A Vacuidade dos Fenômenos

ORROZORROZ andava tristonho, introspectivo, já não era o mesmo. Onde quer que estivesse ou fosse, sentia-se no Tribunal da Equanimidade. Ouvia vozes, falava sozinho, mas agora menos que outrora. Ali, onde se sentia estar, não havia direções, nem mesmo as de cima ou abaixo. Não havia lados de dentro ou fora. Era um sumidouro de formas, um grande vazio. Um silêncio ensurdecedor dizia-lhe coisas sobre a vacuidade dos fenômenos, a qual jamais compreendera ou encontrara nas letras. Sentia-se só.

A solidão era tanta que, certo dia, ORROZ cochilou em pleno tribunal. Acordou em sobressalto de um sonho e bradou:

– Quem são vocês, afinal?

Veio a resposta:

– Somos muitos, mas não algo que se possa contar. Somos muitos, mas não algo que se possa distinguir uns dos outros.

– Como assim? Indagou ORROZ.

– É porque somos um, ORROZ. E o lugar onde você esteve, bem como onde se encontra agora, é o Vazio.

Por muccamargo

Físico, Mestre em Tecnologia Nuclear USP/SP-Brasil, Consultor de Geoprocessamento, Estudioso do Budismo desde 1987.

2 comentários

  1. Cao Marcos,
    Mais uma vezagradeço todos osseus esorços em prol da comonidade Budista. Praticamente quese tuo que estou aprendendo sobre o Budismo foi atraves de voce.Por iss sou-lhe imensamnte grato. Baixei “os ensinamentos de Nitiren Daishonin imprimi e li. Estou lendo o utra de Ltus pela 1a vez. Ja li o sutra do diamnte e rechos do Sutra do Nirvana.É muito material e não é facil er rudo porque a leitura deve ser necessariamnete lenta para pódermos aprender pela menos um pouco do texto. Claro eu ja tinha lido varias passagens do Sutra de Lotus a medida qu voce ia publicando aqui. Antes detudo isso comçar , ha mais de 10 ans, talvez 15 ou 20, eu ouvia pinõesobre o budismo de colegas (eu sou médico anestesiolofista e tenho 73 anos de idade – ainda trabalho naprofissão). Essas opiniões, vejo hoje eram completamente descabidas e totalmente sem nenhum fundamento como oj eu vejo. A ignorancia sobre o Budismo mesmo em pessoas de cultura alta são completmente de fundamento.
    \mas o assunto que me faz escrever estas linhas é outro. Vejo voce citar nos escritos de Nitiren Daishonin sempre trzem como referencia: “As Escrituras de Nitiren Daishonin”. Onde encontrar essas escrituras para comprar? Quantos volumes são ?
    Pode me dar uma ajuda nisso?
    Muito obrigado por tudo que voce tem feito com esse seu maravilhoso site. Nem ouso pensar o tempo que voce já usou para fazer tudo isso.
    Lair

    1. Prezado Lair,

      Obrigado pelo seus comentários que sempre chegam em momentos de reflexão, e me fazem sentir melhor. Obrigado!

      As Escrituras de Nitiren Daishonin são da Editora Brasil Seikyo, cujos livros podem ser encontrados no link abaixo:

      http://www.livrariapearl.com.br/departamento.php?categoria=2&menu=prc

      Uma boa opção para adquiri-los a preços menores, embora usados, é a Estante Virtual no link abaixo:

      http://www.estantevirtual.com.br/qtit/as-escrituras-de-nitiren-daishonin

      Espero que isso te atenda.

      Abraço! Tenha um ótimo dia.

      Marcos Ubirajara.

Deixar um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s