Meditando sobre ‘Pés’

Todos os temos! Até aqueles alados, que podem voar. Daqueles que nadam, são feitos nadadeiras. Não há seres viventes sem ‘pés’, exceto os que rastejam. Então, não pode haver vida sem chão, sem ares e águas onde possamos nos apoiar. Pense!

Chão, ares e águas a se oporem a todos os movimentos dos que vivem, e não há como separar a parte que se opõe, da parte que nos impele. A mesma água, chão e ar da resistência ao nosso deslocar, são apoio das braçadas, passos e bater de asas a nos impelirem. Sim, a nos projetarem para o tempo futuro, o amanhã.

Quer saber sobre o futuro? Será o quê aqueles passos que você deu ali atrás determinaram. O chão era o mesmo que apoiava os passos daquele que, hoje, você diz ter mais sorte. O chão era o mesmo. Os passos foram os que você escolheu. A “sorte” não está na colheita, mas no plantio! Observe como sempre há ‘Caminhos’ e ‘Caminhadas’ na retórica dos mais Honrados pelo Mundo!

Em 07/08/2020.

%d blogueiros gostam disto: