A Natureza de Buda Intrínseca de Todos os Fenômenos

O diamante bruto, como encontrado, contém todos os ensinamentos sobre a Natureza de Buda[i]. Aquele lapidado os têm descartados pelo desejo!


[i] “Todos os Budas, Honrados Duplamente Realizados, sabem que todos os fenômenos são eternamente desprovidos de uma natureza. A semente do estado de Buda germina das causas e condições; sendo assim, eles pregam o Veículo Único. Esta Lei permanece latente e imutável, residindo eternamente nos aspectos mundanos”. Sutra de Lótus – Capítulo II – Meios Hábeis.

O Verdadeiro Aspecto de Todos os Fenômenos

“Os brasileiros, bem como todos os povos, têm que arcar com os custos das suas escolhas! Têm que pagar! Caso contrário, estaria revogada a Lei de Causa e Efeito, e isso é impossível, dado ao Verdadeiro Aspecto de Todos os Fenômenos. Estes, por não possuírem uma natureza própria, só vêm a ser, ou deixar de ser, em razão das retribuições pelas causas que os precederam”.

Marcos Ubirajara.

Em, 19 de janeiro de 2021.

O Sutra de Lótus e o Brasil dos brasileiros

O esforço de tradução do Sutra de Lótus para o Português brasileiro teve início no ano de 2004, e a conclusão da primeira versão ocorreu no final de 2006, acompanhada de discretas divulgações de trechos na internet.

Em 17/01/2007, teve início a estruturação do blog Cristal Perfeito, tal como se apresenta hoje, e a divulgação da íntegra do Sutra a quem pudesse interessar, gratuitamente!

Pois bem, observem agora através dos fatos e registros da nossa história recente, o que aconteceu ao Brasil e aos brasileiros neste período e, é claro, o que vem acontecendo nos últimos anos. Faça-o através do exame, ano a ano, do histograma de frequência (em milhares de visitantes, onde 72k =72.000) de visitações, leituras, estudos e consultas ao Sutra da Flor de Lótus da Lei Maravilhosa, realizadas por brasileiros em maioria absoluta dentre os visitantes. Tire suas conclusões.

Todos os registros permanecem aqui no Cristal Perfeito, a quem possa interessar.

Marcos Ubirajara de Carvalho e Camargo, Primavera de 2020.

em 24/09/2020.

Meditando sobre ‘Pés’

Todos os temos! Até aqueles alados, que podem voar. Daqueles que nadam, são feitos nadadeiras. Não há seres viventes sem ‘pés’, exceto os que rastejam. Então, não pode haver vida sem chão, sem ares e águas onde possamos nos apoiar. Pense!

Chão, ares e águas a se oporem a todos os movimentos dos que vivem, e não há como separar a parte que se opõe, da parte que nos impele. A mesma água, chão e ar da resistência ao nosso deslocar, são apoio das braçadas, passos e bater de asas a nos impelirem. Sim, a nos projetarem para o tempo futuro, o amanhã.

Quer saber sobre o futuro? Será o quê aqueles passos que você deu ali atrás determinaram. O chão era o mesmo que apoiava os passos daquele que, hoje, você diz ter mais sorte. O chão era o mesmo. Os passos foram os que você escolheu. A “sorte” não está na colheita, mas no plantio! Observe como sempre há ‘Caminhos’ e ‘Caminhadas’ na retórica dos mais Honrados pelo Mundo!

Em 07/08/2020.

Eu e o Robô

O mundo tem que voltar a ser Humano, com sua lógica não-procedural, ou ele acaba!

Por que?

Porque somos a imperfeição, aquele termo anarmônico no modelo (do oscilador harmônico) que pretendeu explicar a fenomenologia universal; somos a distorção no espaço-tempo, somos fluxo.

Quando a lógica procedural das máquinas vier a predominar sobre as ações humanas, todos os fluxos cessarão, e será o ocaso da vida planetária, como tem ocorrido em outros sistemas de mundos.

Humanos, ainda há tempo!

Namu-Myoho-Rengue-Kyo!

Marcos Ubirajara Em 28/04/2020.

O Inferno

Você ainda não sabe onde é o Inferno?

Veja, somente em minha residência, milhares de seres morrem pisoteados diariamente, porque não os vejo, ou os ignoro em sua luta pelo alimento vital. Ainda, de vez em quando, os enveneno para meu conforto e segurança.

No “Diário de um Tolo”, o interlocutor fala de um país distante, a oeste dali onde ele se encontrava, e que se chama “Ingratidão”, palco da história então relatada.

Está mais claro agora onde se situa o Inferno, ou ainda não sabe?

A Natureza de Buda Extrínseca

Muitos, dentre nós, perderam a Jóia da Coroa por dois motivos, a saber:

Primeiro: não são capazes de reconhecer o chão que já pisaram, as ilhas que os acolheram;

Segundo: porque não possuem a picareta para escavar o seu mais profundo “estar” aqui, neste próprio chão.

Então, pense em você, olhe para seus pés sobre este chão estéril.

Onde está a picareta?

No pensamento, e não neste chão! Muito menos nos próprios pés!

Só poderá encontrar-se acima, muito acima do que chamamos “cabeça”.

Acima?

Sim! Aqui significando “todas as direções”.

O Tão Almejado Céu

O “Céu” dos demônios é o Inferno, pois que tudo vêem de cabeça para baixo. Observe o ambiente que cada um cria em torno de si, e não terá dúvidas sobre quem são, e sua função existencial.

A natureza intrínseca de todos os fenômenos é imutável. Então, agora você sabe!

O Futuro

O Futuro sempre começará AMANHÃ! Esse é o mistério do tempo, que “Deus” colocou em nossas vidas. Podemos fazer o que quisermos por um Futuro melhor, mas este sempre começará AMANHÃ. É assim para com todos os seres e suas demais criações. Não é intrigante o mistério do tempo?

É o não-concreto em nossas vidas. O concreto é o Passado, que está bem diante de nós no Presente. Essa é a incompreendida Lei do Carma.

O Futuro é um construto, não da estatística mundana, mas da Lei do Carma. O verdadeiro espírito da “Coisa” estará revelado lá, AMANHÃ; não virá do Passado, jamais, nessa visão de “cabeça para baixo”. Caso contrário, veríamos espíritos por aí em sua forma concreta.

Mas, nós os vemos, diriam aqueles de percepção mais aguçada! Sim, porém destituídos de uma natureza própria, que lhes fora atribuída quando manifestos, e depois tornados Passado.

Espírito, ou a sua Natureza Própria, como queira, é o que você cultiva hoje, e só se revelará num eterno AMANHÃ, enquanto não nos libertarmos da visão dos três veículos, contaminada pela impureza do tempo. Estes, os três veículos, são uma errônea visão “temporal” da incrivelmente realizada Iluminação do Buda. Eis o que diz no Sutra de Lótus:

Shariputra, nos mundos das dez direções, não há sequer dois veículos,
quanto mais três. Shariputra, todos os Budas aparecem no mundo manchado
pelas cinco impurezas, quais sejam: a impureza do kalpa (tempo), a
impureza da aflição, a impureza dos seres viventes, a impureza da visão, e a
impureza da vida. É por essa razão, Shariputra, que na era da confusão devida
à impureza do kalpa, os seres viventes são pesadamente carregados de
impurezas; por serem miseráveis, ambiciosos, invejosos e ciumentos, eles
plantam as raízes da insalubridade. Por essa razão, todos os Budas, através
do poder dos meios hábeis, dentro do Veículo Único do Buda, fazem distinções
e pregam como se fossem três”. – Sutra da Flor de Lótus da Lei MaravilhosaCapítulo II – Meios Hábeis.

Mensagem de Ano Novo 2020

Como pintar o seu Coração

Mágoa é sinônimo de “mancha”. Primeiro, remova as manchas por completo. A seguir, verifique se há buracos (desilusões). Se lá estiverem, cubra-os usando um material novo. Passe uma lixa em tudo removendo impurezas superficiais (dói um pouquinho), mas vá em frente! Conclua lembrando que a tinta, sua pureza e cor serão sempre uma escolha sua. E você brilhará e encantará em 2020.

« Older entries

%d blogueiros gostam disto: