O Desejo como uma Carne Esponjosa

“Oh bom homem! Quando o desejo é como a carne esponjosa de um furúnculo? Quando um furúnculo existe há longo tempo, surge uma carne esponjosa. A pessoa pacientemente tenta cura-lo e o pensamento sobre ele nunca deixa a sua mente. Se a pessoa lhe permite deixar seu pensamento (o esquece), a carne esponjosa aumenta e vermes podem surgir. Como resultado, a pessoa morre. O mesmo ocorre com os furúnculos dos mortais comuns e os ignorantes. O desejo cresce na forma de uma carne esponjosa. Temos que nos esforçar e curar essa carne esponjosa do desejo. Se não o fizermos, quando nossas vidas terminarem, os três reinos do infortúnio nos esperam. Mas o Bodhisattva não está entre esses. Este é o porquê dizemos que (o desejo) é como a carne esponjosa de um furúnculo.”

Excerto do Sutra do Nirvana, CAP. 20 – Sobre Ações Sagradas 2.

Por muccamargo

Físico, Mestre em Tecnologia Nuclear USP/SP-Brasil, Consultor de Geoprocessamento, Estudioso do Budismo desde 1987.

2 comentários

  1. A tradução que deveria ser feita não é com calosidade e sim do ponto de vista médico,com carne esponjosa que é um tecido conjuntivo vegetante que sangra fácil ao toque, tipo aquele que aparece no canto de unhas encravadas e em processos tipo furúnculo.

Deixar um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: