Um Olhar Sem Distinções – II

Pensar o mundo Saha como sendo um caldo,
um caldo borbulhante num cadinho,
um cadinho com a forma de um cálice,
um cálice de cristal,
um cristal perfeito e,
indistintamente, tudo dentro.

E o mundo do Buda?
É este Cálice Vazio do Cristal Perfeito[1].

Cristal Perfeito

Foto de Marcos Ubirajara em 27/02/2006. Local: Sítio da Dôra.


[1] Iniciado em 30/06/2006 às 05:00 hs, foi concluído em 16/01/2007 às 02:00. Cristal = Dharma = Lei; Perfeito = Sad = Correto; Sadharma = Dharma Correto; Cálice = Flor do Lótus; Vazio = Branco = Ausente; Cálice Vazio = Lótus Branco = Pundarika. Cálice Vazio do Cristal Perfeito = Flor de Lótus da Lei Maravilhosa = Sadharma Pundarika = Mundo do Buda.

Abertura – II

Benvindo à Trilha do Grande Veículo.

Flor de Lotus

Foto: André Felipe L. de C. e Camargo – Local: Sítio da Dôra

Prezados(as),

Esta é a Flor de Lótus. Vem do sânscrito “Pundarika” que, a rigor, quer dizer “Lótus Branco“. Floresce no lodo, que tem seu análogo nas circunstâncias que cercam a vida neste mundo Saha, mas dele não se aparta, revelando assim a pureza inerente à vida de todos os seres.

Nota: Saha quer dizer “Mundo da Tolerância“. Um mundo desigual, onde as impurezas e seus derivados são disputados como bens de vida.

%d blogueiros gostam disto: