Fuga do Inferno

Rugido do Leão disse: “Oh Honrado pelo Mundo! Quem sofre pouco na presente vida aquilo que teria que sofrer no inferno?”

“Oh bom homem! Qualquer pessoa no mundo que pratique o corpo, o shila, a Sabedoria, e a mente, como estabelecido acima, e que veja que todas as coisas são vazias e tudo-igual, e que não veja Sabedoria, nem quem é sábio, nem ignorância, nem quem é ignorante, nem prática e nem quem pratica, essa pessoa é alguém que é sábio. Essa pessoa, de fato, pratica o corpo, o shila, a mente, e a Sabedoria. Tal pessoa realmente faz [com que] as retribuições cármicas no inferno se tornem pouco a ser sofrido nesta vida. Essa pessoa pode ter cometido o mais grave dos pecados, mas ela pensa sobre [o assunto], vê, torna-o leve, e diz: ‘O que fiz é de natureza grave. Mas, nada é melhor que boas ações. Por exemplo, 100 libras de flores sobre flores não podem, afinal, ser comparadas com um ‘ryo’ [unidade de peso ou dinheiro] de ouro verdadeiro. Pode-se bem jogar um ‘sho’ de sal dentro do Ganges, mas nenhum sabor salgado surgirá [disto] e ninguém que beba a sua água o sentirá. Um homem rico pode possuir 1.000 milhões de jóias e, todavia, ele não será preso e feito sofrer por conta disto. Ou um grande gandhahastin (elefante almiscarado) pode quebrar uma jaula de ferro, escapar e ser livre’. Assim é [também] com a pessoa que tem Sabedoria. Ela sempre pensa para si: ‘Eu tenho muito do poder do bem e pouco das más ações. Confesso e me arrependo, e acabo com a maldade. Se praticarmos a Sabedoria, o poder da Sabedoria crescerá, e o poder da ignorância diminuirá’. Pensando assim, ele aproxima-se de um Bom Mestre da Via e aprende a visão correta da vida. Se ele vê uma pessoa que protege, recita, copia e expõe os 12 tipos de sutras, ele sentirá respeito em seu pensamento e, além disso, lhe fará oferecimentos de coisas como roupas, comida, acomodações, roupas de cama, remédios, flores e incenso, e lhe louvará e respeitará. Onde quer que ele vá, ele somente enaltece o que é bom e não fala daquilo que está faltando. Ele faz oferecimentos aos Três Tesouros, respeita e acredita que o Sutra Vaipulya do Grande Nirvana e o Thatagata são Eternos e Imutáveis, e que os seres possuem a Natureza de Buda. Essa pessoa faz o que seria penosamente sofrido no inferno, algo que seja [apenas] sofrimento leve nesta vida. Oh bom homem! Por essa razão, não é o caso que todas as ações sejam determinadas e que todos os seres definitivamente tenham que sofrer retribuições cármicas.”

Leia Mais no Sutra do Nirvana, Capítulo 38 – Sobre o Bodhisattva Rugido do Leão 6.

getaway from hell.mp3

%d blogueiros gostam disto: