Borobudur

O complexo do templo de Borobudur é um dos maiores monumentos do mundo. Sua idade é incerta, mas admite-se ter sido construído entre o final do século 7 e início do século 8 D.C. Durante cerca de um século e meio, ele foi o centro espiritual do Budismo em Java, permanecendo, então, perdido até a sua redescoberta no século 18. A estrutura, composta de 55.000 metros quadrados de pedras vulcânicas, está erigida numa montanha na forma de uma pirâmide de degraus de seis planos retangulares, três terraços circulares e uma torre central formando o seu cume. A estrutura como um todo está na forma de um lótus, a flor sagrada do Buda.

Borobudur
Vista Aérea do Conjunto do Templo de Borobudur

Além de ser o mais alto símbolo do Budismo, a torre de Borobudur é também uma réplica do universo. Ela simboliza o microcosmo que está dividido em três níveis: o nível inferior no qual os humanos são dominados pelos desejos mundanos e são influenciados por impulsos negativos; o nível intermediário, no qual os humanos possuem controle de seus impulsos negativos e exploram os seus impulsos positivos; e o nível mais elevado, no qual os humanos não estão mais condicionados pelos desejos físicos e mundanos. É uma antiga prática devocional circundar as galerias e terraços sempre virando à esquerda, e manter o edifício à direita sempre que orando ou meditando. No conjunto, Borobudur representa os dez níveis da vida de um Bodhisattva, que uma pessoa deve desenvolver para tornar-se um Buda ou um Iluminado.

Cume de Borobudur
O Famoso Cume de Borobudur

Imagens obtidas de Wikipedia, a enciclopédia livre.

%d blogueiros gostam disto: