Paciência, a Condição Necessária

Paciência, a Condição Necessária

10/08/2018

Bom dia! Dôra continua bem e tranquila. Os médicos têm dito que seu estado geral é bom e os resultados da cultura também. Essas são as condições para avançarmos, passo-a-passo, sendo portanto boas notícias, não é? A paciência fará o resto. Bom dia!

Sobre Andar mais Depressa nos Afazeres

Sobre Andar mais Depressa nos Afazeres

09/08/2018

Bom dia! Encontrei Dôra muito bem, mais alegre e vivaz. Foi eliminada a causa de uma reação alérgica que ela vinha apresentando e, com isso, seu aspecto físico melhorou muito. Também, não teve febre à noite, sendo esta a melhor notícia enquanto aguardamos os resultados da cultura. É contagiante! Até comecei a andar mais depressa nos afazeres, talvez para chegarmos mais rápido onde desejamos, não importa quão longe esteja.

Vou contar um caso:

Certa vez, estive com um consultor japonês e teci o seguinte comentário: “Impressionante como o Japão saiu da destruição da guerra para tornar-se essa potência”. Ao que ele me respondeu: “Pois é, Sr. Marucos (sic)! Essa potência já estava na mente do povo japonês diante daquela humilhação que jamais esqueceremos. Não permita que o povo do seu país mentalize a derrota como futuro, destruindo um ao outro num salve-se quem puder”.

Essa é a mensagem que uma Dôra sorridente me incumbiu de lhes passar hoje. Bom dia!

Amor, Compaixão e Doação

Amor, Compaixão e Doação

08/08/2018

Bom dia! Dôra está bem, e até a colocamos sentada durante uma hora hoje. Ontem foi um dia corrido, denso. Tarde da noite, quando me colocava a deitar, me veio à memória:

“Quando fores te engajar em um caminho, pergunta a ti mesmo se esse caminho possui um coração”, disse Dom Juan, o iniciador de Carlos Castañeda no livro “Os Ensinamentos de Don Juan”.

Se não o possuir, abandone-o por completo.

A segunda parte não está entre aspas porque puxei da memória. Naquela ocasião, coração para mim era como uma paixão. Hoje, coração para mim é como bem-querer. Enquanto paixão pressupõe reciprocidade, o quanto se vai ganhar; bem-querer é sempre na direção dos outros, e se exerce através da compaixão e verdadeiro espírito de retribuição/doação.

Por essa razão, é bom relermos os livros da nossa juventude, pois muito do que aprendemos lá pode ter sido através de uma visão distorcida. Isso pode mudar tudo, inclusive o que entendemos ser o amor e a felicidade. Dôra está de volta ao meu coração, livre de todas as rusgas e marcas da luta que somos obrigados a travar, não por escolha, mas pela edificação de algo que seja sólido e verdadeiro em nossas vidas. E isso não é fácil. Espero que não se ofendam, pois não sou, e nem tenho a pretenção de ser um iniciador como Don Juan, sou apenas o aprendiz que voltou depois de muita luta, e que busca acolhimento na amizade de vocês. Paz e bom dia!

Rei da Medicina

Rei da Medicina

07/08/2018

Bom dia! Dôra segue em constante melhora. É visível e clara a sua evolução. No entanto, sua percepção extra-sensorial me surpreendeu ao descrever-nos quem a visitou. Não cabem aqui detalhes sobre a desconcertante descrição que nos fez da sua visão, mas não posso me furtar de louvar a grandeza da Fé de todos vocês em união aqui. A Força está conosco! Só temos que seguir corajosamente. Bom dia!

07/12/2018 – Pós-escrito

O que foi a visão de 07/08/2018 acima

Dôra me disse:

– Marcos, eu vi o Bodhisattva Rei da Medicina!

Tomei um susto e exclamei quase em lágrimas:

– Como Dôra?

– Ele veio aqui. Estava com três pipetas na mão.

– Dôra, por favor, você tem certeza do que está falando? Estou desconcertado!

– Por quê, Marcos?

– Porque era ele mesmo, Dôra! Essas três pipetas são a Cor, o Aroma e o Sabor do remédio excelente descrito pelo Buda no Sutra de Lótus, do qual o Bodhisattva Rei da Medicina é o Repositório e Guardião. Tome o remédio, Dôra!

– Como Marcos?

– Através da Fé. Não questione nada. Tome o remédio! Tenho que ir embora, estou desconcertado!

Paula estava lá nesse dia, e ajudou-me muito no entendimento do que Dôra estava falando. Fez as anotações no caderno diário sobre o significado das três pipetas.

O que diz a passagem do Sutra de Lótus:

“Vendo seus filhos em tal agonia, o pai consultou suas receitas médicas
e, então, procurou por finas ervas, boas na cor, no aroma e no sabor. Ele então
as moeu, peneirou-as, misturou-as e deu aquele composto para seus filhos
tomarem. E disse-lhes: ‘Este é um excelente remédio de boa cor, aroma
e sabor. Tomem-no. Sua agonia será aliviada e não sofrerão mais tormento’.
Alguns entre as crianças não haviam perdido seu sentido. Vendo aquele
fino remédio com sua boa cor e aroma, imediatamente tomaram-no e sua
doença foi curada completamente.” – Sutra da Flor de Lótus da Lei Maravilhosa – Capítulo 16 – A Duração da Vida do Tathagata.

 

A Longa Caminhada

A Longa Caminhada

06/08/2018

Bom dia! Dôra está bem e tranquila, ao meu ver, sem maiores intercorrências em seu estado clínico, significando que sua permanência no quarto em constante melhora vai se consolidando. Dessa forma, vamos nos preparando para a longa caminhada. Bom dia!

Abaixo, “A Longa e Sinuosa Estrada” – The Beatles. Se Deus fez eternas as canções, que dirá a nós que somos suas cordas vocais e mãos.

Fonte: https://www.last.fm/music/The+Beatles/_/The+Long+and+Winding+Road

 

Pegadas na Areia

Pegadas na Areia

05/08/2018

Estive com Dôra esta manhã, e ela está bem. Teve uma febre no início da manhã, mas está tudo sob controle. Queridas e queridos, estamos naquela parte do caminho onde só há uma pegada. Para quem não conhece, ou não se recorda dessa história, por favor, dediquem o seu domingo para ler, recordar e refletir sobre o poema “Pegadas na Areia” no link abaixo, e amanhã estaremos mais fortes e unidos em pensamento único.

https://paginas.fe.up.pt/~fsilva/port/pegadas.htm

Bom dia!

Oração – Um Tributo à Maria Auxiliadora – Dôra

Assista a “Vander Lee – Alma Nua” no YouTube

Saudade de Vander Lee, Saudade de Dôra!

 

%d blogueiros gostam disto: