A Fase do Nirvana

“Qual é a fase [isto é, a natureza] do Nirvana? Na fase do Nirvana existem todos os oito aspectos. Quais são os oito? Eles são: 1) Final (ultimação), 2) Boa Natureza, 3) o Real, 4) o Verdadeiro, 5) o Eterno, 6) Êxtase, 7) o Eu, e 8 ) o Puro. Esses (aspectos) são Nirvana.

Alcançando o imaculado Nobre Caminho Óctuplo, falamos do Êxtase puro. Oh bom homem! Quando isso é conhecido, existe Nirvana. Não chamamos isto de Natureza-de-Buda, o Tathagata, Dharma, o Sacerdote, o Estado Real, ou o Vazio.”

Sutra do Nirvana, Capítulo 31, sobre o Bodhisattva Rei Altamente-Virtuoso 5.

As Demais Fases da Prática Verdadeira:

A Fase da Natureza de Buda

A Fase do Tathagata

A Fase do Dharma

A Fase do Sacerdote

A Fase do Estado Real

A Fase do Vazio

Praticar a Via de Acordo com o Dharma

“Como o Bodhisattva pratica a Via conforme orientado? Oh bom homem! Ele aparta-se do mal e pratica o bem. Isto é praticar a Via de acordo com o Dharma.

Também, além disso, como se pratica a Via de acordo com o Dharma? Vê-se que todas as leis (dharmas) são vazias, que nada há para possuir, e que todas as leis são não-eternas, não-êxtase, não-Eu e não-puras. Ao ver as coisas assim, não se transgride, mesmo que isso signifique sacrificar o próprio corpo e vida. Isto é como o Bodhisattva pratica a Via de acordo com o Dharma.

Também, além disso, como se pratica a Via de acordo com o Dharma? Existem dois tipos de prática. Uma é verdadeira e a outra não-verdadeira. Naquela que é não-verdadeira, não se conhece as fases [isto é, elementos] do Nirvana, a Natureza-de-Buda, o Tathagata, Dharma, o Sacerdote, o Estado Real e o Vazio. Esta é a que é não-verdadeira.

A que é verdadeira? Conhece-se bem as fases do Nirvana, a Natureza-de-Buda, o Tahagata, Dharma, o Sacerdote, o Estado Real e o Vazio. Esta é a que é Verdadeira.”

Sutra do Nirvana, Capítulo 31, Sobre o Bodhisattva Rei Altamente-Virtuoso 5.

As Fases da Prática Verdadeira:

A Fase do Nirvana

A Fase da Natureza de Buda

A Fase do Tathagata

A Fase do Dharma

A Fase do Sacerdote

A Fase do Estado Real

A Fase do Vazio

Pensar Sobre o Dharma

“Como o Bodhisattva pode aproximar-se do Mahaparinirvana através do pensamento? Porque ele ganha a emancipação da mente através desse pensamento. Como? Todos os seres sempre estão presos aos cinco desejos. Através do pensamento, ele atinge a emancipação. Por essa razão, dizemos que uma pessoa se aproxima do Mahaparinirvana através do pensamento.

Também, além disso, oh bom homem! Todos os seres possuem visões de cabeça-para-baixo com relação ao Eterno, o Êxtase, o Eu e o Puro. Através do pensamento, eles podem ver que todas as leis são não-Eternas, não-Êxtase, não-Eu e não-Puras. Pensando assim, eles apartam-se das quatro inversões. Por essa razão, dizemos que através do pensamento pode-se aproximar do Mahaparinirvana

Também, além disso, oh bom homem! Há quatro fases para todas as coisas. Quais são as quatro? A primeira é fase do nascimento; a segunda é fase do envelhecimento; a terceira é a fase das doenças; e a quarta é a fase da extinção. Essas quatro (fases) causam grandes aflições a todos, desde os mortais comuns até o Srotapanna. Aqueles que pensam bem a respeito [desses assuntos] não têm aflições, mesmo quando experimentam essas quatro fases. Por essa razão, dizemos que através do pensamento uma pessoa pode se aproximar do Mahaparinirvana.

Também, além disso, oh bom homem! Não há boas leis que sejam obtidas a não ser pela via do pensamento. Por que não? Muito embora alguém possa dar ouvido com uma mente única (não dividida) ao Dharma, ao longo de inumeráveis, ilimitados asamkhyas de kalpas, não pode haver qualquer consecução da Iluminação Insuperável a menos que se pense. Assim, através do pensamento pode-se aproximar do Mahaparinirvana.

Também, além disso, oh bom homem! Se todos os seres acreditam no fato que não há mudanças no Buda, no Dharma e na Sangha, e adquirem um pensamento respeitoso, saiba que tudo isto surge em razão de um pensamento atento, e que assim eles (os seres) acabam com todas as impurezas. Portanto, o pensamento faz alguém aproximar-se do Mahaparinirvana.”

Sutra do Nirvana, Capítulo 31, Sobre o Bodhisattva Rei Altamente-Virtuoso 5.

Dar Ouvido ao Dharma

“Como o Bodhisattva se aproxima do Mahaparinirvana apenas por dar ouvido ao Dharma? Todos os seres, quando ouvem o Dharma, ganham as raízes da fé. Quando se ganha a raiz da fé, a mente se preocupa com a doação, moralidade, paciência, esforços, meditação e Sabedoria, através das quais se alcança os estágios desde o Srotapanna até o Estado de Buda. Deve-se saber que é devido a dar ouvido ao Dharma que alguém chega ao Dharma Maravilhoso.”

Sutra do Nirvana, Capítulo 31, Sobre o Bodhisattva Rei Altamente-Virtuoso 5.

O Bom Amigo do Via

“Oh bom homem! Um bom médico é bem versado nas oito artes medicinais. Quando ele vê um paciente, ele não vê a sua casta, retidão da atitude ou feiúra, riqueza ou tesouros. Ele cura a todos. Assim dizemos ‘Grande Médico’. O mesmo é o caso com todos os Budas e Bodhisattvas. Eles vêem as doenças das impurezas de todos os seres, mas não sua casta, se bem trajados ou não, riqueza ou tesouros. Com uma mente de amor-benevolente, eles falam do Dharma. Ao ouvir isto, os seres acabam com as doenças das impurezas. Por essa razão, todos os Budas e Bodhisattvas são chamados Bons Mestres da Via. Ao acolher um Bom Amigo da Via, aproxima-se do Mahaparinirvana.”

Sutra do Nirvana, Capítulo 31, Sobre o Bodhisattva Rei Altamente-Virtuoso 5.

José Saramago

Minhas condolências aos familiares e amigos. Ah, senhor José Saramago! Que peça nos pregastes…

Como deve já ser do conhecimento de todos, faleceu na passada sexta-feira José Saramago, aos 87 anos, primeiro vencedor de língua portuguesa do prémio Nobel de literatura. Saramago morreu em sua casa em Lanzarote, nas ilhas de Canárias, Espanha, após uma longa doença. Segundo a Fundação José Saramago: "o escritor faleceu na companhia de sua família, despedindo-se de um modo sereno e tranquilo". O que talvez nem todos saibam é que José Saramago fa … Leia mais

via WordPress.com em Português

Doce Chuva do Dharma

“Como uma ilustração: todas as árvores medicinais, todas as florestas, cereais, cana-de-açúcar, flores e frutos da grande terra estão prestes a morrer ao deparar com uma longa estiagem, até que os reis naga, Nanda e Upananda, sentindo piedade das pessoas, saiam do grande mar e concedam a doce chuva. E todas as florestas e matas, centenas de cereais, gramas e árvores recebem a umidade e voltam a viver. Com todos os seres é a mesma situação. Quando as raízes da bondade estão prestes a desaparecer, todos os Budas e Bodhisattvas promulgam o amor-benevolente e fazem com que a chuva do amrta [ambrosia – imortalidade] caia do oceano da Sabedoria e permita que todos os seres se aperfeiçoem nas dez boas ações. Por essa razão, chamamos todos os Budas e Bodhisattvas de Bons Mestres da Via.”

Sutra do Nirvana, Capítulo 31, Sobre o Bodhisattva Rei Altamente-Virtuoso 5.

Por Que Bons Médicos

“Também, além disso, o Bodhisattva e todos os Budas são bons médicos. Por quê? Eles conhecem doenças, remédios e prescrevem remédios de acordo com as doenças. Por exemplo, um bom médico é bem versado nas oito coisas. Primeiro, ele vê a natureza das doenças, a qual (natureza) é tríplice. Quais são as três? Elas são: ar, calor e água. Para alguém que sofra do ar ele dá a manteiga; para alguém que sofra de febre ele dá açúcar; para alguém que sofra da água ele dá uma decocção (infusão) de gengibre. Ele conhece a causa das doenças, dá remédios, e segue-se a cura. Assim dizemos ‘bom médico’. É o mesmo com o Buda e os Bodhisattvas. Eles sabem que todos os seres possuem os três tipos de doenças, as quais são: cobiça, ira e ignorância. Para alguém que sofra da doença da cobiça é ensinado meditar sobre ossos brancos; àqueles que sofrem da doença da ira é ensinado o amor-benevolente; àqueles que sofrem de ignorância é ensinado meditar sobre os 12 elos do surgimento interdependente. Dessa forma, chamamos todos os Budas e Bodhisattvas de Bons Mestres da Via. Oh bom homem! Por exemplo, uma vez que um mestre marinheiro conduza as pessoas na travessia até a outra margem, o chamamos de Grande Mestre Marinheiro. É o mesmo com todos os Budas e Bodhisattvas. Eles conduzem todos os seres na travessia do grande oceano do nascimento e da morte. Assim, eles são Bons Mestres da Via.”

Sutra do Nirvana, Capítulo 31, sobre o Bodhisattva Rei Altamente-Virtuoso 5.

Sutra do Nirvana – Cap. 28 – Bodhisattva Rei Altamente-Virtuoso 2

“É difícil nascer como humano. Isto pode ser comparado ao desabrochar da flor de Udumbara. Mas agora o alcancei [isto é, o estado de um ser humano]. É difícil encontrar o Tathagata, mas agora o encontrei. É difícil ver e ouvir o tesouro prístino do Dharma, mas agora o ouvi. Isto é como acontecer de uma tartaruga cega encontrar um buraco num pedaço de madeira flutuante. A vida é muito mais breve e fugaz do que a água corrente de um córrego da montanha. Vive-se hoje, mas não se pode ter a certeza do amanhã. Como alguém pode abandonar o seu pensamento por aquilo que está errado? O auge da vida se esvai tão rapidamente quanto um cavalo galopante. Como pode alguém depender [do que é transitório] e ser arrogante? É como a situação onde um demônio senta-se à espera da realização das ações erradas por um humano. É o mesmo com os demônios dos quatro grandes elementos. Eles sempre vêm e procuram por alguma falha de alguém. Como pode alguém oferecer oportunidade para as más sensações?”

Leia mais em …

Conteúdo deste Capítulo:

Os Descaminhos dos Sentidos

A Sabedoria da Mente Desperta

Os Incessantes Sofrimentos da Vida e da Morte

A Parábola do Pote de Óleo

O Encanto Maravilhoso do Grande Nirvana

Meu Verdadeiro Discípulo

A Conduta de um Sábio

O Eterno Buda Shakyamuni

O Ego do Bodhisattva

Elefantes e Amigos

As Três Más Percepções

A Percepção do Bodhisattva

A Tartaruga Cega e o Tronco Flutuante

Por Que Bons Mestres da Via

“O Dharma é o Eterno, o Êxtase, o Eu e o Puro; não-nascimento, não-envelhecimento, não-doenças, não-morte, não-fome, não-sede, não-sofrimento, não-preocupação, não-retroação e não-afogamento (na travessia para a outra margem?).

Oh bom homem! Alguém que conheça o significado do Grande Nirvana percebe o fato de que todos os Budas não entram definitivamente no Nirvana.

Oh bom homem! Os mais supremos e verdadeiros Mestres da Via são o assim chamado Bodhisattva e todos os Budas-Honrados-pelo-Mundo. Por quê? Porque eles são sempre bem treinados nas três coisas. Quais são as três? A primeira é (o uso de) palavras extremamente gentis; a segunda é exprobrar extremamente; e a terceira é (o uso de) palavras gentis e exprobração. Devido a isto, os Bodhisattvas e os Budas são os melhores Bons Mestres da Via.”

Sutra do Nirvana, Capítulo 31, Sobre o Bodhisattva Rei Altamente-Virtuoso 5.

« Older entries

%d blogueiros gostam disto: