Dharani do Rei da Medicina

Estive com Mônica, hoje há milhares de quilômetros daqui, que dizia: “Gosto desse lugar porque aqui tudo se faz por amor”.

Rei da Medicina

Rei da Medicina

07/08/2018

Bom dia! Dôra segue em constante melhora. É visível e clara a sua evolução. No entanto, sua percepção extra-sensorial me surpreendeu ao descrever-nos quem a visitou. Não cabem aqui detalhes sobre a desconcertante descrição que nos fez da sua visão, mas não posso me furtar de louvar a grandeza da Fé de todos vocês em união aqui. A Força está conosco! Só temos que seguir corajosamente. Bom dia!

07/12/2018 – Pós-escrito

O que foi a visão de 07/08/2018 acima

Dôra me disse:

– Marcos, eu vi o Bodhisattva Rei da Medicina!

Tomei um susto e exclamei quase em lágrimas:

– Como Dôra?

– Ele veio aqui. Estava com três pipetas na mão.

– Dôra, por favor, você tem certeza do que está falando? Estou desconcertado!

– Por quê, Marcos?

– Porque era ele mesmo, Dôra! Essas três pipetas são a Cor, o Aroma e o Sabor do remédio excelente descrito pelo Buda no Sutra de Lótus, do qual o Bodhisattva Rei da Medicina é o Repositório e Guardião. Tome o remédio, Dôra!

– Como Marcos?

– Através da Fé. Não questione nada. Tome o remédio! Tenho que ir embora, estou desconcertado!

Paula estava lá nesse dia, e ajudou-me muito no entendimento do que Dôra estava falando. Fez as anotações no caderno diário sobre o significado das três pipetas.

O que diz a passagem do Sutra de Lótus:

“Vendo seus filhos em tal agonia, o pai consultou suas receitas médicas
e, então, procurou por finas ervas, boas na cor, no aroma e no sabor. Ele então
as moeu, peneirou-as, misturou-as e deu aquele composto para seus filhos
tomarem. E disse-lhes: ‘Este é um excelente remédio de boa cor, aroma
e sabor. Tomem-no. Sua agonia será aliviada e não sofrerão mais tormento’.
Alguns entre as crianças não haviam perdido seu sentido. Vendo aquele
fino remédio com sua boa cor e aroma, imediatamente tomaram-no e sua
doença foi curada completamente.” – Sutra da Flor de Lótus da Lei Maravilhosa – Capítulo 16 – A Duração da Vida do Tathagata.

 

A Fé Como Princípio da Cura

“Se uma pessoa ouvir este capítulo, ‘Os Feitos Passados do Bodhisattva Rei da Medicina’, e alegrar-se em concordância, louvando a sua benevolência, a boca daquela pessoa em sua presente vida exalará a fragrância de um lótus azul. Os poros do seu corpo exalarão o perfume do sândalo cabeça-de-boi. Os méritos e virtudes que ela obterá serão como descrito acima”.

“Portanto, Rei da Constelação Flor, eu confio a você este capítulo: ‘Os Feitos Passados do Bodhisattva Rei da Medicina’. Após a minha passagem, nos últimos quinhentos anos, propague-o extensivamente no continente Jambudvipa. Não permita que ele se extinga, permitindo desse modo que demônios, entidades demoníacas, todos os dragões celestiais, yakshas, kumbhandas, e assim por diante, ocupem o seu caminho ”.

“Rei da Constelação Flor, você deve usar o poder das penetrações espirituais para proteger este Sutra. Por quê? Porque este Sutra é o excelente remédio para as doenças daqueles que vivem no Jambudvipa. Se uma pessoa doente vier a ouvir este Sutra, sua doença será curada imediatamente. Ela não envelhecerá ou morrerá”.

Excerto do CAP. 23: Os Feitos Passados do Bodhisattva Rei da Medicina, pág. 372.

Rei da Medicina, Alegremente Visto por Todos os Seres

Buda Medicina

Buda Medicina

O Buda disse ao Bodhisattva Rei da Constelação Flor: “O quê você pensa? Teria o Bodhisattva Alegremente Visto por Todos os Seres sido qualquer outro? Ele era justamente o presente Bodhisattva Rei da Medicina[1]. Ofereceu seu corpo, tal como é, um número de ilimitadas centenas de milhares de miríades de kotis de nayutas de vezes”.

 “Rei da Constelação Flor! Se uma pessoa que toma a decisão pela consecução do Anuttara-Samyak-Sambodhi puder queimar um dedo da mão ou do pé como um oferecimento à torre de um Buda, seus oferecimentos superarão os daqueles que usam como oferecimentos países, cidades, esposas e filhos, ou mesmo os três mil grandes sistemas de mil mundos com todas as suas montanhas, florestas, rios, lagos e objetos preciosos”.

 “Se, além disso, uma pessoa preencher todos os três mil grandes sistemas de mil mundos com os sete tesouros e oferecê-los ao Buda, aos grandes Bodhisattvas, Pratyekabudas e Arhats; os méritos e virtudes que aquela pessoa obteria não se igualariam ao daquela que recebe e ostenta mesmo que um simples verso de quatro linhas do Sutra da Flor de Lótus da Lei Maravilhosa[2], pois as bênçãos desta última são longinquamente maiores”.

 


[1] Aquele que no passado, como Bodhisattva Alegremente Visto Por Todos os Seres, sob a Lei do Sutra da Flor de Lótus da Lei Maravilhosa exposta pelo Buda Pura Virtude e Brilhante como o Sol e da Lua, foi capaz de alcançar o samadhi em que se pode manifestar quaisquer formas físicas. Evidentemente, seu nome faz referência àquele capaz de manifestar, regenerar ou reconstituir quaisquer formas físicas por transformação: Rei da Medicina.

[2] Porque o “corpo completo do Buda” está contido em cada caractere do Sutra da Flor de Lótus da Lei Maravilhosa.

Excerto do CAP. 23: Os Feitos Passados do Bodhisattva Rei da Medicina.

Imagem do Buda Medicina obtida de Budismo, Textos e Práticas para se Iluminar.

Os Desígnios do Lorde Buda

“Portanto, Rei da Constelação Flor, eu confio a você este capítulo: ‘Os Feitos Passados do Bodhisattva Rei da Medicina’. Após a minha passagem, nos últimos quinhentos anos, propague-o extensivamente no continente Jambudvipa. Não permita que ele se extinga, permitindo desse modo que demônios, entidades demoníacas, todos os dragões celestiais, yakshas, kumbhandas, e assim por diante, ocupem o seu caminho[1]”.

 


[1] Eis uma das mais severas admoestações do Buda no que se refere à propagação do Sutra da Flor de Lótus da Lei Maravilhosa na era posterior. Neste caso, o Buda faz uma alusão específica a este capítulo sobre os feitos passados do Bodhisattva Rei da Medicina em retribuição à gratidão pela obtenção do samadhi em que se podem manifestar todas as formas físicas, que foi inteiramente devida ao fato do Bodhisattva Alegremente Visto Por Todos os Seres (presente Bodhisattva Rei da Medicina) ter ouvido o Sutra da Flor de Lótus da Lei Maravilhosa.

Excerto do CAP. 23: Os Feitos Passados do Bodhisattva Rei da Medicina.

Jambudvipa no Budismo

A cosmologia budista divide o bhūmaṇḍala (circunferência da Terra) em três níveis distintos: Kāmadhātu (domínio do desejo), Rūpadhātu (domínio da forma ou da matéria), e Ārūpyadhātu (domínio do espírito). Esses três domínios também são chamados de Mundo Tríplice ou Samsara. No Kāmadhātu está localizado Monte Sumeru que se diz estar circundado por quatro ilhas-continentes (veja a construção de Angkor Wat). “A ilha austral, ou mais ao sul, é chamada Jambudvīpa”. Os outros três continentes, da narrativa Budista em torno do Monte Sumeru, não são acessíveis aos seres humanos a partir de Jambudvīpa. Jambudvīpa possui a forma de um triângulo com um dos seus vértices voltado para o sul. No seu centro encontra-se uma gigantesca árvore Jambu (maçã-rosa), da qual o continente herda seu nome, que significa “Ilha Jambu”.

Jambudvīpa é a região onde vivem os humanos, e é o único lugar onde um ser pode tornar-se iluminado por nascer como um ser humano. É no Jambudvīpa que ele, como ser humano, pode receber o dom do Dharma e de vir a compreender as Quatro Nobres Verdades, o Nobre Caminho Óctuplo e, finalmente, realizar a libertação do ciclo de vida e da morte.

Fonte: Wikipedia, a enciclopédia livre.

O Rei dos Sutras

Rei da Medicina, digo-lhe agora,
dentre todos os Sutras que tenho pregado,
o Sutra da Flor de Lótus da Lei Maravilhosa é superior”.

O Rei dos Sutras
Foto de Marcos Ubirajara. Local: sítio da Dôra em 04/05/2008.

“Qual é a razão? O Anuttara-Samyak-Sambodhi de todos os Bodhisattvas foi alcançado através deste Sutra. Este Sutra abre o portal dos meios hábeis da Lei. Ele demonstra a verdade, o verdadeiro aspecto de todas as coisas. O repositório do Sutra da Flor de Lótus da Lei Maravilhosa é profundo, sólido, recôndito e de longo alcance. Ninguém poderia alcançá-lo exceto o Buda que, quando está ensinando, convertendo e conduzindo Bodhisattvas, demonstra-o em seus benefícios”.

Excerto do CAP. 10: Os Mestres da Lei, págs. 206-209.

A Medicina Superior do Sutra de Lótus

‘Grande Rei, você vê essas duas crianças? No passado, essas duas crianças fizeram oferecimentos a Budas iguais em número aos grãos de areia de sessenta e cinco centenas de milhares de miríades de kotis de nayutas de Rios Ganges, tratando-os com reverência. Na presença daqueles Budas, eles receberam e mantiveram o Sutra da Flor de Lótus da Lei Maravilhosa. Compassivos com seres viventes de visões distorcidas, eles levaram-lhes a perseverar em visões corretas’”.

“O Rei Adorno Maravilhoso então desceu do espaço e disse ao Buda: ‘Honrado pelo Mundo, o Tathagata é extremamente raro. Através do seu mérito, virtude e sabedoria, a protuberância carnuda no topo de sua cabeça deslumbra brilhantemente. Seus olhos são extensos e claros, da cor violeta. A luz do tufo de cabelos entre suas sobrancelhas é branca como a lua resplandecente. Seus dentes são brancos, planos, e sempre brilhantes. Seus lábios são de uma delicada cor vermelha como a da fruta bimba’”.

“Tendo assim elogiado o Buda pelas suas incontáveis centenas de milhares de miríades de kotis de virtudes meritórias, o Rei Adorno Maravilhoso então, na presença do Tathagata, em pensamento único juntou as palmas das suas mãos e ainda disse ao Buda: ‘Honrado pelo Mundo, a Lei do Tathagata é única, perfeita na realização do inconcebível, sutil, e de maravilhoso mérito e virtude. Seus ensinamentos na prática da moralidade conduzem à segurança, alegria e benevolência. Deste dia em diante, eu nunca mais seguirei o caminho dos meus próprios pensamentos. Eu nunca cultivarei visões distorcidas, arrogância, ira, ou quaisquer outros maus pensamentos’”.

“Tendo dito aquilo, ele curvou-se para o Buda e retirou-se”.

O Buda disse à grande assembléia: “O quê vocês pensam? Poderia o Rei Adorno Maravilhoso ter sido algum outro? Ele foi o agora presente Bodhisattva Virtude da Flor. Sua esposa, a Rainha Pura Virtude, foi o Bodhisattva Marca do Adorno Brilhante que está agora na presença do Buda, e que, por compaixão ao Rei Adorno Maravilhoso e seu séqüito, nasceu junto a eles”.

 “Os dois filhos são o presente Bodhisattva Rei da Medicina e o Bodhisattva Medicina Superior[1]. O Bodhisattva Rei da Medicina e o Bodhisattva Medicina Superior alcançaram grandes méritos e virtudes tais como estes. Na presença de incontáveis centenas de milhares de miríades de kotis de Budas, eles acumularam as raízes da virtude e alcançaram inconcebíveis méritos e virtudes”.

 “Se uma pessoa conhece os nomes destes dois Bodhisattvas, todo o mundo com sua população de seres celestiais e humanos deverão obediência a ela”.

Quando o Buda pregou este capítulo, “Os Feitos Passados do Rei Adorno Maravilhoso”, oitenta e quatro mil pessoas foram removidas da sujeira e apartadas da corrupção. Elas obtiveram a Pureza do Olho do Dharma com relação a todas as leis.

 


[1] As habilidades e as funções destes Bodhisattvas, Rei da Medicina e Medicina Superior, não se limitam a produzir curas para as doenças deste mundo utilizando-se de poderes transcendentais; mas, efetivamente, “salvar” os seres viventes conduzindo-os ao Grande Veículo, fazendo-lhes desfrutar daquilo que nunca obtiveram antes, ou seja, conceber o desejo pelo Anuttara-Samyak-Sambodhi.

Extraído do CAP. 27: Os Feitos Passados do Rei Adorno Maravilhoso.

O Samadhi do Daimoku do Sutra de Lótus

Naquela ocasião, o Bodhisattva Virtude da Flor disse ao Buda: “Honrado pelo Mundo, o Bodhisattva Som Maravilhoso possui raízes de benevolência profundamente plantadas. Honrado pelo Mundo, em qual samadhi reside este Bodhisattva, que o torna capaz de transformar-se e salvar os seres viventes”?

O Buda disse ao Bodhisattva Virtude da Flor: “Bom homem, este samadhi é chamado Manifestação de Todas as Formas Físicas. O Bodhisattva Som Maravilhoso, residindo neste samadhi, pode beneficiar incontáveis seres viventes”.

Quando este capítulo sobre o Bodhisattva Som Maravilhoso foi pregado, todos aqueles que tinham acompanhado o Bodhisattva Som Maravilhoso, oitenta e quatro mil ao todo, obtiveram o Samadhi da Manifestação de Todas as Formas Físicas. Incontáveis Bodhisattvas no mundo Saha também obtiveram este samadhi, bem como o dharani[1].

Naquela ocasião o Bodhisattva Mahasattva Som Maravilhoso, tendo feito oferecimentos ao Buda Shakyamuni e à torre do Buda Muitos Tesouros, retornou para a sua própria terra. As terras por onde ele passou tremeram de seis formas diferentes, preciosas flores de lótus choveram dos céus, e centenas de milhares de miríades de kotis de músicas tocaram.

Quando ele chegou à sua terra, cercado pelos oitenta e quatro mil Bodhisattvas, ele apresentou-se ao Buda Sabedoria do Rei da Constelação Pura Flor e disse: “Honrado pelo Mundo, estive no mundo Saha onde beneficiei os seres viventes. Eu vi o Buda Shakyamuni e a torre do Buda Muitos Tesouros, saudei-os, e fiz-lhes oferecimentos. Eu também vi o Bodhisattva Manjushri, o Príncipe do Dharma, bem como o Bodhisattva Rei da Medicina, o Bodhisattva que Adquiriu o Poder do Esforço Diligente, o Bodhisattva Doador Intrépido, e outros, e possibilitei a oitenta e quatro mil Bodhisattvas obterem o Samadhi da Manifestação de Todas as Formas Físicas”.

Quando este capítulo sobre o trânsito do Bodhisattva Som Maravilhoso foi pregado, quarenta e dois mil seres celestiais obtiveram a compreensão da verdade do não-nascimento e não-extinção de todos os fenômenos. O Bodhisattva Virtude da Flor obteve o Samadhi da Flor de Lótus da Lei Maravilhosa[2].


[1] Este samadhi também chamado Flor de Lótus da Lei Maravilhosa, e que permite manifestar todos os tipos de corpos, é o mesmo que no passado permitiu ao Bodhisattva Alegremente Visto Por Todos os Seres manifestar quaisquer formas físicas, após a exposição do Sutra da Flor de Lótus da Lei Maravilhosa pelo Buda Pura Virtude e Brilhante como o Sol e a Lua. Este Bodhisattva Virtude da Flor do presente Capítulo 24, foi no passado o Buda Pura Virtude e Brilhante como o Sol e a Lua do Capítulo 23, e será o Buda Pura Virtude e Brilhante como o Sol e a Lua do Capítulo 23 do futuro e que retransmitirá esse samadhi para o Bodhisattva Alegremente Visto por Todos os Seres do futuro, hoje Bodhisattva Rei da Medicina. Este Bodhisattva Som Maravilhoso, transposto do remoto passado graças aos poderes transcendentais do Buda, que já serviu e fez oferendas a um imensurável número de Budas e que há muito plantou raízes de virtude e encontrou centenas, milhares, dezenas de milhares, milhões de nayutas de Budas iguais em número às areias do rio Ganges; é o próprio Buda Shakyamuni do presente, dando consistência do princípio ao fim. Este poder manifestado pelo Buda Shakyamuni é a Verdadeira Possessão Mútua, e este samadhi e dharani chamado Flor de Lótus da Lei Maravilhosa – Myoho-Rengue-Kyo – é a Verdadeira Entidade de Todos os Fenômenos. Os oitenta e quatro mil Bodhisattvas que acompanham o Bodhisattva Som Maravilhoso são os oitenta e quatro mil caracteres do Sutra Lótus. Cada um desses caracteres, sendo um Bodhisattva, possui a natureza inerente de Buda, significando que o samadhi desse Bodhisattva Som Maravilhoso abrange todo o sutra. Mais ainda, a entonação do mantra-dharani chamado Flor de Lótus da Lei Maravilhosa (Myoho-Rengue-Kyo) corresponde a entoar o Sutra de Lótus em sua íntegra.

[2] “Flor de Lótus da Lei Maravilhosa” é o próprio título deste sutra que em sânscrito se denota por ‘Saddharma-Pundarîka’. Quando acrescido da palavra “(Sutra) da Flor de Lótus da Lei Maravilhosa”, torna-se ‘Saddharma-Pundarîka Sotaram’, que em caracteres chineses se traduz por ‘Myoho-Rengue-Kyo’.

Extraído do CAP. 24: O Bodhisattva Som Maravilhoso.

O Daimoku do Sutra de Lótus

A Manifestação do Som Maravilhoso do Daimoku do Sutra de Lótus

A Revelação do Corpo Incorruptível do Daimoku do Sutra de Lótus

O Excelente Remédio do Sutra de Lótus

Rei da Constelação Flor, você deve usar o poder das penetrações espirituais para proteger este Sutra. Por quê ? Porque este Sutra é o excelente remédio[1]
para as doenças daqueles que vivem no Jambudvipa. Se uma pessoa doente vier a ouvir este Sutra, sua doença será curada imediatamente. Ela não envelhecerá ou morrerá”.

 “Rei da Constelação Flor, se você vir uma pessoa que receba e ostente este Sutra, você deve espalhar lótus azuis em meio a incenso em pó, cobrindo-a como um oferecimento. Tendo feito isto, você deve refletir: ‘Não muito tarde, esta pessoa certamente arrumará uma esteira, sentará no Lugar da Via, vencerá as tropas de Mara, ressoará a concha do Dharma, tocará o grande tambor do Dharma e salvará todos os seres viventes do mar da velhice, doença e morte’. Portanto, quando aqueles que buscam a via do Buda verem alguém que receba e mantenha este Sutra, devem, por aquela pessoa, nutrir um sentimento de reverência”.

Quando este capítulo, ‘Os Feitos Passados do Bodhisattva Rei da Medicina’ foi pregado, oitenta e quatro mil Bodhisattvas obtiveram o dharani da compreensão da fala de todos os seres viventes.

De dentro da Torre de Tesouro, o Tathagata Muitos Tesouros louvou o Bodhisattva Rei da Constelação Flor, dizendo: “Excelente, excelente, Rei da Constelação Flor! Você tem alcançado tão inconcebíveis méritos e virtudes que você é capaz de questionar o Buda Shakyamuni acerca de assuntos tais como este, e assim beneficiar ilimitados seres viventes[2]”.

 


[1] Referindo-se ao Sutra da Flor de Lótus da Lei Maravilhosa como o excelente remédio que cura as pessoas que o ouvem de todas as doenças. Deve-se atentar para o significado da palavra “medicina” neste contexto: significa remédio, poder de cura e não propriamente uma prática profissional.

[2] O fato do Bodhisattva Rei da Constelação Flor ser louvado pelo Tathagata Muitos Tesouros, que se encontrava no interior da sua torre do tesouro, confere méritos distintivos a este Bodhisattva, pela questão que ele colocou, e a este capítulo no contexto do Sutra da Flor de Lótus da Lei Maravilhosa, por “beneficiar ilimitados seres viventes”.

Extraído do CAP. 23: Os Feitos Passados do Bodhisattva Rei da Medicina.

O Legado da Jóia do Rei da Medicina

“Se uma pessoa ouvir este capítulo, ‘Os Feitos Passados do Bodhisattva Rei da Medicina’, e alegrar-se em concordância, louvando a sua benevolência, a boca daquela pessoa em sua presente vida exalará a fragrância de um lótus azul. Os poros do seu corpo exalarão o perfume do sândalo cabeça-de-boi. Os méritos e virtudes que ela obterá serão como descrito acima”.

“Portanto, Rei da Constelação Flor, eu confio a você este capítulo: ‘Os Feitos Passados do Bodhisattva Rei da Medicina’. Após a minha passagem, nos últimos quinhentos anos, propague-o extensivamente no continente Jambudvipa. Não permita que ele se extinga, permitindo desse modo que demônios, entidades demoníacas, todos os dragões celestiais, yakshas, kumbhandas, e assim por diante, ocupem o seu caminho[1]”.

 


[1] Eis uma das mais severas admoestações do Buda no que se refere à propagação do Sutra da Flor de Lótus da Lei Maravilhosa na era posterior. Neste caso, o Buda faz uma alusão específica a este capítulo sobre os feitos passados do Bodhisattva Rei da Medicina em retribuição à gratidão pela obtenção do samadhi em que se podem manifestar todas as formas físicas, que foi inteiramente devida ao fato do Bodhisattva Alegremente Visto Por Todos os Seres (presente Bodhisattva Rei da Medicina) ter ouvido o Sutra da Flor de Lótus da Lei Maravilhosa.

Extraído do CAP. 23: Os Feitos Passados do Bodhisattva Rei da Medicina.

« Older entries

%d blogueiros gostam disto: