A Casa do Sol Nascente

Aos meus treze anos, em pleno ginasial, essa música “explodiu” em sucesso. Eu a adorava e nada, ou quase nada, sabia de inglês. Mas, com uma força avassaladora dentro de mim, fazia-me sentir a necessidade de mudar o mundo. Eu, menino pobre, pensava em viagens intergalácticas, pensava em ser como os jovens do primeiro mundo: “drogas e rock in roll”. Não sabia, entretanto, que aqueles jovens já falavam como meus pais, já iam fartos da sua própria “liberdade”, que eu tanto desejava. É assim, é assim! O sol nascerá enquanto vivermos. E, enquanto vivermos, nascerá o sol.

Eis o que dizia a música:

Há uma casa em New Orleans,
chamam-na “Sol Nascente”.
Ela tem sido a ruína de muitos meninos pobres,
e Deus, eu sei que sou um deles.

Minha mãe era uma costureira,
ela cosia os meus jeans novos.
Meu pai era um homem do jogo,
em New Orleans.

Ora, a única coisa que um jogador precisa
é uma maleta e um estojo.
E o único momento em que estará satisfeito
será quando estiver bêbado e decadente.

Oh mamãe, aconselhe seus demais filhos
a não fazerem o que eu fiz:
desperdiçar suas vidas no pecado e miséria,
na Casa do Sol Nascente.

Bem, estou com um pé na plataforma,
e o outro no trem.
Eu estou de volta para New Orleans,
para emaranhar-me naquela prisão.

Há uma casa em New Orleans,
chamam-na “Sol Nascente”.
Ela tem sido a ruína de muitos meninos pobres,
e Deus, eu sei que sou um deles.

Autor incerto, eternizada por The Animals (Eric Burdon e sua trupe).

Tradução livre por Marcos Ubirajara do original abaixo:

There is a house in New Orleans
They call the Rising Sun
And it’s been the ruin of many a poor boy
And God I know I’m one

My mother was a tailor
She sewed my new blue jeans
My father was a gamblin’ man
Down in New Orleans

Now the only thing a gambler needs
Is a suitcase and trunk
And the only time he’s satisfied
Is when he’s on a drunk

Oh mother tell your children
Not to do what I have done
Spend your lives in sin and misery
In the House of the Rising Sun

Well, I got one foot on the platform
The other foot on the train
I’m goin’ back to New Orleans
To wear that ball and chain

Well, there is a house in New Orleans
They call the Rising Sun
And it’s been the ruin of many a poor boy
And God I know I’m one.

Sei lá….

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: