Doação e Arrecadação

Ninguém tem coragem de tomar um pouco para, em ato contínuo, oferecê-lo em doação aos necessitados; mas tiram-no continuamente de milhões de necessitados para o acúmulo de poucos.

Em 03/07/2014
às 05:30 hs

Acordei de um sonho estranho em que tocava “The House of the Rising Sun”, mas com um verso que dizia “ninguém tem coragem de roubar um vintém para oferecê-lo em doação“, porém em inglês. Traduzi e adaptei.

A música e letra originais estão aqui: A Casa do Sol Nascente.

O Supramundano

Nesse dia 23/12/2011, às 05:00 hs, meu irmão Guarani, falecido em 13/12/2011, conversou longamente comigo. Com uma voz límpida e tranquila, saudou-me dizendo: “Olá, Marcos! Tudo bem”? “Guara!”, disse eu. “Eu mesmo. Você viu aquilo lá?”, disse ele. “Mas, Guara…”, interpelei. “Estou vivo, Marcos. Aquilo lá não era eu”. E prosseguiu perguntando pelas pessoas enquanto eu apressava meus passos para levar as boas novas.

A história, da qual não me lembro mais dos muitos detalhes, é que alguém, uma pessoa vil, estava no ‘lugar dele’. E isso foi tramado para fazer certas coisas acontecerem. Caminhando apressadamente, ao me aproximar de uma grande árvore, sob ela, o sinal foi interrompido e não mais se restabeleceu. Como Budista que sou, entendi tudo. E gostaria de transmitir aos familiares e amigos essa mensagem de paz e tranquilidade que ele me passou: “Estou vivo, Marcos! Aquilo lá não era eu”.

Marcos Ubirajara.

Em 23/12/2011.

Para Ser Lótus – Primeira Edição

Quando Um Guerreiro Encontra a Paz

“Rei da Constelação Flor! Este Sutra pode salvar todos os seres viventes. Este Sutra pode levar todos os seres viventes a libertarem-se de todo o sofrimento e aflição. Este Sutra pode beneficiar enormemente todos os seres viventes, cumprindo seus votos. Assim como uma fonte límpida e fresca pode saciar a sede de todos; assim como quando uma pessoa com frio encontra o fogo; assim como quando uma pessoa nua encontra roupa; assim como quando um mercador encontra o comprador; assim como quando uma criança encontra sua mãe; assim como quando um passageiro encontra uma embarcação; assim como quando uma pessoa doente encontra um médico; assim como quem na escuridão encontra uma lâmpada; assim como quando uma pessoa pobre encontra um tesouro; assim como quando um povo encontra um rei; assim como quando um comerciante encontra o mar; assim como a tocha dissipa a escuridão, o Sutra da Flor de Lótus da Lei Maravilhosa, da mesma forma, pode levar os seres viventes a viver sem qualquer sofrimento, doença e dor; ele pode desatar todos os laços do nascimento e da morte”.

Excerto do CAP. 23: Os Feitos Passados do Bodhisattva Rei da Medicina

Ser Lótus é assim como quando um guerreiro encontra a Paz; é assim como quando quem arde nos fogos dos desejos, encontra o conforto em nada possuir; é assim como quando ao olharmos os seres viventes, vermos a sua Natureza de Buda.

Marcos Ubirajara.
Em 21/10/2008, às 05:00 hs.

Leia mais em Para Ser Lótus – Primeira Edição. Este volume reúne a série de 13 fascículos já publicados em Cristal Perfeito, reunindo-os num único arquivo. Seus hiperlinks são ativos, permitindo ampla consulta às referências do texto em tempo de leitura.

Para Ser Lótus

Click na imagem para leitura ou download

Conteúdo deste volume:

FASCÍCULO I

Para Ser Lótus. 10

O Samadhi da Não-Distinção   12

O Desabrochar do Lótus  13

A Ressonância do Dharma  13

A Chave do Portal da Sabedoria  14

As Perambulações de Um Aprendiz  16

As Práticas em Prol da Via do Buda  17

O Que Há Para Ser Compreendido   19

FASCÍCULO II

A Via Recíproca que os Budas Exultam. Exultai!  22

O Segredo Essencial de Todos os Budas  24

A Verdadeira Conversão ao Lótus da Lei Maravilhosa  25

A Via do Bodhisattva. 26

Os Três Veículos em Prol do Veículo Único do Buda  28

O Grande Veículo como Retribuição pela Fé   29

A Verdadeira Causa do Advento do Buda no Mundo Tríplice   31

FASCÍCULO III

Compreendendo os Meios Hábeis dos Três Veículos  34

O Grande Veículo do Buda ou do Bodhisattva: o Mesmo Veículo!  35

A Transposição do Grande Portal 36

A Metáfora do Mundo Saha  38

A Metáfora do Corpo Físico   39

Os Reis de Todos os Fenômenos  40

Trovões que Convidam a Sair da Casa em Chamas  42

FASCÍCULO IV

O Doce Sabor da Chuva Universal 46

O Buda do Tempo Sem Começo   48

A Louvação dos Filhos do Buda  49

A Súplica dos Filhos do Buda  51

A Súplica dos Reis do Céu Brahma  52

A Lei da Causação. 54

FASCÍCULO V

A Pregação Original do Sutra de Lótus  58

Os Mestres Originais do Sutra de Lótus  59

Buda Shakyamuni, O Buda da Direção Nordeste   61

Os Discípulos Originais do Buda Shakyamuni 62

A Parábola da Pérola de Valor Inestimável 63

As Águas do Vasto Oceano   66

FASCÍCULO VI

Ananda, O Guardião da Lei 70

Rahula, O Primogênito   73

A Iluminação dos Aprendizes e Adeptos  75

Os Enviados do Buda. 76

Maitreya, O Maior Dentre os Pregadores  77

FASCÍCULO VII

O Rei dos Sutras. 82

Yashodhara, a Mãe de Rahula  83

O Estabelecimento do Mestre da Lei 85

A Parábola da Pessoa Sedenta  86

A Solene Promessa do Buda  88

Os Desígnios do Lorde Buda  90

FASCÍCULO VIII

O Som Estrondoso da Torre de Tesouro   94

O Voto do Buda Muitos Tesouros, Prabhutaratna  95

O Solo de Cristal das Terras Búdicas  96

A Purificação das Terras Búdicas  97

A Abertura da Torre de Tesouro   101

O Legado do Sutra de Lótus  101

Momento de Decisão   102

FASCÍCULO IX

O Voto dos Sábios, Sobre Ostentar o Corpo do Buda  106

O Voto dos Mahasattvas, O Rugido do Leão   107

Cultivando Pensamentos Pacíficos  108

Os Grandes Mestres dos Últimos Dias da Lei 109

O Ato Derradeiro do Honrado pelo Mundo   110

Compreendendo o Vazio   112

O Gestual dos Bodhisattvas da Terra  114

Os Líderes dos Bodhisattvas da Terra  114

As Virtudes Douradas dos Grandes Bodhisattvas  115

FASCÍCULO X

O Segredo e o Poder do Tathagata  118

Buda, Por que não o vemos?  119

A Revelação dos Méritos e Virtudes do Passado   120

Encontro-me em Ti 122

A Terra Pura do Buda  122

Os Três Tesouros. 124

O Pensamento Único do Buda  125

Itinen Sanzen. 125

FASCÍCULO XI

A Prática Para Si e a Prática do Bodhisattva  130

Sobre Ver o Buda. 131

As Virtudes de um Sábio   131

A Visão dos Mestres da Lei 132

A Audição dos Mestres da Lei 133

O Olfato dos Mestres da Lei 135

O Paladar e a Voz dos Mestres da Lei 138

O Corpo dos Mestres da Lei 139

A Mente dos Mestres da Lei 141

FASCÍCULO XII

Louvores ao Honrado pelo Mundo   144

Lugares Sagrados do Sutra de Lótus  144

Sobre Receber e Ostentar o Sutra de Lótus  145

Retribuição à Benevolência dos Budas  147

Devoção e Fé no Sutra de Lótus  148

Quando um Guerreiro Encontra a Paz  148

A Fé Como Princípio da Cura  150

A Reverência Como Fundamento do Saber  150

FASCÍCULO XIII

O Bodhisattva Som Maravilhoso   154

O Samadhi do Bodhisattva Som Maravilhoso   155

Ode ao Bodhisattva Guanshiyin   157

O Presente Universal 158

O Voto do Rei Adorno Maravilhoso   159

Méritos que Conduzem ao Sutra de Lótus  160

O Voto de Samantabhadra, o Universalmente Meritório   160

A Prática da Conduta de Samantabhadra  162

Sonho Bom

Estava na companhia do ‘Seu Paulo’, pessoa amiga que praticava o Budismo comigo em Campinas – São Paulo. Esperávamos um ônibus. De repente, surgiu o ônibus para o exato destino que desejávamos, vazio, com muitos lugares para sentar.

Ao entrar no ônibus, percebi que havia esquecido a bagagem, bem como documentos e outros valores. Fiquei preocupado e falei com o condutor do ônibus. Ele, calmamente, fez uma pequena manobra, parou, e disse: ‘vá buscar as suas coisas, eu espero’. Apoiou-se no volante e começou a conversar com as outras pessoas.

Sai do ônibus e, chegando a um local de grande movimento de pessoas, lá estavam a bagagem, documentos, roupas e outros valores. Havia um blusão de couro. Abri a mala e, calmamente, o guardava quando acordei tranquilo.

Ora, esse sonho continha todos os elementos de um pesadelo, um mau sonho. Por isso, assim pensei: há algo no que chamamos subconsciente, sim. Mas que nem é bom, nem mau. Depende das circunstâncias do sono. Isso aflora num sonho e, dependendo das relações causais do sono, manifesta-se como bom ou mau. Essas relações causais são preocupações, tipo de alimentação, acomodações, conforto, segurança, sensações de frio ou calor, entre outras.

A vida é como um sonho. Não há nenhuma realidade pronta, boa ou má, à nossa espera no futuro próximo ou distante. São as relações causais deste momento que determinarão a qualidade dos dias a vir. Por essa razão, pratica-se o Budismo.

Em 21/05/2010.
05:00 hs.

Flor de Lotus

A Flor Aflora

Para Ser Lótus – Fascículo XIII

O Buda disse ao Bodhisattva Universalmente Meritório: “Se um bom homem, ou uma boa mulher, alcançar as Quatro Leis, ele obterá o Sutra da Flor de Lótus da Lei Maravilhosa após a extinção do Tathagata. Primeira Lei, ele é o objeto da proteção e de preocupação do Buda. Segunda Lei, ele detém as raízes das virtudes. Terceira Lei, ele penetra o conjunto de concentrações corretas. Quarta Lei, ele concentra-se na intenção de salvar todos os seres viventes ”.

“Se um bom homem ou uma boa mulher alcançar dessa forma estas Quatro Leis, é certo que ele obterá este Sutra após a extinção do Tathagata”.

Leia mais em…

Conteúdo deste Fascículo:

O Bodhisattva Som Maravilhoso

O Samadhi do Bodhisattva Som Maravilhoso

Ode ao Bodhisattva Guanshiyin

O Presente Universal

O Voto do Rei Adorno Maravilhoso

Méritos que Conduzem ao Sutra de Lótus

O Voto de Samantabhadra, o Universalmente Meritório

A Prática da Conduta de Samantabhadra

Para Ser Lótus – Fascículo XII

“Rei da Constelação Flor! Este Sutra pode salvar todos os seres viventes. Este Sutra pode levar todos os seres viventes a libertarem-se de todo o sofrimento e aflição. Este Sutra pode beneficiar enormemente todos os seres viventes, cumprindo seus votos. Assim como uma fonte límpida e fresca pode saciar a sede de todos; assim como quando uma pessoa com frio encontra o fogo; assim como quando uma pessoa nua encontra roupa; assim como quando um mercador encontra o comprador; assim como quando uma criança encontra sua mãe; assim como quando um passageiro encontra uma embarcação; assim como quando uma pessoa doente encontra um médico; assim como quem na escuridão encontra uma lâmpada; assim como quando uma pessoa pobre encontra um tesouro; assim como quando um povo encontra um rei; assim como quando um comerciante encontra o mar; assim como a tocha dissipa a escuridão, o Sutra da Flor de Lótus da Lei Maravilhosa, da mesma forma, pode levar os seres viventes a viver sem qualquer sofrimento, doença e dor; ele pode desatar todos os laços do nascimento e da morte”.

Excerto do CAP. 23: Os Feitos Passados do Bodhisattva Rei da Medicina

Ser Lótus é assim como quando um guerreiro encontra a Paz; é assim como quando quem arde nos fogos dos desejos, encontra o conforto em nada possuir; é assim como quando ao olharmos os seres viventes, vermos Buda.

Marcos Ubirajara.
Em 21/10/2008, às 05:00 hs.

Leia mais em …

Conteúdo deste Fascículo:

Louvores ao Honrado pelo Mundo

Lugares Sagrados do Sutra de Lótus

Sobre Receber e Ostentar o Sutra de Lótus

Retribuição à Benevolência dos Budas

Devoção e Fé no Sutra de Lótus

Quando um Guerreiro Encontra a Paz

A Fé Como Princípio da Cura

A Reverência Como Fundamento do Saber

Para Ser Lótus – Fascículo XI

“Além disso, Ajita, se alguém ouvir a respeito da longa duração da extensão da vida do Buda e compreender a importância dessas palavras, os méritos e virtudes que tal pessoa obterá serão sem fronteiras ou limites, porque possibilitarão àquela pessoa ascender à suprema sabedoria do Tathagata. Quanto mais não será o caso para aquele que possa ouvir este Sutra extensivamente; induzir outros a ouvir; mantê-lo para si; induzir outros a mantê-lo; copiá-lo em si; induzir outros a copiá-lo; ou usar flores, incenso, contas, estandartes, bandeiras, dosséis de seda, óleos fragrantes ou velas para fazer oferecimentos a este Sutra. Os méritos e virtudes de tal pessoa serão ilimitados e infinitos, porque possibilitarão àquela pessoa ascender à Sabedoria que Abarca Todos os Fenômenos.”

Leia mais em …

Conteúdo deste Fascículo:

A Prática Para Si e a Prática do Bodhisattva

Sobre Ver o Buda

As Virtudes de um Sábio

A Visão dos Mestres da Lei

A Audição dos Mestres da Lei

O Olfato dos Mestres da Lei

O Paladar e a Voz dos Mestres da Lei

O Corpo dos Mestres da Lei

A Mente dos Mestres da Lei

Para Ser Lótus – Fascículo X

“Através desses ilimitados kalpas,
no sentido de salvar seres viventes,
expedientemente manifesto o Nirvana.
Mas, na verdade, eu nunca passo à extinção.
Eu permaneço aqui, sempre pregando a Lei.
Eu sempre estou exatamente aqui,
e usando o poder das penetrações espirituais,
faço com que os seres viventes em sua embriaguez,
embora próximos a mim, não me vejam”.

Leia mais em …

Conteúdo deste Fascículo:

O Segredo e o Poder do Tathagata

Buda, Por que não o vemos?

A Revelação dos Méritos e Virtudes do Passado

Encontro-me em Ti

A Terra Pura do Buda

Os Três Tesouros

O Pensamento Único do Buda

Itinen Sanzen

Para Ser Lótus – Fascículo IX

“Manjushri, o Sutra da Flor de Lótus da Lei Maravilhosa é supremo dentre os ensinamentos do Tathagata. Em meio a todos os ensinamentos ele é o mais profundo, e somente é concedido em última instância, como é o caso daquela pérola brilhante que o poderoso rei há muito a detém e finalmente a concede. Manjushri, o Sutra da Flor de Lótus da Lei Maravilhosa é o tesouro secreto de todos os Budas, Tathagatas. Dentre todos os Sutras ele é o mais elevado. Na longa noite do tempo ele foi guardado e nunca descuidadamente exposto. Hoje, pela primeira vez, eu o estou pregando para você”.

Leia mais em…

Conteúdo deste Fascículo:

O Voto dos Sábios, Sobre Ostentar o Corpo do Buda

O Voto dos Mahasattvas, O Rugido do Leão

Cultivando Pensamentos Pacíficos

Os Grandes Mestres dos Últimos Dias da Lei

O Ato Derradeiro do Honrado pelo Mundo

Compreendendo o Vazio

O Gestual dos Bodhisattvas da Terra

Os Líderes dos Bodhisattvas da Terra

As Virtudes Douradas dos Grandes Bodhisattvas

Para Ser Lótus – Fascículo VIII

“Para a grande assembleia, eu digo:
‘Após a minha extinção,
quem poderá proteger e ostentar,
ler, expor e recitar este Sutra’?
Agora, na presença dos Budas,
esta pessoa deverá fazer o seu voto.”

Leia mais em…

Conteúdo deste Fascículo

O Som Estrondoso da Torre de Tesouro

O Voto do Buda Muitos Tesouros, Prabhutaratna

O Solo de Cristal das Terras Búdicas

A Purificação das Terras Búdicas

A Abertura da Torre de Tesouro

O Legado do Sutra de Lótus

Momento de Decisão

« Older entries

%d blogueiros gostam disto: