Amor Filial e Lealdade

“Os mais de três mil volumes de escrituras não-Budistas da China enfatizam, no seu todo, dois princípios, que são do amor filial e a lealdade ao soberano. Mas a lealdade nada mais é senão o amor filial estendido a pessoas fora da família. O amor filial pode ser descrito como elevado. Embora o céu seja elevado, não é mais que o ideal do amor filial. O amor filial pode ser chamado de profundo. Embora a terra seja profunda, não é mais que o amor filial. Os sábios e homens dignos são produtos de famílias onde se ensina o amor filial. Portanto, não há necessidade de dizer que as pessoas que estudam os ensinos do Budismo devem também observar o ideal do amor filial e compreender e cumprir suas obrigações. Os discípulos do Buda devem sem falha compreender os quatro tipos de obrigações (gratidão aos Pais, ao Mestre, aos Três Tesouros e ao Soberano) e saber como cumpri-las”.

Nitiren Daishonin em Abertura dos Olhos.

As Escrituras de Nitiren Daishonin, Vol. II.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: