Os Skandhas do Sábio

“Oh bom homem! Quando uma pessoa adoecida sabe que sua doença é leve e que poderá ser facilmente curada, ela não se sentirá infeliz quando um remédio amargo lhe for prescrito, e o tomará. É o mesmo caso com a pessoa sábia, também. Ela faz esforços, pratica a Via Sagrada, é feliz, não cessa (os esforços), e não sente pesar.

Oh bom homem! Se uma pessoa vem a conhecer as impurezas, a causa das impurezas, o resultado das impurezas, a leveza e o peso das impurezas; ela fará esforços, eliminará as impurezas e praticará a Via. Com essa pessoa, a ‘matéria’ [forma física] não surge, nem provoca sentimento, percepção, volição, e consciência. Se uma pessoa não vê as impurezas, a causa das impurezas, o resultado das impurezas, a leveza e o peso das impurezas, e não empreende esforços na prática da Via; para essa pessoa a matéria, sentimento, percepção, volição, e consciência surgirão.

Oh bom homem! ‘Aquele’ que vê as impurezas, a causa das impurezas, o resultado das impurezas, a leveza e o peso das impurezas, e que pratica a Via é o Tathagata. Por essa razão, o corpo [‘rupa’] do Tathagata é Eterno. Assim é com [‘seu’] sentimento, percepção, volição, e consciência, os quais são todos Eternos.”

Leia Mais no Sutra do Nirvana, Capítulo 42 – Sobre o Bodhisattva Kashyapa 3.

the skandhas of the wise.mp3

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: