A Conduta de um Bodhisattva diante dos Oferecimentos

Você não deve olhar ao redor quando come, à espreita do que cada um dos outros está comendo, até que descubra: “Minha tigela não tem nenhuma das delícias que você tem para comer”. Quando você é suposto ser ‘Guan Shr Yin’ (Contemplador dos Sons do Mundo), você está indisponível para ser ‘Guan Yin Shr’ (à Espreitar por Comida e Bebida). Pois, ao contrário do compassivo Bodhisattva Guan Shr Yin que está atento à comida e bebida de todos a fim de oferecer-lhes um pouco de sua própria caso eles não tenham o suficiente, como Bodhisattva Guan Yin Shr você estará ocupado a resmungar.

1.    Avalie a quantidade de trabalho que ele (Bodhisattva Guan Shr Yin ) teve para trazer a comida para onde você a come. Descubra quanto trabalho o agricultor teve para plantar os campos, e a quantidade de mão-de-obra necessária para cultivar, combater ervas daninhas, adubar, e a irrigação da cultura até que ela amadureça. Quando maduro, o arroz teve que ser colhido e a palha teve que ser separada do grão. Através dessa contemplação você vem a compreender que não foi fácil trazer a comida para a sua tigela.
2.    Considere se sua conduta é suficientemente virtuosa para você aceitar oferecimentos. Indague-se: “Eu tenho alguma cultivação? Eu tenho alguma virtude da Via? Se estou a receber oferecimentos das pessoas e não possuo a cultivação, eu deveria estar envergonhado e arrependido”. Então, encoraje-se: “Ah, devo cultivar imediatamente. Devo empreender esforços e trabalhar para acabar com o nascimento e a morte”.

Se a sua virtude é abundante, você deve dizer: “Embora eu seja um Mestre Superior altamente virtuoso – provavelmente o maior de todos os Mestres Superiores no mundo em vitudes da Via – mesmo assim vou trabalhar ainda mais. Eu aceito esse oferecimento, e depois empreenderei ainda mais esforços. Ainda preciso progredir. Se certifiquei-me para a primeira fruição do Arhatship, então buscarei a segunda fruição; se certifiquei-me para a segunda fruição, buscarei a terceira; e se estou no terceiro estágio do Arhat, então buscarei alcançar o quarto estágio. Preciso avançar com um sempre crescente vigor”.

3.    Proteja seu coração contra excessos dos quais a ganância e etc. são a fonte. Quando você come, não seja guloso. Coma apenas o suficiente, e então pare. Não seja ávido por mais comida. A doença entra através da boca. Se você é muito guloso, arruma uma diarréia. Não importando quão boa a comida seja, se você come demais e não há lugar para ela em seu estômago, ele terá que retirá-la rapidamente, e você sofrerá da doença que resulta da expulsão da comida não digerida.
4.    Esta é uma dose de remédio para evitar o definhamento do meu corpo. A comida é como um remédio que mantém meu corpo saudável.
5.    É para cumprir o meu carma da Via que eu devo aceitar essa comida. Indague-se: “Por que como essas coisas?” Então responda para si: “Porque quero cultivar e cumprir o meu carma da Via de modo que finalmente me torne um Buda.”

Quando aos membros da Sangha forem dados oferecimentos, eles não devem ser arrogantes. E quando ninguém lhes fizer oferecimentos, eles não devem nutrir a ganância. Mesmo que você esteja morrendo de fome, você deve cultivar a Via. Morrer de fome em decorrência da cultivação da Via é a glória suprema, o mais digno dos sacrifícios. Não tenha medo de passar fome.

Sutra Diamante – Capítulo 12 – Reverência ao Ensino Ortodoxo.

Original

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: