O Rei Suddhodana e a Rainha Maya – A Convivência

Sudhodanna And His Court

O Rei Suddhodana e sua corte. Imagem via Wikipedia

A Convivência

Certo dia, a rainha banhou e perfumou seu corpo, vestiu-se num delicado e colorido robe, e cobriu seus braços com jóias. Pulseiras de ouro tilintavam sobre seus tornozelos, e sua face estava radiante de felicidade quando ela buscou a presença do rei.

Suddhodana estava sentado num grande salão. Uma doce música embalava o seu tranqüilo devaneio. Maya tomou assento à sua direita , e disse-lhe:

“Dignai-vos a ouvir, meu senhor. Dignai-vos a conceder permissão para o que eu tenho a vos pedir, oh protetor do mundo.”

“Diga, minha rainha“, respondeu Suddhodana. “Qual é esse favor?”

“Meu senhor, há um grande sofrimento no mundo, e vejo com compaixão todos aqueles que sofrem. Gostaria de ser (mais) útil aos meus semelhantes; gostaria de fechar a minha mente para maus pensamentos. E desde que eu deixe de cometer e pensar o mal, desde que eu seja gentil para comigo mesma, tornar-me-ei útil, tornar-me-ei gentil para com os outros também. Colocarei de lado o orgulho, oh Rei, e não darei ouvido ao clamor dos maus desejos. Nunca proferirei uma palavra vã desonrosa. Meu senhor, doravante levarei uma vida de austeridade; jejuarei; nunca terei má vontade ou cometerei maldades, (nunca) sofrerei de ansiedade ou ódio, (nunca) conhecerei a ira ou a cobiça.  Estarei satisfeita com a minha sorte; renegarei o dolo e a inveja; serei pura; trilharei um caminho reto; e praticarei a virtude. E devido a essas coisas, meus olhos agora estão alegres; devido a essas coisas, meus lábios agora estão sorrindo.”

Ela fez uma pausa. O Rei olhou para ela com afetuosa admiração. Ela prosseguiu:

Rainha Maya

Click na imagem para site de origem

“Meu senhor, peço-lhe que respeite a minha vida austera. Não adentre a floresta sombria do desejo; permita-me a observância da sagrada lei da abstinência. Dirigir-me-ei àqueles aposentos que se encontram na parte superior do palácio, e lá, onde os cisnes constroem seus ninhos, um sofá coberto de flores estará preparado para mim, um sofá macio e perfumado. Minhas acompanhantes atenderão às minhas necessidades, e você pode dispensar os eunucos, os guardas e todos os serventes vulgares. Gostaria de ser poupada dos olhares da feiúra, do som da orgia e do odor das coisas desagradáveis.

Ela nada mais disse. O Rei respondeu:

“Assim seja! O favor que você me pede, eu concedo.“ E ele ordenou:

“Lá em cima, nas partes elevadas do castelo, onde o ar vibra com a canção dos cisnes, deixem a rainha, resplandecente em ouro e pedras preciosas, repousar sobre um sofá de flores raras; e que haja música. E para suas acompanhantes, reunidas ao seu redor, ela será como a filha dos Deuses em algum jardim celestial!“

A rainha levantou-se.

“Está bem, meu senhor“, ela disse. “Mas ouça-me ainda. Liberte seus prisioneiros. Doe generosamente aos pobres. Permita que homens, mulheres e crianças sejam felizes! Seja misericordioso, oh Rei, e que o mundo possa ser alegre, seja um pai para todas as criaturas viventes!“

Ela então deixou o salão e foi para o topo do palácio real.

Era chegada a primavera. Pássaros sobrevoavam e giravam acima dos terraços; cantavam nas árvores. Os jardins estavam em flores; na superfície dos lagos, os botões do lótus desabrochavam. E, conforme a rainha procurou o seu aposento (caramanchão), as notas sopradas de flautas e a mais profunda harmonia de cordas ressoaram espontaneamente, e uma glória refulgente surgiu sobre o palácio, uma glória tão magnífica que a luz do sol tornou-se sombra.

A vida do Buda, tr. para o francês por A. Ferdinand Herold [1922], tr. para o inglês por Paul C. Blum [1927], rev. por Bruno Hare [2007], tr. para português brasileiro por Marcos U. C. Camargo [2011].

Fonte: Sacred-Texts em http://www.sacred-texts.com/bud/lob/index.htm

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: