Ode aos Paulistas

Nossas mentes são iguais!

Como birutas de um aeroporto, iguais.

Os sábios determinam que ventos irão soprar.

 

Mas,

não disse desconhecerem os sábios.

Eu disse desconhecerem os ventos[1]!

 

 

Em Igarapé,

06 de setembro de 2015.

[1] Oito Ventos: prosperidade, declínio, honra, desgraça, elogio, calúnia, felicidade e sofrimento.

%d blogueiros gostam disto: