Aquele que Flutua e Permanece

Almsbowl as used by bhikkhus for going on alms...

Tigela de donativos dos Monges ao esmolar. Imagem via Wikipedia

“O segundo tipo de pessoa compreende profundamente que ela não é perfeita na ação. Sendo não perfeita, ela se associa com um Bom Mestre da Via. Associando-se com um Bom Amigo, ela sente prazer em procurar aprender o que ela ainda não ouviu. Ao ouvi-lo, ela sente prazer em agir da maneira ensinada. Tendo recebido [essas instruções], ela sente prazer em meditar. Ao pensar bem a respeito, ela passa a viver de acordo com o Dharma. Como ela persiste no Dharma, o bem aumenta. Como o bem aumenta, ela não afunda mais. Isto é ‘permanência’.

Quem da Sangha são aqueles que correspondem a essa descrição? Eles são esses cinco Monges como Shariputra, Mahamaudgalyayana, Ajnatakaundinya e outros, os cinco Monges do grupo dos Yasas, e esses outros como Aniruddha, Kumarakashyapa, Mahakashyapa, Dasabalakashyapa, a Monja Kisagotami, a Monja Utpala, a Monja Superior, a Monja Verdadeiro-Significado, a Monja Manas, a Monja Bhadra, a Monja Pureza, a Monja Não-Retroação, o Rei Bimbisara, o homem rico Ugra, o homem rico Sudatta, Mahanama, o homem pobre Sudatta, o filho do homem rico Upali, o homem rico Jo, a Monja Destemida, a Monja Supratistha, a Monja Amante-do-Dharma, a Monja Valorosa, a Monja Céu-Conquistado, a Monja Sujata, a Monja Corpo-Perfeito, a Monja Vaca-Conquistada, a Monja Deserto, a Monja Mahasena. Todos esses Monges, Monjas, Leigos e Leigas podem bem ser chamados de ‘residentes’ [isto é, aqueles que permanecem].

Por que dizemos ‘permanece’? Porque essa pessoa sempre vê realmente a boa luz. Assim, quer o Buda tenha aparecido ou não no mundo, essa pessoa nunca faz maldades. Esse é o porquê dizemos ‘permanece’. Isto é como no caso no qual o peixe ‘timi’ busca a luz, não afunda e se esconde. Com todos esses seres, as coisas se procedem assim. Esse é o porquê Eu digo nos sutras:

‘Se uma pessoa realmente discerne os significados,
e com um pensamento intensivo busca
a fruição de um Shramana,
e se uma pessoa realmente exprobra todas as existências,
essa pessoa é alguém que vive
em concordância com o Dharma.

Se uma pessoa faz oferecimentos a inumeráveis Budas
e pratica a Via por inumeráveis kalpas,
e se abençoada com prazeres mundanos,
essa pessoa é alguém que reside no Dharma.

Se uma pessoa faz amizade com um Bom Mestre da Via,
ouve o Dharma Maravilhoso,
e se tem um bom pensamento em sua mente,
vive de acordo com a Via,
e busca a luz e pratica a Via,
aquela pessoa atinge a Emancipação
e vive em paz’.”

Leia Mais no Sutra do Nirvana, Capítulo 41 – Sobre o Bodhisattva Kashyapa 2.

one who comes up and abides.mp3

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: