Flor Mística – II

Pétala de uma flor mística,
sedosa e transparente,
por que pensas que estou ausente?

Flor M?stica

Um Olhar Sem Distinções – II

Pensar o mundo Saha como sendo um caldo,
um caldo borbulhante num cadinho,
um cadinho com a forma de um cálice,
um cálice de cristal,
um cristal perfeito e,
indistintamente, tudo dentro.

E o mundo do Buda?
É este Cálice Vazio do Cristal Perfeito[1].

Cristal Perfeito

Foto de Marcos Ubirajara em 27/02/2006. Local: Sítio da Dôra.


[1] Iniciado em 30/06/2006 às 05:00 hs, foi concluído em 16/01/2007 às 02:00. Cristal = Dharma = Lei; Perfeito = Sad = Correto; Sadharma = Dharma Correto; Cálice = Flor do Lótus; Vazio = Branco = Ausente; Cálice Vazio = Lótus Branco = Pundarika. Cálice Vazio do Cristal Perfeito = Flor de Lótus da Lei Maravilhosa = Sadharma Pundarika = Mundo do Buda.

Inteligência

Chamar uma pessoa de inteligente é como pregar cartazes em parede: o cartaz suja a parede.

Marcos Ubirajara.

28/12/2010.

Folhas de Outono

Os olhos do mundo indagam a mim: “Como estás?”

Respondo: “Bem!”

Em termos dos valores mundanos: arruinado.

Em termos do Supramundano: não tenho olhos para ver.

Em termos dos votos passados: leve como folhas de outono.

Pronto para voar!

Marcos Ubirajara.

Em 25/01/2012.

O Japão Que Emerge Será Melhor

O Japão que emerge será melhor

Foto de Marcos Ubirajara em 12/03/2011

the japan which emerges will be better.mp3

O Mais Profundo Eu Somos Nós

Libertando-se das Amarras

Quem amaria soldados?

Com pesados capacetes amarrados sobre as cabeças,
Com pesados pentes de balas amarrados sobre o peito,
Com pesados fuzis amarrados aos braços,
Com pesados cinturões de granadas, punhais e pistolas amarrados sobre a cintura,
Com pesados coturnos amarrados aos pés.

Quem os amaria?

Deve-se começar pela cabeça.
Uma mente liberta logo se desfaz dos outros pesares,
Libertando corações, braços, mãos, quadris e pernas.

Para nunca mais o temor das batalhas,
O negror dos blackouts,
O furor dos tanques.

Então,
Uma brisa suave fará tremular os dosséis da paz.
Sentirás o potente, seguro e profundo som do Dharma,
Propagando-se através de ti, como num diapasão.

Não olhes para trás,
Para a cidadela em chamas do mundo tríplice.

Leia mais em O Mais Profundo Eu Somos Nós.

the deepest me are us.mp3

 

O Mais Profundo Eu Somos Nós

Click na imagem para leitura ou download.

Conteúdo deste volume:

Budismo e Meio Ambiente. 7

O Homem e o Meio Ambiente. 9

1ª. Parte. 9

2ª. Parte. 11

3a. Parte. 15

A Devastação do Meio Ambiente. 17

Budismo e Sociedade. 19

A Energia Nuclear e a Paz Mundial. 21

1ª. Parte. 21

2ª. Parte. 24

Corrupção e Inconsciência. 28

Naufrágio nas Profundezas de Samsara. 33

Danny Preach. 35

A Origem de um Lugar Sagrado. 38

Um Lugar Sagrado Pode Adoecer. 39

Budismo e Reflexões. 43

O Mais Profundo Eu Somos Nós. 45

A Verdadeira Entidade de Todos os Fenômenos – 1ª. Parte. 45

A Verdadeira Entidade de Todos os Fenômenos – 2ª. Parte. 47

O Fim do Mundo. 50

1ª. Parte. 50

2ª. Parte. 53

A Cura. 57

A Tinta Acabou. 57

Budismo, Religião e Física.. 59

Religião? O que é?. 61

1ª Parte. 61

2ª Parte. 63

3ª Parte. 64

4ª Parte. 65

As Três Verdades. 67

1ª parte. 67

2ª parte. 68

3ª parte. 70

Budismo, Ciência, Razão e Sonhos. 73

O Quê a Ciência Não Viu e as Três Grandes Barreiras. 75

A Razão, do Abrangente ao Restrito. 77

Um Sonho Sobre o Passado. 81

Carta a Um Amigo. 82

A Caixa Preta. 84

A Visão de 29 de Agosto. 85

Uma Metáfora da Torre de Tesouro. 86

O Supramundano. 87

Budismo, Cartas, Sonhos e Paradoxos. 89

Resposta a William Garcia. 91

Resposta a Mattuzalem Lopes Cançado. 93

O Teorema da Convolução no Budismo. 94

As Perambulações de Um Aprendiz. 95

Fato Relevante. 96

O Grande Benefício de um Pai 97

Os Inimigos Mortais da Paz Mundial e dos Direitos Humanos. 98

Diante da Ira e da Provocação. 98

O Paradoxo de Zenon no Budismo. 99

Resposta a Filipe. 101

Resposta a William Garcia. 103

Resposta ao Sacerdote Gyoen Campos. 105

Budismo, Crise e Meditação.. 107

Cem Anos da Imigração Japonesa no Brasil. 109

Carta aos Imigrantes Japoneses. 109

As Virtudes Douradas dos Grandes Bodhisattvas. 111

O Bolo Consumista: A Fórmula da Crise Americana. 112

O Segredo da Não Distinção. 113

Tozan. 115

Monólogo no Exílio. 117

A Terceira Guerra Mundial. 117

Poemas do Dharma.. 119

Um Olhar Sem Distinções. 121

Flor Mística. 122

Ode ao Ideal Supremo [1] 123

O Pico da Águia. 123

Quântica. 124

Cristal Perfeito. 125

Ver o Buda. 127

A Última Barreira. 128

O Sutra do Cálice Vazio do Cristal Perfeito. 128

Libertando-se das Amarras. 129

As Águas do Vasto Oceano. 130

A Solidão do Buda. 132

Meditação. 132

Ventos de Samsara. 133

O Rei do Vazio. 134

Fotossíntese. 134

Sementes da Paz. 136

Cultivares da Grande Compaixão. 136

Doenças. 136

Vida à Vida. 137

A Ascensão do Tolo. 137

A Árvore do Bodhi 138

A Síndrome do Eu. 138

Inteligência. 139

O Japão Que Emerge Será Melhor. 139

Lótus e Pedras. 140

Folhas de Outono. 142

Glossário de Nomes e Termos. 143

Referências Bibliográficas. 143

 

A Síndrome do Eu

O Eu individual ‘não-é’,
porque morre e não tem um lugar para ir, ou estar.
Mas, ‘é’ porque constitui o mundo fenomenológico.

O Eu eterno ‘é’,
pela sua qualidade de eterno.
Mas, ‘não-é’ ou está aqui, ou acolá,
pemanecendo em tudo, fenomenologicamente.

Em 31/08/2010.
23:00 hs.

the self syndrome.mp3

A Árvore do Bodhi

Sem a seiva da árvore,
uma folha seca rapidamente.
Este é o profundo significado
da não-retroação do Bodhisattva.

Marcos Ubirajara.
Em 30/06/2010.

A Ascensão do Tolo

Quando o tolo começa a subir na vida, o primeiro peso que ele deixa para trás é a idéia de igualdade.

Em 11/05/2010
13:00 hs.

Nota: mais tarde, ele lembrará da impermanência de todas as coisas. Será tarde demais para se remir.

Vida à Vida

Posso sair desse mundo sem nada. Afinal, dos Cinco Skandhas, o que se pode carregar?

Mas, não devo sair desse mundo como sou: impuro e ignorante.

Pois, que marcas imprimirei no barro das vidas futuras?

Nota: Cinco Skandhas são a forma, sensações, percepções, formações mentais e consciência de um humano.

Em 27/04/2010.
23:30 hs.

« Older entries

%d blogueiros gostam disto: