A Iluminação de Todos os Seres das Dez Direções

Naquela ocasião, na presença de Manjushri e outros, ilimitadas centenas de milhares de miríades de kotis de Bodhisattvas Mahasattvas que há longo tempo residiam no mundo Saha, bem como dos Monges, Monjas, Leigos, Leigas, seres celestiais, dragões, yakshas, gandharvas, asuras, garudas, kinnaras, mahoragas, humanos, não-humanos, e assim por diante; o Honrado pelo Mundo manifestou grandes poderes espirituais.

Ele estendeu sua vasta e longa língua até alcançar os céus Brahma. De todos os seus poros ele emitiu luzes de ilimitadas, incontáveis cores, e cujo poder de penetração iluminou os mundos das dez direções. Da mesma forma, todos os Budas sentados nos seus tronos de leão sob as árvores de jóias também estenderam suas vastas e longas línguas e emitiram ilimitadas luzes. Após o Buda Shakyamuni e os Budas sentados sob as árvores de jóias terem manifestado seus poderes espirituais durante cem mil anos[1], eles recolheram suas línguas. Então, eles tossiram e estalaram seus dedos, e aqueles dois sons por eles produzidos penetraram os mundos Búdicos das dez direções.

A terra tremeu de seis formas diferentes e os seres viventes naqueles mundos, sejam seres celestiais, dragões, yakshas, gandharvas, asuras, garudas, kinnaras, mahoragas, humanos, não-humanos, e assim por diante; através dos poderes espirituais do Buda, todos viram, no mundo Saha, os ilimitados, incomensuráveis centenas de milhares de miríades de kotis de Budas sentados em tronos de leão sob as árvores de jóias. Eles também viram o Buda Shakyamuni, junto com o Tathagata Muitos Tesouros, sentados no trono de leão dentro da torre de tesouros. Além disso, eles viram ilimitadas, incomensuráveis centenas de milhares de miríades de kotis de Bodhisattvas Mahasattvas, bem como as assembléias dos quatro tipos de crentes, reverentemente circundando o Buda Shakyamuni. Tendo visto isto, eles alegraram-se enormemente, tendo ganhado o que nunca tiveram antes[2].

 


[1] A nossa galáxia, a Via Láctea, tem a sua extensão maior estimada em cem mil anos luz. Isto significa que os raios de luz emitidos pelo Buda Shakyamuni e suas emanações, pelo período de cem mil anos, abrangeriam toda a galáxia chamada Via Láctea, com seus bilhões de estrelas e incontáveis mundos em todas as direções.

[2] Neste caso, o que nunca haviam possuído antes significa os olhos Búdicos: viram no mundo Saha. O que o Buda revela nesta passagem é a sua iluminação original, a iluminação de suas emanações e de todos os seres viventes naqueles mundos. Evidentemente, aqueles seres viram tal incontável número de Bodhisattvas e Mahasattvas por uma imposição da reciprocidade da via de Buda. Esse poder do Buda decorre da virtude revelada no Capítulo Vinte – O Bodhisattva Sem Desprezo.

Extraído do CAP. 21: Os Poderes Espirituais do Tathagata.

A Iluminação de Todos os Seres
Foto de Marcos Ubirajara. Local: Sítio da Dôra em 20/10/2007.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: