As Raras Delícias do Rei d’Outras Terras

O Bodhisattva Kashyapa disse ao Buda: “Oh, Honrado pelo Mundo! Mais cedo ou mais tarde, pessoas caluniarão este sutra. Oh, Honrado pelo Mundo! Quais pessoas boas e puras virão e salvarão aqueles que cometerem tais calúnias?”.

O Buda disse a Kashyapa: “Oh, bom homem! Durante os 40 anos após o meu Nirvana, este sutra florescerá no Jambudvipa. Então, ele desaparecerá. Oh, bom homem! Por exemplo, na terra onde podemos obter a cana de açúcar, arroz, caramelo, manteiga, nata (creme) e sarpirmanda, as pessoas dirão: ‘Este é o melhor de todos os sabores’. Ou pode haver pessoas que estejam vivendo em meio a uma roça de painço e capim, e que podem dizer que aquilo que eles comem é a melhor de todas as comidas. Essas são pessoas de má sorte, devido à sua retribuição cármica. Os ouvidos dos afortunados nunca ouvirão falar de celeiros de painço ou de capim. O que eles ouvirão será farelo de arroz, cana de açúcar, caramelo e sarpirmanda. O mesmo é o caso com esse maravilhoso Sutra do Grande Nirvana. Aqueles nascidos ignorantes e desafortunados não desejarão ouvi-lo, tal como aquelas pessoas, que são estúpidas e de pouca sorte, odeiam farelo de arroz e caramelo. Isto é assim com as pessoas dos dois veículos (Sravakas e Pratyekabudas), que odiarão esse insuperável Sutra do Nirvana.

Mas, há pessoas que se sentem gratificadas ao ouvir este sutra e que, tendo ouvido-o, sentirão prazer e não o caluniarão. Elas são como aquelas pessoas de boa sorte que comem farelo de arroz. Oh, bom homem! Por exemplo, existe um rei que vive nas profundezas das montanhas, num lugar localizado num precipício, de difícil acesso. Ele tem cana de açúcar, farelo de arroz e caramelo, mas uma vez que essas coisas são difíceis de obter, ele regateia e as esconde, e não as come. Temendo que elas possam acabar, ele come somente painço e capim. Então, o Rei de uma terra diferente, ouvindo sobre isto e sentindo piedade, manda farelo de arroz e cana de açúcar para ele.

O rei as recebe e as divide entre as pessoas da sua terra, que as consomem. Após comê-las, estão todos satisfeitos e dizem: ‘Por causa daquele Rei, agora fomos abençoados com esta comida’. Oh, bom homem! O mesmo se passa com os quatro tipos de pessoas. Eles tornam-se generais deste grande ensinamento. Um dos quatro tipos de pessoas vê que incontáveis Bodhisattvas de outros países estudam, copiam, ou possuem outras cópias de sutras Mahayana deste tipo visando ganhos, fama, conhecimento, proficiência ou para transação com outros sutras; mas que eles não falam deles (dos sutras Mahayana) para os outros. Sendo assim, ele (um dos quatro tipos de pessoas) pega este sutra Todo-Maravilhoso e o dá para os Bodhisattvas, tal que eles possam aspirar o Bodhichitta Insuperável e descansar pacificamente na Iluminação. Um Bodhisattva, ao obter esse sutra, fala dele aos outros que, através dele, tornam-se abençoados com a amrta [‘amrta’ – Ambrosia – o estado de imortalidade] do ensinamento Mahayana. Tudo isto é o que tem sido levado adiante por este único Bodhisattva (um dos quatro tipos de pessoas). Ele permite aos outros ouvirem o que eles não ouviram antes. Isto é como a pessoa que, através do poder daquele Rei, degusta raras delícias. O caso é similar.

Também, oh bom homem! Onde quer que esse Todo-Maravilhoso Sutra do Grande Nirvana vá, aquele lugar – saiba você – é indestrutível. As pessoas que vivem lá também são igualmente adamantinas. Qualquer pessoa que ouça este sutra atingirá a Iluminação insuperável e nunca regredirá dela. Tais pessoas obterão o que quer que desejem ter. Oh, vocês Monges! Guardem bem o que digo para vocês hoje. Quaisquer pessoas que não ouçam este sutra são, vocês devem saber, dignas de pena. Por que é assim? Porque tais pessoas não podem guardar o profundo significado de um sutra Mahayana como este”.

Excerto do Sutra do Nirvana, CAP. 08: Sobre os Quatro Fidedignos.

Por muccamargo

Físico, Mestre em Tecnologia Nuclear USP/SP-Brasil, Consultor de Geoprocessamento, Estudioso do Budismo desde 1987.

Deixar um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: