Os Benefícios da Alegre Concordância

“Suponha que em quatro milhões de kotis de asamkhyas de mundos, em meio a seres viventes dos seis caminhos da existência[1] e dos quatro tipos de nascimentos que são o ovo, o útero, a umidade e a transformação[2]; aqueles com forma, aqueles sem forma, aqueles racionais, aqueles irracionais, aqueles não totalmente dotados de raciocínio, aqueles não totalmente desprovidos de raciocínio, aqueles sem pernas, aqueles com duas pernas, aqueles com quatro pernas, aqueles com muitas pernas, e assim por diante; haja uma pessoa que em busca de bênçãos dê-lhes todo o tipo de coisas agradáveis que eles desejem, dando a cada ser um continente Jambudvipa inteiro repleto de ouro, prata, lápis-lazúli, madrepérola, carnelian, coral e âmbar, gemas preciosas e raras, bem como elefantes, cavalos, carruagens, palácios e pavilhões feitos dos sete tesouros”.

 “Este grande filantropo, dessa forma, concedeu doações durante oitenta anos completos. Então ele pensou: ‘Já dei aos seres viventes essas muitas coisas agradáveis de acordo com os seus desejos. Todavia, esses seres viventes estão velhos e decrépitos, com mais de oitenta anos de idade, cabelos brancos e faces enrugadas. A hora da sua morte não está longe. Instrui-los-ei através da Lei Búdica’”.

 “Ele então reuniu os seres viventes e expôs-lhes a Lei para instruí-los, concedendo-lhes benefícios e agradando-lhes tanto que todos eles alcançaram o caminho do Srotaapanna, o caminho do Sakridagamin, o caminho do Anagamin e o caminho do Arhatship[3], eliminando todas as falhas, obtendo conforto em todas as profundas concentrações Dhyana, e alcançando as oito emancipações”.

 “O quê você pensa? Seriam grandes ou não os méritos e virtudes deste grande filantropo”?

Maitreya disse ao Buda: “Honrado pelo Mundo, os méritos e virtudes desta pessoa seriam extremamente grandes, imensuráveis e ilimitados. Se o filantropo tivesse dado aos seres somente brinquedos, seus méritos e virtudes já seriam ilimitados. Quanto mais seriam se ele os habilitou a atingirem a fruta do Arhatship”!

O Buda disse a Maitreya: “Eu agora lhe direi plenamente: os méritos e virtudes obtidos por esta pessoa, que doou brinquedos para seres viventes dos seis caminhos da existência em quatro milhões de kotis de asamkhyas de mundos, e que além disso levou-os a obter a fruta do Arhatship, não se iguala aos méritos e virtudes da qüinquagésima pessoa que ouviu mesmo que um simples verso do Sutra da Flor de Lótus da Lei Maravilhosa e alegrou-se em concordância com ele[4]. Seu mérito não se iguala à centésima parte, à milésima parte, a uma centésima milésima miríade milionésima parte, e assim por diante, até que ela não possa ser expressa ou conhecida através do cálculo ou analogia”.

 “Ajita! Os méritos e virtudes da qüinquagésima pessoa que ouviu o Sutra da Flor de Lótus da Lei Maravilhosa e alegrou-se em concordância com ele são ilimitados, incomensuráveis e incalculáveis. Quanto mais não os são os méritos e virtudes daquele que em meio à assembléia o ouviu pela primeira vez e alegrou-se em concordância com ele. As bênçãos daquela pessoa serão supremas, sem limites, sem medida, sem expressão e além das comparações”.


[1] Correspondendo aqui aos 6(seis) mundos inferiores (do estado de inferno ao estado de alegria).

[2] Estes são os quatro tipos de nascimentos, ou as quatro formas através das quais os seres viventes vêm a existir.

[3] Na ordem, Srotaapanna – morre e renasce sete vezes e, finalmente, alcança o estado de Arhat; Sakridagamim – ascende aos céus (depois da morte), regressa uma vez mais à terra e obtém, então, o estado de Arhat; Anagamim – no fim da vida ascende ao 19o. paraíso e alcança o estado de Arhat; Arhat – é um santo capaz de viajar pelo espaço e assumir diferentes formas. Sua vida é eterna e representa o último estágio alcançado através das práticas dos ensinos que tratam dos aspectos transitórios dos fenômenos. Na ordem, seguem os ensinos que incorporam os aspectos da não-substancialidade aos da transitoriedade. Finalmente, seguem os ensinos do que incorporam o conceito do caminho médio aos aspectos da não-substancialidade e da transitoriedade.

[4] Nesta passagem o Buda faz a distinção entre todos os méritos e virtudes auferidos por aquele filantropo que proporcionou aos incontáveis seres viventes em quatro milhões de kotis de asamkhyas de mundos alcançarem o estado de Arhat, beneficiados pelos ensinos provisórios; e os benefícios auferidos por uma única qüinquagésima pessoa que ouve apenas um verso do Sutra da Flor de Lótus da Lei Maravilhosa (um ensino para instruir Bodhisattvas) e o aceita com alegre concordância. Por que os méritos e virtudes auferidos por aquele filantropo não superam aqueles de uma qüinquagésima pessoa que ouve apenas um verso do Sutra da Flor de Lótus da Lei Maravilhosa e o aceita com alegria? Ora, porque aqueles ensinos dirigidos para os seres dos seis mundos não os conduzem à Budeidade. Conduzem, quando muito, ao mundo celestial, sendo esses caminhos ainda dominados pela transitoriedade e pela impermanência de todos os fenômenos, até atingir o estado de Arhat (“aquele que venceu os inimigos”, venceu os demônios do nascimento, da velhice, da doença e da morte, através das práticas do pequeno veículo; ou seja, através das práticas para si). Estamos falando da transposição do ciclo da vida e da morte – que aprisiona os seres dos seis mundos – para o nirvana provisório. Este estado de Arhat é também chamado de estado de erudição ou ouvinte, sétimo estado ou o primeiro dos quatro nobres caminhos (Erudição, Absorção, Bodhisattva e Buda).

Extraído do CAP. 18: Os Méritos e Virtudes da Alegre Concordância.

Alegre Concordância
Foto de Marcos Ubirajara. Local: Sítio da Dôra em 30/09/2007.

Por muccamargo

Físico, Mestre em Tecnologia Nuclear USP/SP-Brasil, Consultor de Geoprocessamento, Estudioso do Budismo desde 1987.

Deixar um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s