei anteriormente. Enviei os originais por e-mail para a sua sede em São Paulo, esperando que de lá viessem palavras de incentivo ou mesmo críticas que contribuíssem para o polimento do trabalho de tradução. Nenhuma resposta. Então, muitos dias depois, suspeitando que o e-mail pudesse ter sido extraviado, reenviei o arquivo. Nada!

Então, como membro da Nitiren Shoshu, fui a uma reunião do grupo Hokkekô de Belo Horizonte. Ao chegar, entreguei um exemplar nas mãos da pessoa que liderava aquele grupo. Era uma reunião de Shodai. Após orarmos muito, por muitos objetivos do próprio grupo, ao final da reunião, me despedi e retornei feliz para casa. Uma semana depois, voltei àquele local e novamente participei das orações. Ao final da reunião, essa pessoa me devolveu o livro sem nenhum comentário. Não poderia ser mais clara a posição daquela seita com relação ao trabalho apresentado. E logo pensei que esse posicionamento não seria com relação a mim, que estava há mais de vinte anos por ali, mas com relação ao Sutra de Lótus. Como eu procurava pessoas que o recebessem com alegria, fui embora, abandonei aquela seita que eu freqüentava há vinte e um anos, nunca mais voltei. Recentemente, resolvi formalizar o meu desligamento. Então, escrevi com cópia para todos os membros:

Desligamento de Marcos Ubirajara

DE:       Marcos Camargo

PARA:  Christiane Reyder

Cco:     HOKKEKÔ BH

  • HOKKEKÔ BH
  • HOKKEKÔ BH
  • HOKKEKÔ BH
  • HOKKEKÔ BH
  • 18 mais…

“Olá Christiane! Bom dia!

Venho solicitar a minha exclusão da lista de membros do Hokkekô da Nitiren Shoshu, depois de 25 anos.

Como muitos já sabem, estou praticando o Budismo Primordial da Honmon Butsuryu Shu, onde eu e o Sutra de Lótus fomos acolhidos com muita alegria.

Desejo paz, alegria na prática, e muita prosperidade para todos os membros do Hokkekô. E, acima de tudo, um verdadeiro sentimento de compaixão ao recitar e ensinar para outros o

Namu-Myoho-Rengue-Kyo.

Tenham um ótimo dia.

Marcos Ubirajara.

Recebi duas, apenas duas respostas, as quais eu gostaria de colocar aqui:

Re: Desligamento de Marcos Ubirajara

DE:      Carina Angélica Brito Reyder

PARA:  Marcos Camargo

Boa sorte pra você!

Que você trilhe um caminho iluminado, de tranquilidade, serenidade, alegria e sabedoria.

Um abraço,

Re: Desligamento de Marcos Ubirajara

DE:      rosaria beatriz firmino miranda

PARA:  Marcos Camargo

Ola Marcos,

Acho que você enviou errado este email para mim.

Sou budista também há mais tempo que você. Comecei na Gakkai, há 31 anos atrás  e também faço parte da Hokkekko embora não frequente mais as reuniões na sede desde o dia 06 de fevereiro de 2007. Fiz Tozan em abril de 2006.

Acredito que não cheguei a conhecê-lo e fico triste por ter ido para outro budismo, porém deve ter tido seus motivos, pois ninguém abandona algo se este está te fazendo bem.

Muitas coisas na Hokkekko não aceito, porém o meu compromisso é com o Buda Original e com o juramento de seguir o budismo a qualquer custo.

Espero que seja feliz e se precisar de algo e se eu puder ajudá-lo desde já estou à disposição.

Abraços. Muita paz em sua jornada,

Rosária Miranda.

Assim, melancolicamente, deixei a Nitiren Shoshu. Uma grande pena!

Continua no próximo episódio semanal de:

A História da Tradução do Sutra da Flor de Lótus da Lei Maravilhosa

por Marcos Ubirajara de Carvalho e Camargo.

Episódios Anteriores:

O Fato Motivador da Tradução do Sutra da Flor de Lótus da Lei Maravilhosa

O Último Dia

O Avatar

Um Novo Original do Sutra de Lótus

O Lótus Azul

A correspondência com a BTTS

A Criação dos Blogs e os Primeiros Volumes do Sutra de Lótus

A Decisão por uma Autopublicação do Sutra de Lótus

About these ads

76 Comentários

  1. marco aurelio.f said,

    09/04/2012 às 21:38

    Olá Marco, lamento muito o ocorrido.

    Más pelo que sei aquela instituição sempre tratou de apagar a luz dos iluminados, política entende?

    Más quem se empenha como o senhor empenhou em prol da humanidade, sempre será amparado pelos verdadeiros reconhecedores do preceito budista

    Rissho Ankoku Ron inclui dez perguntas e respostas entre um viajante e um
    mestre. A resposta à pergunta 9 diz: “Reforme rapidamente os princípios que você
    sustenta em seu coração e abrace o verdadeiro Veículo Único.

    • muccamargo said,

      09/04/2012 às 23:30

      Olá Marco Aurelio!

      Muito obrigado pela mensagem, aliás, muito profunda. Isso me faz lembrar também que o próprio Buda, Honrado pelo Mundo, Todo-Benevolente e Todo-Compaixão; abandonou discípulos/seguidores que brigavam entre si, justamente por questões políticas. Isto está em “A Solidão do Sábio“, publicada recentemente aqui no Cristal Perfeito. Apenas relatei quando e como as coisas aconteceram no passado, por força do décimo aspecto da “Consistência do Princípio ao Fim”. Esse aspecto da “Consistência do Princípio ao Fim” também diz que o que vemos no presente, não será no futuro, e nunca foi diferente no passado.

      Muito obrigado!

      Marcos Ubirajara.

  2. junior said,

    09/07/2012 às 11:44

    Por isso optei pela Soka Gakkai e pela liberdade de expressão que ela defende. Eis a razão de sua libertação de um clero tirana e dogmático!

    • Allan Raffik said,

      18/12/2013 às 17:04

      Tambem Junior

      • renato ono said,

        18/12/2013 às 17:30

        Allan, não pense assim, tb sou da sokka e nem porisso generalizo os seguidores da Nitiren Shoushu. Conheci um reverendo da NS com profunda sabedoria e benevolência, jamais poderia considerá-lo um tirano. Como nós seu empenho é declarar o Budismo Nitiren revelando seus ensinamentos. Todos nós Gakkai ou não possuimos os dez estados da vida. Não considere o clero como Tiranos pois não são. Pessoas boas e más temos dos dois lados. Façamos Daimoku pela união dos mesmos ensinamentos . O próprio Pres. Ikeda baseia-se todos os ensinamentos nos goshos de Nitiren. Sejamos benevolentes, sejamos ABUTSU-BO (torre do tesouro), e oremos o Daimoku pelo HENDOKU-YAKU que é transformarmos o veneno em remédio;
        Até 1991 praticávamos todos unidos apesar das diferenças. “Itai doshin” – corpos diferentes com a mesma cabeça de buda. Todos nós temos este estado, ninguém é melhor ou pior que alguem e parece que de repente a gente se esqueçe deste ensinamento tão básico.
        O tempo de separação comparado a um kalpa, é o mesmo que nada. Ainda voltaremos a nos unir.
        renato

  3. Alan said,

    18/07/2012 às 18:05

    Precisamos conhecer melhor os nossos líderes, de onde vieram, suas conquistas, a quanto tempo são budistas, e se principalmente possuem algum vínculo com outras organizações religiosas. Podemos perguntar sobre o histórico da fámilia: se são budistas ou de outras religiões para podermos ter um ponto de partida. Não sei nas outras linhas Nitiren, mas na Gakkai parece estar havendo uma infiltração de pessoas destinadas a corromper. Estão passando a imagem de pastores fanáticos de igrejas evangélicas. coisas que nunca tinha visto. Pessoas da massonaria inclusive.

    O problema é que existe um rei no mundo. esse deus alienigena é tido como um ser criador, mas sua verdadeira face é conhecida como satan, o carcereiro… Essa é a sua real essencia.
    Desde a antiguidade eles vem destruindo e sabotando as pistas religiosas do nosso remoto passado. Passado aquele vivido pelos atlantes, pelos egipcios e etc… Nós não somos a primeira leva de humanos a habitar o planeta. antes de nosso governo, existiram outros, coisas que a arqueologia sabe mas não aparece na mídia. Existem muitas coisas que não sabemos sobre as nossas civilizações do passado.

    Enquanto a maioria das religiões agem de forma a prender o espírito na matéria, o budismo é uma das únicas religiões que pregam o contrário. E além disso é uma das poucas que possuem sua doutrina praticamente intácta pela politica ou corrupção.

    Lembrando o quanto Nitiren Daishonin lutou para propagar a real essencia do budismo e o sutra de Lótus, precisamos nos atentar para qualquer coisa que modifique a tradição do NMRK. Nos tempos dos ultimos dias da lei, ou seja a era de Kali Yuga, a era do ferro, a era do sofrimento e da inversão de valores, estamos sempre sendo abocanhados pelos pés. Abocanhados pelo Demiurgo ou Arquiteto ou Mara ou Devadatta ou simplesmente o Rei Demonio do Sexto Céu. Nas próprias escrituras de Nitiren ele afirma:
    Este mundo é a morada do Rei Demônio do Sexto Céu. Todas as pessoas têm sido governadas pelo Rei Demônio desde o tempo sem início. Ele não somente construiu a prisão dos vinte e cinco domínios da existência nos seis caminhos e confinou a humanidade nesse espaço(o Mundo), mas também transformou esposas e filhos em algemas, e pais e soberanos em redes que escondem os céus. A fim de enganar a mente da verdade da natureza de Buda, ele induz as pessoas a beber o vinho da ganância, da ira e da estupidez e as alimenta apenas com os pratos do mal que as fazem ficar prostradas no chão dos três maus caminhos.14 Quando encontra as pessoas que mudaram seus corações para o bem, ele age para detê-las (WND, v. 1, p. 495-496).

    Isso é uma alusão a essencia do verdadeiro budismo, a mensagem que o senhor Buddha deixou para nós… Que na verdade não existe um ser maligno externo ao criador, mas sim que o criador é o proprio ser maligno. E precisamos nos libertar do ciclo de reencarnações que é eterno. esse é o verdadeiro sofrimento e isso é inerente a todos nós. A benevolencia do Buda é tamanha que ele abre mão de sua iluminação, a saida do samsara, para nos ajudar a fazer o mesmo. Isso é a missão do boddhisattiva
    Concluindo, devemos nos atentar até mesmo àqueles que não fazem o gongyo e daimoko de forma correta, agindo na desarmonia sonora e deixando de sintonizar com a energia do universo. Nossa recitação deve ser unisonora e de forma a capacitar todas as pessoas recitarem de forma cadente e organizada. Isso é dito até mesmo pelo sensei.

    E-mail enviado a um companheiro de comunidade em Niterói em 18/07/12.

    Aproveitando a oportunidade gostaria de parabenizar o criador deste site que me tem ajudado no caminho budista.

    • muccamargo said,

      18/07/2012 às 18:45

      Olá ,Alan,

      Li atentamente as suas bem fundamentadas palavras. Demonstram que a sua mente está desperta para as ações ilusionistas daqueles que buscam o poder neste reinado de Mara. É uma contribuição importante, haja visto o grande número de pessoas no Brasil que entraram no Budismo de cabeça-para-baixo. Você, pelo contrário, demonstra estar de pé, e eu sei o quanto custa manter a cabeça para fora e respirar neste mar do sofrimento.

      Um grande abraço! Muito obrigado pela contribuição.

      Marcos Ubirajara.

  4. Alan said,

    26/07/2012 às 16:04

    Olá Marcos,

    Que bom que me entendeu, geralmente não sou compreendido pelas pessoas… Ou aquela é extremista ou ainda não pode acompanhar meus pensamentos.
    Ficaria muito contente se você pudesse compartilhar de seu conhecimentos comigo.
    Algumas vezes custo a aceitar ou entender as coisas que refletem no meu ser e quem sabe até possas ajudar-me a diluir idéias fixas do subconsciente.

    Nesses meus anos de estudos destutelado, descobri muitas coisas e logo a saída da “caverna” e, como era de se esperar, o retorno. Coisa que não foi nada agradável (rs), conforme você disse.

    Hoje, já melhor resolvido mentalmente, até me arrisco falar de assuntos que antes não me atreveria pensar ou verbalizar.

    Por favor me envie um e-mail: alanvrj@oi.com.br

    • muccamargo said,

      27/07/2012 às 18:11

      Você perguntou: “… gostaria de saber por que existem essas tradições em recitar ‘’Nam-Myoho-Renge-Kyo e Namu-Myoho-Rengue-Kyo e até mesmo Namu-Myuohou-Rengue-Kyou’’ O que eu sei é que se escreve Namu e se lê Nam.”

      Vamos lá!

      Myoho-Rengue-Kyo é o título do Sutra de Lótus em Chinês, atribuído pelo seu tradutor Kumarajiva. Não é uma invenção ou descoberta de Nitiren Daishonin como muitos pensam. Isso vem da tradução de Sadharma (ou Satsuri Daruma) Pundarika Sotaram em Sânscrito. Então:

      Myo = Mística = Maravilhosa = Satsuri = Sad

      Ho = Lei = Dharma

      Myo-Ho = Lei Mística = Lei Maravilhosa = Dharma Maravilhoso

      Rengue = Lótus Branco = Flor de Lótus = Pundarika

      Kyo = Ensinamento = Sutra = Sotaram

      Namu ou Namo é uma saudação honorífica, saudação honrosa e de elevado respeito, digamos assim. No Sutra de Lótus se lê: Namu Shakyamuni Butsu. No Sutra do Nirvana se lê: Namo Buddhaya. Outra saudação muito conhecida é Namastê! Nam é uma forma contrata de Namu. As outras diferenças de grafias são meramente formas de romanização e não afetam o significado que é o mais importante.

      A leitura e recitação dos sutras é uma prática ensinada pelo Buda. No Sutra de Lótus se lê:

      Se um bom homem ou uma boa mulher recebe e ostenta, lê, recita, expõe e ensina, ou copia mesmo que uma única sentença do Sutra da Flor de Lótus da Lei Maravilhosa, ou faz vários oferecimentos ao texto do sutra como flores, incenso, contas, incenso em pó, incenso em pasta, incenso para queimar, pálios de seda, estandartes, vestimentas, música, ou reverentemente junta as palmas das mãos, aquela pessoa será vista com respeito por todos no mundo e receberá oferecimentos como se fossem para o Tathagata. Saiba que esta pessoa é um Grande Bodhisattva, alguém que alcançou o Anuttara-Samyak-Sambodhi. Apenas por piedade aos seres viventes, essa pessoa fez votos de nascer aqui e expor o Sutra da Flor de Lótus da Lei Maravilhosa amplamente e em detalhes. – Capítulo 10 – Os Mestres da Lei”

      Portanto, a recitação do Namu-Myoho-Rengue-Kyo está em plena concordância com os ensinamentos diretos do Buda, e veio a se tornar uma prática sistematizada através de Nitiren Daibossatsu (Grande Bodhisattva), a quem devemos também a inscrição do Gohonzon, cuja profundeza é insondável para nós.

      Abraço!

      Marcos Ubirajara.

      • Alan said,

        31/07/2012 às 14:25

        Muito Obrigado Marcos…
        Acredito ter tido a boa sorte de receber um conselheiro e vc, a sentir-se satisfeito pela presença do Buda. Muita saúde para você.

        A sutileza que vc desenrola a explicação é quase que a par de influencias pessoais. Acredito que tenha respondido minhas perguntas com as próprias palavras do Buda.

        Mas ainda não consigo entender perfeitamente.
        Gostaria de saber, ou confirmar o real sentido da devoção budista. Essa devoção deve ser direcionada ao Diamante(a origem, o não criado) ou a um salvador em específico?

        As pistas do Sutra de Lótus exigem um conhecimento profundo do mesmo, coisa que sou iniciante e vc não. Assuntos que parecem ser uma coisa, mas que na verdade precisam ser ”traduzidos”…
        A única coisa que sei é que parece existir pistas para um ensinamento não explícito.

        Abraços

      • muccamargo said,

        31/07/2012 às 19:14

        Bom dia, Alan

        Não tenha dúvidas de que a devoção deve ser direcionada ao não criado. Podemos aqui recorrer às várias certificações encontradas nos sutras como, por exemplo:

        1. Capítulo 16 – Sobre a Duração da Vida do Tathagata do Sutra de Lótus,
        2. O Sutra do Nirvana, praticamente em sua íntegra, e
        3. O Sutra Diamante cuja essência é a revelação da Prajna da Marca Real.

        Mas, você não os compreenderá se não estudá-los. E se estudá-los e não realizar a prática, não poderá experimentar aquela sabedoria.

        O Dharma é eterno, Alan.

        Não costumo levar nada para o lado pessoal. Portanto, procure contribuir com as outras pessoas comentando lá no Cristal Perfeito.

        Abraço.

        Marcos Ubirajara.

  5. Alan said,

    31/07/2012 às 18:05

    Gostaria de saber como faço para comprar a segunda edição do Sutra de Lótus de sua autoria. Não consegui um link ativo. Pode me passar as informações necessárias para a compra?

    Grande abraço,

    • muccamargo said,

      31/07/2012 às 19:23

      Alan,

      A segunda edição está esgotada, pois, a editora Editorama, que produzia os exemplares sob demanda, não atende mais às solicitações, sumiu da praça sem prévio aviso, e sem a menor consideração para com os autores que participaram do seu projeto.

      Estou no aguardo de uma oportunidade para lançar a terceira edição. Porém, isto pode demorar.

      Obrigado pelo interesse. Para mim, um incentivo.

      Marcos Ubirajara.

  6. renato hiroshi ono said,

    05/08/2012 às 1:14

    estou procurando respostas que a gakkai não está me dando
    teria alguem em Campinas para eu conversar?

    • Alan said,

      06/08/2012 às 11:14

      Bom dia Renato

      Eu moro no Rio, mas terei o prazer em responder suas perguntas e se for o caso entrar em contato com alguém da comunidade de Campinas para que vc possa ir nas reuniões se for sua vontade.

      • muccamargo said,

        06/08/2012 às 21:55

        Parabéns Alan!

        Este é um espaço para encontros que proporcionem o fortalecimento dos laços de fé com o Dharma Maravilhoso, sem sectarismos inúteis. Você deu um passo à frente. Espero que o Renato e muitos outros venham a se exercitar nesse caminho que é longo, cheio de encruzilhadas, mas que deve ser trilhado pelos que buscam a Verdade Búdica.

        Obrigado pela contribuição.

        Marcos Ubirajara.

      • renato hiroshi ono said,

        09/08/2012 às 17:07

        Olá poderia me passar algum contato de Campinas?

        Renato

    • 16/01/2013 às 10:29

      Olá Renato,
      Em Campinas pode visitar o templo Rentokuji da Honmon Butsuryu-Shu ( R. Martin Luther King Jr, 360
      Jd.Eulina – Campinas – SP) lá você poderá conversar com um dos monges. Procure pelo Sacerdote Shintoku Macedo.
      Espero ter ajudado.
      Grande abraço.

      • 16/01/2013 às 10:34

        Ops! Corrigindo: é Sacerdote Cardoso em Campinas, desculpe pelo erro. Grande abraço.

  7. Alan said,

    13/08/2012 às 12:02

    Olá Renato,

    Eu entrei em contato com o centro cultural da SGI aqui no Rio de Janeiro na sexta feira e a pessoa me passou um telefone que inclusive é o mesmo disponível na extranet. Tentei ligar para São Paulo e até falei com algumas pessoas de lá, mas não conseguiram me passar um contato para que você pudesse conversar. O link do site é esse: http://www.bsgi.org.br/quemsomos/centro_culturais_e_sedes_regionais/

    Em relação as suas dúvidas, por que não posta elas para nós? Sua dúvida pode ser a mesma de outras pessoas.

    Abraço,
    Alan

  8. José Reinaldo said,

    19/08/2012 às 14:41

    Honorável Marcos,

    Em primeiro lugar, permita-me reverenciá-lo por sua obra majestosa em prol do Dharma Maravilhoso, cuja Essência foi magistralmente traduzida. Como se não bastasse o feito extremamente meritório da tradução em si, ainda nos brindou com comentários mutíssimo elucidadores e inspiradores para quem busca a Via Única! Por tudo isto, sou-lhe extremamente grato e busco ser um humilde divulgador de seu trabalho em meu dia-a-dia, indicando o Sutra para as pessoas que se propõe à Busca! Oro diariamente em meu Gongyo por você e sua linda família e terei (creio que posso conjugar na 3a. do plural) uma dívida eterna de gratidão pela iniciação ao Dharma que você nos proporcionou! Gashô.
    Na divulgação do Sutra, muitas pessoas (principalmente as mais idosas) que não possuem tanta intimidade com computação, sentem dificuldades em ler na tela do micro suas páginas. Quando tentam imprimí-las terminam quase invariavelmente por obter letras minúsculas que atrapalham ainda mais a leitura. Por isso, e entendendo plenamente suas justificativas pela não publicação em papel do Dharma, tomei a liberdade de re-organizar o arquivo pdf, colocando cada página separadamente, sem alterar em absolutamente nada o conteúdo (mesmo porque jamais o ousaria!). Terminei a tarefa hoje e gostaria de apresentá-la a você, no intuito de obter sua permissão de enviá-la aos amigos e interessados, ou ainda – o que seria mais honroso – aproveitá-la para divulgação em seu blog, como alternativa de impressão, talvez…É uma tentativa (talvez até redundante) de humilde retribuição pelo muito que obtive na leitura do Sutra Sagrado e do muito que ganhei em compreensão através de seu blog.
    Termino me confraternizando, também, com o Alan, dizendo que também gostaria de compartilhar algumas dúvidas na esperança de receber orientações mais esclarecidas dos amigos mais adiantados no caminho.
    Desculpe o longo texto. Muito , muito obrigado, Marcos, por todos os seus inspiradores e lúcidos livros. Quero ter a honra de receber um pouco de sua sabedoria e orientações para o Caminho.
    Nam-MyoHo-Rengue-Kyo

    • muccamargo said,

      19/08/2012 às 16:48

      Prezado José Reinaldo,

      Em sua pessoa vejo o objetivo plenamente realizado, pois no Sutra de Lótus o Honrado pelo Mundo diz:

      “Universalmente Meritório, se uma pessoa puder receber, manter, ler, recitar, guardar adequadamente, praticar e copiar o Sutra da Flor de Lótus da Lei Maravilhosa, saiba que esta pessoa viu o Buda Shakyamuni. É como se ela tivesse ouvido este Sutra da boca do Buda. Saiba que esta pessoa fez oferecimentos ao Buda Shakyamuni. Saiba que o Buda elogiou esta pessoa, dizendo: ‘Excelente!’ Saiba que a cabeça desta pessoa foi afagada pelas mãos do Buda Shakyamuni e que ela foi coberta pelo manto do Buda Shakyamuni.”

      Gostaria muito de ver o resultado do seu trabalho. Utilize esse e-mail para anexar o arquivo .pdf que você criou para que eu possa apreciar o trabalho.

      Aguardo ansiosamente para promover a divulgação de tão auspiciosa iniciativa.

      Respeitosamente,

      Gasshô!

      Marcos Ubirajara.

  9. 19/08/2012 às 18:05

    Templo Rentokuji – Campinas

    Telefone: (19) 3242-2202
    E-mail: rentokuji@budismo.com.br

    R. Martin Luther King Jr, 360
    Jd.Eulina – Campinas – SP
    CEP.: 13063-580

    http://www.budismo.com.br/rentokuji.php

  10. 19/08/2012 às 18:14

    “Honmon Happon shoken Jyougyou shoden Honnin gueshu no, Namumyouhourenguekyou…”

    “Oramos o Namumyouhourenguekyou, causa, essência e semente da iluminação, contidas nos oito primeiros capítulos do Caminho Primordial do Sutra Lótus, transmitida pelo Jyougyou Bossatsu.”

    “Rogamos pela expansão da Honmon Butsuryu-Shu através do êxito da orientação compassiva.”

    • Renato Hiroshi Ono said,

      19/08/2012 às 19:37

      Ol, vc pertence a Niteiren shoushu ou a Gakkai??? Renato

      Date: Sun, 19 Aug 2012 21:14:35 +0000 To: renatohono@hotmail.com

      • 21/08/2012 às 8:08

        Olá Hiroshi-san, não pertenço a nenhuma das duas. Sou monge do Budismo Primordial (Honmon Butsuryu-Shu). Moro na Catedral Budista Nikkyoji em São Paulo.

        Aconselho você a ir no templo Rentokuji em Campinas e conversar com o Monge Cardoso.

        Caso queira referências nossas, pode pedir ao próprio Sr. Marcos autor desse blog, que ele nos conhece pessoalmente, e sempre frequenta as cerimônias que realizo em Belo Horizonte bimestralmente.

        Gasshou.

        Gyouen Campos.

  11. Alan said,

    21/08/2012 às 13:16

    Peço licença ao Marcos Ubirajara para expor com minha enorme gratidão e humildade o que sei sobre a real história das linhagem do budismo de Nitiren Daishonin.

    Prezado Renato,

    Para você entender a história do budismo Nitiren, você precisa entender a linha de sucessão até os dias de hoje.
    Nitiren Daishonin tinha 6 grandes seguidores que supostamente foram designados para realizar disseminação dos seus ensinos. Porém, antes de falecer, Nitiren Daishonin nomeou Nikko Shonin como seu substituto. Com isso os outros monges líderes viraram as costas para Nikko Shonin, não aceitando a nomeação expressa de Nitiren Daishonin. Então esses outros monges começaram a difundir o ensinamento por sua própria conta. A Honmon Butsuryu-Shu (HBS) inclusive é herdeira de um desses monges.

    Seguindo a linha de raciocínio, a Nitiren Shoshu Herdou os ensinamentos de Nikko Shonin até a época da segunda Guerra Mundial. Nesse período o governo impôs a todas as seitas que adotassem o talismã xintoísta para proteção do Japão. Sendo assim, até monges militantes foram aceitos na Nitiren Shoshu para que houvesse as ordens de cabresto. Logo a mesma adotou o talismã xintoísta em seus peitos alegando que eles não tinham o mesmo espírito e vigor do Buda Nitiren Daishonin.

    Nessa mesma época a Soka Gakkai já existia como coadjuvante da Nitiren Shoshu e com muitos membros. A Nitiren Shoshu, antes da Soka Gakkai, não possui mais que 10 mil seguidores em todo planeta, enquanto que a Sokka Gakai em poucos anos conseguiu fazer 100 vezes mais pelo Kossen Rufu que toda a Nitiren Shoshu em toda sua existência.

    Naquela ocasião da ditadura religiosa no Japão, os presidentes Makiguti e Jossei Toda e seu discípulo Daisaco Ikeda, se ofenderam enormemente com a imposição do governo a aceitar o talismã xintoísta como objeto de adoração. E com isso logo foram presos e torturados… Makiguti faleceu na prisão a aceitar a imposição do talismã xintoísta e enquanto isso os monges da Nitiren Shoshu tomavam banho nas águas termais de hotéis luxuosos.

    Se a Soka Gakkai não herdou o Espírito de Nitiren Daishonin, então quem herdou?
    Se você conhece a história de Nitiren Daishonin, saberá que ele devotou a vida para proteger o verdadeiro ensinamento do Sutra de Lótus. Nós da Gakkai, podemos não ser expert no misticismo budista como Nitiren Daishonin, mas seguimos os seus ensinamentos e recomendações deixadas como estratégia de vida para a paz da nação.

    Nós somos monges de ternos em meio a lamacenta vida diária. E é nessa lama que a Flor de Lótus nasce mais bela.

    André, concluo que o mais importante é aceitar os ensinamentos do Buda. Problemas organizacionais todas as linhas têm, cabe a você entender e decidir a qual caminho galgar.

    Sucesso na sua jornada,
    Alan

  12. Sandra Satie Kubo Chagas said,

    15/11/2012 às 16:57

    Parabéns Alan, pela maneira que expôs a história da Gakkai.
    Concordo qdo vc diz sobre os problemas organizacionais, pois somos
    seres humanos passíveis de erros como Nitiren Daishoni disse:
    “Confie na Lei não nas pessoas”.

  13. 16/01/2013 às 10:46

    Arigatougozaimassu,
    Olá Srº Cmargo,

    Estou escrevendo mais uma vez para agradecer por esse excelente trabalho de tradução do Sutra Lotus para a língua portuguesa.
    Estou lendo e maravilhado com seu esforço.
    Grande abraço

    Heitor

    Arigatougozaimashita.

  14. muccamargo said,

    16/01/2013 às 20:19

    Não há de quê, Heitor. Mas, como é bom sentir de novo a imensa gratidão que sinto por encontrar essa oportunidade, fazer esse trabalho, e vê-lo em mãos de pessoas como você. Minha homenagem aos Budas do Universo!.

    Arigatougozaimashita!

    Marcos Ubirajara

  15. nelson muniz góssnNelson.Muniz.góss@ said,

    09/05/2013 às 15:19

    Estão fazendo do budismo uma ditadura,e só Politica ,tôdas as Religiões ,falam as mesmas ladainhas ,Buda,Deus, JesusCristo ,Anjos da guarda ,tudo isso esta nas pessoas ,o importante é a fé de cada pessoa ,descubra a essencia Divina dentro de cada um ,e despertai,o Buda interior que cada ser humano tem dentro de si .Vocês ou nós ,Somos o que nós pensamos aqui e agora ,Assim como vocé pensa ,Assim sera contigo no seu Coração.

  16. Diana said,

    16/06/2013 às 11:26

    Olá Marcos,
    Preciso de uma orientação. Conheci o Budismo Gakkai 12 anos e enfrento dúvidas e não tenho com quem conversar.
    Vc poderia me passar seu e-mail pra que eu pudesse expor minha situação?

    Grata
    Diana

    • muccamargo said,

      17/06/2013 às 18:46

      Boa Noite Diana,

      O Blog Cristal Perfeito foi criado a partir de uma visão não sectária. Não é fácil, mas esforço-me para não levar nada para o lado pessoal. Outrossim, as respostas para suas dúvidas, acredito, estão postadas aqui, seja nos sutras do Grande Veículo, seja nas explanações de Grandes Mestres do Dharma. Recentemente publiquei um post chamado “Todos os Ensinamentos Retornam ao Budismo“. Leia-o com atenção e reforce sua fé dia a dia. Fazendo assim, o seu Mestre Orientador aparecerá. Isto aconteceu comigo quando estava confuso também.

      Siga na paz do Dharma Maravilhoso!

      Marcos Ubirajara.

      • Diana said,

        28/06/2013 às 11:47

        Marcos, estou muito feliz ao ler seu blog… a tradução do Sutra de Lótus é um mundo novo pra mim…eu tenho os livros de Nitiren mas sempre tive curiosidade no Sutra ! Muito iluminado vc é ! Gostaria de saber sobre seu desligamento da Shoshu (se vc devolveu seu Gohonzon),(se vc hoje participa de outro budismo), e se vc ainda pratica o Nam-myoho-rengue-kyo e liturgias (Gongyo) e se o faz, é para o Gohonzon.

        Desculpe as perguntas… o que me disser não vai influenciar minhas escolhas mas vai me ajudar muito !

        Agradeço e desejo muita felicidade em sua jornada !

        Diana

      • muccamargo said,

        28/06/2013 às 12:41

        Olá Diana,

        Não devolvi o Gohonzon e hoje participo da HBS – Budismo Primordial, que é uma das escolas que se formaram baseadas nos ensinamentos de Nitiren Daishonin. Nesta escola a prática essencial também é a recitação de Namu-Myoho-Rengue-Kyo, mas a liturgia é um pouco diferente, lembra mais o forte elo deixado pelo Buda Shakyamuni, o Buda Histórico. Sinto-me muito bem lá.

        Espero que você desfrute o máximo da leitura e recitação do Sutra de Lótus, que é uma prática ensinada pelo próprio Buda, e seja muito feliz.

        Marcos Ubirajara.

      • Diana said,

        28/06/2013 às 20:34

        Marcos, obrigada pela sua atenção.
        Estou vendo vídeos da HBS no youtube. Gostaria de saber se quando vc se converteu a HBS, recebeu outro Gohonzon para seu oratório, ou vc utiliza o mesmo da shoshu. Gostaria de saber qual a liturgia que seria diária, além do Daimoku. No site http://www.buddhismprimordial.com/revista2/viewPagina.php?id=59&view=paginas&pageid=111
        tem várias orações… qual delas seria a que se pratia em casa diariamente, que na BSGI seria o Gongyo ?
        E também tem um site http://www.buddhismprimordial.com/revista/view.php?id=183&view=noticias
        onde há revistas para download… existe assinatura de impressos ?

        Grata
        Diana

      • Diana said,

        28/06/2013 às 20:39

        Ah, perdão… mais uma coisa … na BSGI nosso mestre é Daisaku Ikeda, na HBS quem seria ?

        Grata
        Diana

      • muccamargo said,

        01/07/2013 às 19:02

        Olá Diana,

        O Gohouzen, assim é chamado na HBS, é diferente daquele da Nitiren Shoshu. Agora, você coloca muitas questões que, acredito, seriam melhor respondidas por um Sacerdote. Sugiro os contatos abaixo:

        Sacerdote Gyoen Campos
        Budismo Primordial HBS
        Tel.: +55 (11) 5572-7273
        Email: campos@budismo.com.br
        http://www.budismo.com.br

        Entre em contato com ele e você receberá respostas pata todas essas questões.

        Abraço,

        Marcos Ubirajara.

  17. Soraia said,

    18/06/2013 às 12:24

    Não faço mais parte da Soka Gakkai por não concordar com a idolatria ao mestre, a pressão pelo Chakubuku e outras mais.
    No entanto continuo tendo fé no Budismo. Devo recitar Nam myoho rengue kyo ao Gohonzon (que me foi vendido pela Sokka Gakkai), ou seria melhor ter uma imagem do Buda no oratório, ou nenhuma imagem ? Quem desligou-se das instituições, como têm feito ?

    Grata
    Soraia

  18. jefferson said,

    25/06/2013 às 13:39

    Soraia, infelizmente vc não está entendendo a relação de mestre e discípulo na soka gakkai. Pondere sobre isso. Quanto ao Chakubuku, essa é a prática do Sutra de Lótus. Por favor lei o escrito: ” A prática dos ensinos do Buda” Fazer Chakubuku é tb ter compaixão a todos os seres, ensinado-os a despertar a sua própria natureza de Buda. Obviamente sem pressão, mas precisamos abrir o coração para isso. É uma alegria indescritível para quem o faz. Olha quanta a venda do Gohonzon, é importante vc entender que tudo neste mundo gera um custo, a agua que vc bebe embora tenhamos em abundância em nosso planeta, nós pagamos por ela, assim também pelos alimentos que consumimos. A imagem do Buda que tu pretendes ter também foi feita gerando algum custo a alguém, mesmo que vc ganhe ela gratuitamente. Se vc quiser se desligar da Soka Gakkai é só pedir pra sair. Se quiser devolver o Gohonzon, devolva-o, mas não acometa nenhum dano ao pergaminho. Saia da organização dignamente e siga seu caminho.

    • renato ono said,

      25/06/2013 às 18:27

      O Budismo Nitiren é para toda a humanidade. Quem somos nós pra dizer quem está correto ou incorreto? Podemos afirmar que só os membros da Nitiren Shoshu serão felizes? Cada palavra do Hokkeko contra os membros da Gakkai ou qualquer Budismo da linha sutra de lotus, é o próprio Hokkeko que estará fazendo causas negativas a si mesmo. VAMOS VIVER EM HARMONIA, EM TORNO DO MESMO IDEAL E COM RESPEITO. RENATO ONO DA SOKKA GAKKAI.

    • Vera Lúcia de Sousa said,

      17/12/2013 às 21:28

      Boa Noite Jefferson, Boa noite Marcos!
      Primeiramente Marcos permita_me entrar em seu Blog.
      Jefferson, Parabéns por sua atitude aqui. tb sou Gakkay há 26 anos sou Resp. de Comunidade,e sinto muito orgulho de ser da Nitiren Daishonin. Tenho profundo respeito pelas outras linha de Budismo.Não irei citar nomes, mas fiquei orgulhosa de vc ao responder qto a compra de Gonhonzon. Vc realmente se expressou muito bem, alias esclareceu as questões citadas aqui.Não importa o Budismo Y, ou X ou B,a nossa primeira atitude é ter FÉ, PRATICA E ESTUDO..acredito que teria que o estudo teria que vir até em primeiro lugar,só assim as pessoas parariam de cometer tantas causas negativas como fazem, outro ponto que pra mim é FUNDAMENTAL, onde fica a Gratidão???, sempre esquecemos da maneira que fomos acolhidas/os.E por falta de ENTENDIMENTO, , falam coisas sem sentidos, fico triste com isso.
      Bom era só isso, e vamos que vamos..
      NMHK
      Abraços a vc Jefferson, e a vc Marcos!
      Marcos muito obg pela a oportunidade de estar aqui no seu Blog.
      Vera Lúcia

      • renato ono said,

        18/12/2013 às 8:34

        Nossa prática é para nossa felicidade e a dos outros. Nitiren Daishonin
        pregou em sua existência ao meio do povo para a felicidade de seu povo e de sua nação, ao contrário daqueles que à época com o apoio do governo construíam grandes templos enquanto o povo passava fome “Risho ankoku ron”.
        O Budismo Nitiren prega a lei de causa e efeito, e um dos princípios deste Budismo é transfomar o veneno em remédio. Porisso, atuo no Budismo Nitiren pela Sokka e o meu maior objetivo é transformar na pratica da fé o veneno em remédio, unindo novamente todos os praticantes do Budismo Nitiren. Falo da Sokka e da Nitiren Shoushu. Todos nos praticantes temos como meta a pratica para si e a felicidade dos outros. Gostaria de ir ao Japão (meu sonho e minha determinação) de que gostaria visitar o Dai Gohonzon e infelizmente os praticantes da Nitiren Shoushu (Hokkekko) disseram-me que é impossivel, enquanto eu fosse da Sokka, pois não sou da N>Shoushu.
        Pergunto a eles, o Dai Gohonzon não foi feito pra toda Humanidade??
        Onde está a benevolência e a compaixão ensinado por Nitiren Daishonim?
        Um forte abraço a todos e como nos ensinou o mestre: mesmo que o ceús me abandone, eu jamais desistirei da pratica da fé.

        Renato Ono

      • Luiz Reginaldo Silva said,

        24/12/2013 às 21:52

        Boa noite a todos, primeiro gostaria de me desculpar por interferir no dialogo de vocês, mas fiquei muito interessado no tema, mesmo porque conheci o budismo em 1982 e recebi gohonzon em 1985, antes da problemática entre o clero da nitiren shoshu e a soka gakkay, e para falar a verdade sempre fiquei com um pé atrás e nunca quis entrar no mérito da discussão, contudo, lembro de uma frase do gosho que diz “Que não deve haver discriminação entre os praticantes do budismo, sendo eles bonzos ou leigos”, não vejo sentido em budistas trocarem ofensas entre si, o que mais me parece que isso é briga de poder é quem sofre como isso são os membros de ambas as partes. Essa é minha humilde opinião, também gostaria de perguntar se vocês sabem se existem reuniões de membros da nitiren shoshu em Belém do Pará, agradeço desde já.

  19. jefferson said,

    03/07/2013 às 9:37

    Correto Renato,

    Sou membro da Soka Gakkai e ainda jamais me atreveria a dizer que organização x ou y seja errada, porque o erro não está no dharma e sim nas pessoas que com visões deturpadas o praticam. Quando não temos a humildade de aceitar que conhecemos ainda muuito pouco dos valiosos ensinos budistas e passamos arrogantement achar que tudo sabemos caímos no abismo da escuridão fundamental.

  20. eliane said,

    27/09/2013 às 20:55

    Escolher o local em que voce ira fazer parte faz uma diferença muito grande em termos de benefícios…

    • eliane said,

      27/09/2013 às 21:05

      …as pessoas se apegam muito à detalhes insignificantes em relação à Nitiren Shoshu, criticando desnecessariamente deixando de ver o essencial. Sinto um enorme carinho pelos Reverendos e muita gratidão por estar lá. Prefiro estar em um lugar onde há um correto direcionamento.

      • Luiz Reginaldo Silva said,

        24/12/2013 às 21:40

        vc pode me informar se existe local de reunião em Belém do Pará?

  21. Celia Alves said,

    20/10/2013 às 19:34

    Boa tarde!
    Fui da Nitiren Shoshu por 5 anos, abandonando aos 23 anos, por pressão familiar. Assim que comuniquei minha saída a um dos membros, ele me disse que minha vida estaria marcada para a desgraça, tragedias e infelicidade. Isso é verdade?

    • muccamargo said,

      20/10/2013 às 20:37

      Boa noite, Celia!

      Não é verdade! A desgraça vem da boca de uma pessoa. Nunca virá para quem se devotou ao Sutra de Lótus por um instante, ou que tenha recitado NAMU-MYOHO-RENGUE-KYO uma única vez. Tornar-se-á verdade apenas se a calúnia surgir na sua mente e for proferida pela sua boca. Cuide-se para que isso nunca aconteça, e você desfrutará da proteção que vem do vazio, e não daqueles que fazem da Lei Maravilhosa um instrumento de poder. Continue recitando o NAMU-MYOHO-RENGUE-KYO, ainda que em silêncio. Guarde-o em seu coração.

      Marcos Ubirajara.

      • Luiz Reginaldo Silva said,

        24/12/2013 às 21:41

        vc pode me informar se existe local de reunião em Belém do Pará?

  22. Luiz Reginaldo Silva said,

    24/12/2013 às 21:36

    Alguém pode me informar se existe local de reunião em Belém do Pará?

  23. jefferson said,

    25/12/2013 às 15:08

    Evidentemente que em ambas as organizações existem notavelmente pessoas de boa e má índole e que hajam reverendos dignos de elogio. Mas a tirania não diz respeito.a eles.mas a Nikken que arquitetou.todo o plano de cortar a Gakkai e destituir o presidente Ikeda movido pela.inveja caracteristica.do demonio do.sexto.céu que entra no corpo do governante (pessoa influente) com o intuito de destruir o fluxo do Gohonzon. Embora possam existir pessoas de bem na hokekkyo uma vez que reverenciam o mal no caso Nikken e tb o atual clero esta na verdade cometendo um mal maior ainda.

    • jefferson said,

      25/12/2013 às 15:29

      Corrigindo….fluxo do Kossen Rufu.

      • renato ono said,

        26/12/2013 às 14:47

        Correto, mas lembro a vc e como praticante da Gakkai e principalmente do Budismo Nitiren , praticamos a filosofia de causa e efeito, onde o principio de transformar veneno em remédio é fundamental. Então porque não agimos de acordo com este principio? Conheço muita gente de ambos os lados que deixaram da pratica da fé por causa do conflito, muitos impropérios são proferidos ainda de ambos os lados. Estamos sendo exemplos perante as seitas ditas como eréticaS? Ambas as organizações recitam o mesmo daimoku e seguem o mesmo gosho, porque então manifestamos os estados mais baixos de nossas vidas?
        - Recentemente o Presidente Ikeda consagraou o Joju GOHONZON en nossa sede, concedido pela mesma Nitiren Shoushu em 1951, e isto é um grande sinal de que essa cisma deve acabar, pois ambas as organizações declaram o Budismo Nitiren e propagam os mesmos ensinamentos do Buda.
        Vamos ler o GOSHO não com os olhos , mas sim com o coração. Será que estamos agindo corretamente ao falarmos da outra organização ou da Nitiren Shoushu ou vice versa, estamos agindo de acordo com os ensinamentos do Buda original Nitiren Daishonim?
        até 1991 praticávamos correto ou incorretamente? os ensinamentos de nosso mestre estavam equivocados até 1991?
        Tivemos 68 sumuprelados, por causa de Nikken, todos os demais estarão no mesmo patamar? Todos os dias oramos para Nitiren Daishonim, Nikko Shonim , Nitimoku Shonim, ATÉ O Nitatshu Sonin, menos para os sumus prelados posteriores a NIKKEN?

        ==> jEFFERSON, VAMOS COMPROVAR QUE PODEMOS TRANSFOMAR VENENOEM REMÉDIO E QUE POSSAMOS CONVIVER COM A NITIREN SHOUSHU PACIFICAMENTE E SOLIDÁRIOS SEM ATAQUES OU RECENTIMENTOS POIS PRATICAMOS A LEI MAIOR DO UNIVERSO QUE ESTÃO ACIMA DAS ORGANIZAÇÕES O NAM MYHO RENGUE -KYO.

        UM FELIZ ANO, que possamos em 2014, declarar e propagar o Budismo Nitiren a toda nossa sociedade e demonstramos que todos os pratciantes do Budismo Nitiren transformam o veneno em remédio, somos benevolentes e temos compaixão com nossos irmãos.

        - Nunca podemos dizer que nós Gakkai é que pratciamos correto, tampouco a Nitiren Soushu pode proferir o mesmo, pois todos nós somos ABUTSU-BO E DEVEMOS SER EXEMPLOS EM NOSSA SOCIEDADE.

        OMERETô…2014

        RENATO ONO

      • jefferson said,

        26/12/2013 às 18:25

        Concordo com vc Renato em partes. Os ataques nao sao iniciados pela Gakkai mas por alguns membros da Nitiren Shoshu. Na verdade a Soka Gakkai nem sequer cita a Nichiren Shoshu. A Gakkai nunca menosprezou o clero da Nichiren Shoshu até porque os Gohonzons consagrados nas sedes, kaikan, centros culturais e casa dos membros são da Nitiren Shoshu. A Nichiren Shoshu é uma coisa, a seita Nikken é outra, hoje liderada por Nichinyo. Quanto a Gakkai estar no caminho correto…tenho certeza absoluta pois confio plenamente no Presidente Ikeda..a sua própria história de vida dedicada ao Kossen Rufu valida a autenticidade e a veracidade da Soka Gakkai como ÚNICA organização que verdadeiramente pratica o Budismo de Nitiren Daishonin.

      • renato ono said,

        26/12/2013 às 19:51

        Jeferson,que bom que vc pensa assim. portanto, vamos transformar veneno em remédio orando daimoku para que as partes um dia se entendam sem procurar culpados, não precisamos disso pois temos a lei de causa e efeito. Não existe seita Nikken, o que existiu foi os atos dele das quais não demos causa (ou será que demos rsrsrs).
        O maior tesouro é o tesouro do coração e todos os dias a GAKKAI ora ao Dai Gohonzon dos tres ensinos fundamentais e infelizmente, vc que é lider confira quantos dos seus membros conhece o que isso representa, portanto é necessário sempre nos da Gakkai voltarmos aos principios fundamentais do Budismo. Levando ao conhecimento dos membros à realidade, pois sinto me muito triste quando verifico que muitos dos membros sequer conhecem ou sabe do que se trata o DAI GOHONZON, como os membros da Nitiren Shoushu pregam que Nitiren deixou para toda a humanidade, mas não tem a benevolência em rconhecer que Nitiren tb deixou para os leigos da Sokka Gakkai. isso é poder discriminatório e contraria os ensinamentos do verdadeiro Buda. Nikken somente foi o 67 sumo prelado que tb tinha os dez estados.

        Um grande abraço

      • jefferson said,

        27/12/2013 às 0:41

        Renato nao sei se vc é membro da Soka Gakkai.mas se positivo deve saber que a Gakkai contribui para o humanismo e são alguns membros não todos que incitam ódio as pessoas fazendo critica ao mestre e ao proprio Gohonzon. Outra coisa a palavra seita Nikken foi progerida.pelo presidente Ikeda e a propria Soka Gakkai a utiliza em suas publicações do movimento renascença e ainda fala deos erros desta seita que não é a Nitirem Shoshu da qual a doutrina da Soka Gakkai é baseada. Portanto a Seita Nikken existe e hoje é liderada por Nichinyo que compactua com as doutrinas hereticas dessa seita. A Gakkai nunca abandonou a Nichiren Shoshu

      • renato ono said,

        27/12/2013 às 14:32

        Olá Jefferson, sou da Gakkai e posso te afirmar que a seita Niken não existe. Nitimyo é o sumo prelado que sucedeu Nikken. As palavras proferidas à epoca pelo Pres. Ikeda foi em resposta aos comentários do Clero pois na epoca fomos rotulados como seita Ikedismo. O sumu prelado Nikken foi o 67º sumu prelado da Nitiren Shoushu da linha de sucessão Nikko Shonin, Nitimoku Shonin, Nitido Shonim. Em nossas horações diárias (Gongyo) oramos em agradecimento a toda a linha de sucessão, desde Nitiren Daishonin, Nikko Shonim como tb em agradecimentos aos tres grandes mestres da Sokka Gakkai. A seita Nikken nunca foi utilizada pelos adeptos da Nichiren Shoushu, foi o termo pejorativo dado pela Gakkai a época.
        O presidente Ikeda baseia-se nos ensinamentos de Nitiren Daishonin e como o próprio Buda possui os dez estados de vida e em cada um deles + dez estados de vida. O Fato de ser Budista da Sokka Gakkai me permite ler o mesmos goshos e portanto tb conheco o outro lado das quais infelizmente nem tudo é veiculado com certas razões aos membros. Porém te afirmo, NÃO EXISTE SEITA NIKKEN, como não existe o Ikedismo como pregam o HOKKEKÔ. Nosso Gohonzon foi inscrito por Nitikan Shonin (26º e 28º) sumu prelado cerca de 200 anos atrás conhecido como reformador do Budismo. O presidente Ikeda consagrou em nossa Centro cultural no Japão recentemente o JOZU GOHONZON concedido a Gakkai para toda a eternidade concedido por um sumu prelado na data de 1951, PORTANTO temos raízes sólidas com a essência do Budismo e devemos conservar o espírito de gratidão, portanto devemos tanto quanto ao Presidente Ikeda ter o espírito de gratidão ao clero e aos tres grande mestres. Torno a incitar, vamos fazer o daimoku e transformar todo esse veneno em remédio. O Movimento RENASCENÇA nasceu já algum tempo, e sinceramente nos dias de hj pouco se tem ouvido falar de suas realizações ou conquistas. Conheço muitos membros que apesar de grande dirigentes da época nunca foram visitados . Aí podemos nos desculpar que essas pessoas tb não tiveram o espírito de procura. APENAS POR CURIOSIDADE você poderia me citar um membro do grupo RENASCENÇA e qual foram suas atividades em 2013?
        Vamos nos fortalecer em nossa pratica da fé para nossa felicidade e dos outros pois esta É A ESSÊNCIA DO NOSSO BUDISMO. POR FAVOR NÃO MAIS UTILIZE OU VEICULE A NITIREN SHOUSHU COMO SEITA NIKKEN, pois estamos ofendendo toda a linhagem do Budismo Nitiren e nem devemos pagar com a mesma moeda todas as ofensas proferidas pelos adeptos do Hokkekô, porque a má causa eles mesmos estão fazendo. Apenas um ultimo conforto… Perguntei a um dos bonzos se o nosso Gohonzon era falso como dizia o Hokkekô e ele tranquilamente disse que não, ´pois se ele dissesse ao contrário teria dito a ele que continuaria assim mesmo orando a esse falso GOHONZON convicto que foram eles mesmo que deram e fizeram a causa e eu continuaria recebendo os benefícios.

        Um grande ano para todos nós seguidores do Budismo Nitiren independente se da Sokka ou da Nitiren Shoushu. BANZAI…

        Renato

      • jefferson said,

        27/12/2013 às 17:33

        Kibom que os bonzos estão reconhecendo os erros da Seita Nikken. Sim pelo menos nos exames de budismo desse ano de 2013 uma da materias foi sobre a Seita Nikken e seus erros. Alias nos exames de todos os niveis e obrigatorio esse conteudo. Falo porque faço parte do Departamento de Estudo e sou um dos examinadores. Quanto ao trabalho do grupo renascença ainda está de pé mas com um outro direcionamento.

      • renato ono said,

        28/12/2013 às 0:55

        que bom , espero que repensem. Existem erros de todos os lados. e como legitimos seguidores de Daishonin vamos ter benevolência e compaixão, e consciência de que não somos melhores que ninguém e se alguém errou e plantou o veneno em nossos corações e dos membros, vamos transfomá-lo em remédio sem desvirtuar a própria essência. O exame do Budismo tem a finalidade do estudo do Budismo para crescermos em nossa fé e jamais fomentar a discórdia. Humildemente, pense a respeito. Renato

      • jefferson said,

        28/12/2013 às 9:43

        O objetivo dos exames de budismo não é incitar o ódio, mas sim o aprendizado e o aprimoramento da.prática da fé b como conhecer a historia da Soka Gakkai as perseguições sofridas pelos tres mestres, a traição do clero, a excomunhão do presidente Ikeda e de todos os membros da Soka Gakkai por parte de Nikken e os erros.da Seita Nikken, são fatos históricos.da.Gakkai que devem ser conhecidos por todos os membros veteranos e recém convertidos, conforme direcionado pela SGI.

      • renato ono said,

        28/12/2013 às 13:14

        da forma como colocado somente incitamos a discórdia, tanto que ,muitos que vieram após a separação não conhecem sequer a existência do Dai Gohonzon. Como vc disse, todos os Gohonzons consagrados pela nossa Gakkai foram concedidos por algum sumu prelado e todos os dias oramos ao Gohonzon dos tres ensinos fundamentais. 90 % que fizeram o exame conseguem responder esta simples resposta. Verifique a maioria acredita que existe uma seita de nome seita Nikken.. e Voce como participante do DEB deve consultar os demais para ver se não estou certo. Use a humildade e a benevolência somente assim vc vai ser feliz.

  24. Marina Hissako said,

    25/12/2013 às 23:28

    Meu sogro faleceu e como morava conosco, ate hoje conservo o
    gohonson, mas não praticamos. Não gostariamos de desfaze-lo,
    sem antes descobrir como fazer isso. Poderia dar uma resposta
    Desde já agradeço pela atenção.
    Marina

  25. renato ono said,

    26/12/2013 às 14:52

    INFORME PARTICULARMENTE SEU ENDEREÇO PARA QUE POSSAMOS ENCAMINHAR A PROVIDENCIA, procure uma orientação do porque vc deve conservar o GOHONZON. o fato de vc ter este cuidado, é porque vc tem respeito e isso é essencial dentro do Budismo.

    Muito obrigado

    • jefferson said,

      26/12/2013 às 21:20

      Caro Renato. Vc esta equivocado. Nao sei de qual orgainizacao vc faz parte. Mas a Seita Nikken existe e este termo foi proferido pelo proprio presidente Ikeda e a propria organização Soka Gakkai publicou em seus impressos matérias sobre os erros da Seita Nikken inclusive é utilizada nos exames de budismo. Portanto volto a enfatizar a Nichiren Shoshu é uma coisa a Seita Nikken é outra. Por isso a doutrina da Gakkai continua e sempre será a da Nichiren Shoshu mas a doutrina de Nikken que corrompeu a atual Nichiren Shoshu deve ser refutada.

    • Luiz Reginaldo Silva said,

      28/12/2013 às 13:14

      Conjunto Cidade Nova II Travessa WE 14b nº 492 – bairro Coqueiro Ananindeua Pará, O Gohonzon simboliza a vida iluminada do Buda Original Nitiren Daishonin, proposito máximo de seu advento neste mundo, o mandala é o meio pelo qual podemos manifestar o estado de Buda inerente em nossa vida, conservar o Gohonzon e conservar a nossa vida, mas nunca devemos imaginar que o Gonhonzon existe fora do nosso coração, pois isso já não seria mais acreditar na Lei Mistica e sim num ensino contrário, portanto não seria um caminho direto para a iluminação. Considerando o profundo significado do Daimuku, quando o recitarmos, devemos sempre nos lembrar de que o Myoho-rengue-kyo é nossa própria vida. Se perdermos de vista esse ponto, por mais que recitemos Daimoku, estaremos nos desviando da prática ensinada por Nitiren Daishonin.
      Portanto, em “Sobre atingir o estado de Buda nesta existência”, Daishonin adverte rigorosamente: “Mesmo que recite e acredite no Myho-rengue-kyo, se pensa que a Lei existe fora de seu coração, o senhor não está abraçando a Lei Mística, mas um ensino inferior”. “Inferior”, nesta frase, significa “incompleto” . A Lei Mística é a verdade suprema, perfeita e completa; em contraste, um ensino incompleto estabelece somente uma verdade parcial.
      A prática religiosa, de modo geral, é considerada uma atividade universal para ligar o ser humano ao infinito, ao absoluto e ao divino. Embora isso seja correto, muitas religiões postulam a separação entre o secular e o divino, entre os seres humanos e a divindade ou o Buda e procuram reduzir essa lacuna.
      Daishonin, no entanto, considera esses tipos de ensino, que veem o divino ou o absoluto como algo separado do ser humano, incompletos, citando como exemplos os ensinos provisórios, ou pré-sutra de lótus, expostos por Sakyamuni. Esses ensinos não estabelecem os princípios ou a prática que possibilita às pessoas atingirem o estado de Buda nesta existência. Em vez disso, expõe que as pessoas devem realizar uma prática austera por intermináveis kalpas para então atingirem a iluminação.
      Ao estabelecer a prática da recitação do Nam-myoho-rengue-kyo, Daishonin revelou o caminho par tornar realidade o principio da possessão mútua dos dez mundos, a chave para atingir o estado de Buda nesta existência. Isso constitui, na forma mais completa, o ensino do budismo que busca a iluminação para todos os seres humanos.

      • renato ono said,

        28/12/2013 às 13:17

        otimo… parabens… conclusão PARA TODOS OS SERES HUMANOS…

  26. Luiz Reginaldo Silva said,

    28/12/2013 às 13:18

    Daishonin diz que a recitação do Daimoku é a prática por meio da qual evocamos e manifestamos a natureza de Buda inerente na vida de todos os seres dos dez mundos. Portanto quando recitamos uma vez Nam-myoho-rengue-kyo, com esse simples som evocamos e manifestamos a natureza de Buda de todos os budas, de todas as entidades, de todos os bodhisattvas, de todos os ouvintes, de todas as divindades celestiais e terrenas, esse benefícios é infinito e imensurável.
    O poder do daimoku forte e resoluto evoca a natureza de Buda em todos os seres vivos. Não somente a natureza de Buda de Brahma, Sahakra e de todos os Budas e Bodhisattva se manifesta, como também aqueles que recitam Nam-myoho-rengue-kyo são capazes de romper as correntes da escuridão ou ilusão fundamental para revelar sua própria natureza de Buda. Em outras palavras, ´´e o poder de nossa voz recitando Nam-myoho-rengue-kyo que liga a nossa vida com a Lei Mística que permeia todos os fenômenos dos três mil mundos.
    A exortação mais importante que Daishonin faz sobre a consecução do estado de Buda mediante a recitação do Nam-myoho-rengue-kyo é que não devemos ver a Lei como algo externo a nós. Se pensarmos que a Lei existe externamente, então estaremos retrocedendo aos ensinos pré-sutra de lótus, que pregavam a separação entre os Budas e os seres humanos.
    O segundo presidente da Soka Gakkai, Jossei Toda, descrevia esse poder da seguinte forma: “É como estar deitado em um vasto campo aberto a contemplar o céu com os braços e as pernas estendidas. Tudo o que se deseja aparece num instante. Por mais que você gaste, há sempre mais à sua disposição. Tente e verá que você pode atingir essa condição de vida”.
    De fato, o Nam-myoho-rengue-kyo pode ser comparado com uma “joia da concessão dos desejos”. Como podemos desenvolver esse estado de vida sem limites que nos possibilita extrair a força necessária nos momentos críticos? O presidente Toda costumava dizer: “se realmente desejam atingir uma condição de vida assim, lutem, dediquem-se de corpo e alma em prol do Sutra de Lótus, do Kossen-rufu!”
    Essa frase descreve a disposição de nos dedicarmos eternamente junto com os budas das três existências, com Brahma e Shakra, ou seja, em qualquer lugar do universo em que nos encontremos, para tornar realidade um mundo de paz e felicidade dedicado à criação de valor, ajudando as pessoas a superar os infortúnios e a transcender os sofrimentos de nascimento, velhice, doença e morte. Esse era o espírito vasto e irrestrito de meu mestre.
    Ele sempre falava da postura que devemos ter com relação á fé para percebemos a Lei em nós mesmos: “Precisam ter a convicção de que o Nam-myoho-rengue-kyo é sua própria vida” ou “propagar a Lei Mística nos Últimos Duas da Lei significa acreditar firmemente que sua vida não está separada do Nam-myoho-rengue-kyo!”. Este é o espírito que Daishonin nos ensina com a seguinte frase: “Portanto, quando o senhor ora myoho e recita rengue, deve ter a profunda fé de que o myoho-rengue-kyo é sua própria vida”.
    Em minha opinião o significado dessa frase é que podemos manifestar o poder transcendental que possuímos dentro de nós quando não dependemos exclusivamente de um poder externo nem de nosso próprio poder. O que nos permite manifestar esse poder inato é a recitação do Nam-myoho-rengue-kyo.

    • renato ono said,

      28/12/2013 às 22:55

      essa é a resposta para todos os problemas…

      • Luiz Reginaldo Silva said,

        28/12/2013 às 23:41

        Trecho do Gosho – Sobre atingir o estado de Buda desta existência: “Jamais pense que os oitenta mil ensinos sagrados aos quais o Buda Sakyamuni dedicou toda a sua vida ou que os budas e bodhisattvas das dez direções e das três existências encontram-se separados do senhor . A prática dos ensinamentos budistas não o livrará do sofrimento do nascimento e da morte se não compreender a verdadeira natureza de sua vida. Se buscar a iluminação fora de si mesmo, então, mesmo que realize dez mil práticas e dez mil boas ações tudo será em vão. É o mesmo caso de um homem pobre que passa dia e noite contando a riqueza de seu vizinho e que não consegue obter sequer um tostão para si. Eis por que o comentário da escola Tient’ai declara: ‘Se não despertar para a sua própria natureza, não conseguirá erradicar as graves ofensas de sua vida’. Esta passagem significa que, a mesmos que desperte para a natureza da própria vida, a pratica se tornará uma austeridade angustiante e sem fim. Portanto, esses praticantes do budismo são como não-budistas. Em Grande Concentração e Discernimento, Tient’ai declara que, embora essas pessoas estudem o budismo, suas concepções não diferem daquelas não budistas. Se o senhor profere o nome do Buda, recita o sutra, ou simplesmente oferece flores e incenso, todos esses atos virtuosos implantaram benefícios e raízes de benevolência em sua vida. Com essa convicção o senhor deve se empenhar na fé”.
        Este Gosho foi escrito em 1255, em Kamakura, quando Nitiren Dashonin contava com 34 anos de idade e foi endereçado a Toki Jonin. Em 28 de abril de 1253, dois anos antes de escrever este Gosho, Nitiren Daishonin havia declarado a fundação da Nitiren Shoshu no Templo Kiyozumi com o propósito de salvar toda a humanidade. O Templo Kiyozumi situava-se na província de Awa, terra natal de Daishonin. Desde então, até a perseguição de Tatsunokuti ocorrida em setembro de 1271, Nitiren Daishonin desenvolveu uma grande campanha de propagação do Verdadeiro Budismo, tendo como centro a cidade de Kamakura. Toki Jonin converteu-se ao Budismo de Nitiren Daishonin por volta de 1254 e mais tarde devotou-se à vida sacerdotal, recebendo o nome de “Jonin”. Em 16 de julho de 1260, por ocasião da Perseguição de Matsubagayatsu, ocorrido logo depois que Nitiren Daishonin enviou “Rissho Ankoku Ron” ao Regente Hojo Tokimune, Toki Jonin abrigou Nitiren Daishonin em sua própria residência, protegendo-o da perseguição. Juntamente com Shijo Kingo, Toki Jonin foi uma das pessoas centrais da propagação do Verdadeiro Budismo. Toki Jonin recebeu inúmeros Gosho de Nitiren Daishonin, tais como Kanjin no Honzon Sho, Sado Gosho, Jonin Sho, Resposta ao Lorde Toki, etc. O presente Gosho ensina que o ponto fundamental do Budismo é a iluminação, e onde se encontra o caminho direto para atingi-la. A iluminação evidencia-se somente nas pessoas que recitam o Daimoku e que tomaram a consciência de que são entidade da Lei Mística. Os incontáveis sutras expostos por Sakyamuni, e inclusive todos os Budas e Bodhisattvas, encontram-se dentro da vida de cada pessoa. Portanto, mesmo que se devote à prática do Budismo, se não acreditar na existência do estado de Buda dentro da vida, não se pode escapar do sofrimento da vida e da morte. Ensina também a importância da prática da fé com convicção de que todas as ações em prol do Budismo transformam-se em boa sorte e benefícios a si mesmo.

  27. Marina Hissako said,

    29/12/2013 às 1:44

    Renato, obrigada pela sua resposta.
    Na verdade, não acho ser ideal conservar o Gohonson em casa, pelo
    fato de não ser praticante do Budismo.e eu acho que a minha atitude
    não pode ser considerada como uma ofensa e falarem que vai acontecer infelicidade na minha vida por causa dessa atitude.Se essa
    é a opinião de alguns membros, sinceramente , eles estão equivocados, porque devemos buscar a nossa felicidade e dos nossos
    semelhantes durante a nossa vida.e não ficar criticando a atitude das
    pessoas e falando sobre castigos e coisas negativas..
    O gohonson pode ser doado para quem está entrando na Soka Gakkai
    ou devolvido para a igreja?
    Renato,voce comentou que eu tenho respeito e não quero me desfazer
    do gohonson,como se fosse uma mobilia ou objeto a ser descartada. Agradeço a sua resposta.
    Marina

    • jefferson said,

      29/12/2013 às 12:11

      Marina concordo com vc. Embora entristecido, entendo suas razões. É o mais sensato. Se vc não está de praticar esse budismo não há porque manter o Gohonzon. Certamente que a causa para praticá lo já está feita e tempo mostrará o momento certo. Devolva o respeitosamente a organização que ele frequentava na gakkai ou no templo da Nitiren Shoshu isso só vc sabe.

      • Renato Hiroshi Ono said,

        29/12/2013 às 13:19

        Marina Hissako, no Budismo para tudo tem sua hora, devemos praticar para sermos felizes neste momento. O mais importante e que sinto Feliz pelo seu respeito pelo nosso objeto de devoo e isto sim vai tedar muita boa sorte e um lao profundo com o Budismo.Seja MUITO, MAS MUITO FELIZ e que nesse ano seja da muitas conquistas e concomitantemente de muitas e muitas alegrias. Renato Ono

        Date: Sun, 29 Dec 2013 14:11:40 +0000 To: renatohono@hotmail.com

      • Luiz Reginaldo Silva said,

        30/12/2013 às 8:44

        O Significado da Fé
        (Myoiti-ama Gozen Gohenji, pág.1255)

        O que chamamos de fé não é nada extraordinário. Assim como sua mulher estima seu marido, como um homem dá a sua vida pela sua esposa, como os pais não abandonam seus filhos, ou como uma criança se recusa a deixar sua mãe, da mesma maneira devemos depositar a nossa confiança no Sutra de Lótus, em Sakyamuni, em Taho e em todos os Budas e bodhisattvas das dez direções, bem como nos deuses celestiais e divindades benevolentes, e recitar Nam-myoho-rengue-kyo. Esse é o significado da fé. Além disso, deve ponderar as passagens do sutra: “Rejeitando honestamente os ensinos provisórios” e “Não aceitando nem mesmo um único verso de qualquer um dos outros Sutras” e jamais pensar em abandoná-las, assim como uma mulher não joga fora o seu espelho ou um homem não se afasta de sua espada.
        Respeitosamente,
        Nitiren
        Em 18 de maio de 1280.
        Fundo de Cena
        Nitiren Daishonin escreveu esta carta em Minobu no dia 18 de maio de 1280, quando estava com 59 anos. Sua recebedora, Myoiti-ama, era parente de Nissho, um dos seis sacerdotes seniores, e morava em Kamakura. As poucas cartas remanescentes de Nitiren Daishonin para ela indicam que era uma praticante séria e de razoável instrução, embora tivesse uma saúde frágil. O marido dela também era um praticante e o feudo deles foi confiscado devido à fé que abraçavam. Mais tarde, seu marido veio a falecer, deixando a Myoiti-ama a tarefa de criar sozinha seus dois filhos. Entretanto, apesar de suas dificuldades, ela continuamente fez oferecimentos a Nitiren Daishonin. Nesta carta, ele explana que a fé é uma expressão natural do coração humano e recomenda-lhe que recite Nam-myoho-rengue-kyo com fé resoluta no Sutra de Lótus, ou seja, o Gohonzon, abandonando todos os ensinos provisórios.


Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 1.348 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: