A Vida do Buda

Solicito aos amigos que espalhem a notícia deste lançamento. São 270 páginas, ricamente ilustradas, de beleza literária, grandeza histórica e elevação do pensamento jamais vistas; resgatando a memória dos grandes personagens e lugares onde se estabeleceram as bases filosóficas para um mundo justo e igualitário, tão esquecidas nos dias de hoje.

Ficarei muito grato,

Marcos Ubirajara

em 17/05/2012.

A Vida do Buda
A Vida do Buda. Click na imagem para leitura on-line ou download.

Hoje, depois de três dias de chuva e frio, o sol volta a brilhar em Belo Horizonte.

A vida do Buda, tr. para o francês por A. Ferdinand Herold [1922], tr. para o inglês por Paul C. Blum [1927], rev. por Bruno Hare [2007], tr. para português brasileiro por Marcos U. C. Camargo [2011].

Fonte: Sacred-Texts em http://www.sacred-texts.com/bud/lob/index.htm

Por muccamargo

Físico, Mestre em Tecnologia Nuclear USP/SP-Brasil, Consultor de Geoprocessamento, Estudioso do Budismo desde 1987.

10 comentários

    1. Prezada Gislene, e também André Felipe,

      Não há uma versão impressa. Quem sabe, num futuro próximo, a tenhamos em mãos. Por enquanto, é só um sonho.

      Mas, a versão digital está aí, podendo ser baixada e impressa por iniciativa própria.

      Agradeço a ambos pelo interesse. Sinto-me gratificado.

      Um grande abraço!

      Marcos Ubirajara.

  1. Olá Marcos,

    Você é “O CARA” que está sempre nos surpreendendo.
    Parabéns por mais um belo trabalho, mais uma missão cumprida!
    Vamos divulgar sim, com todo prazer!

    Grande abraço.

    Abel Bezerra Junior

  2. Olha Marcos, super legal o lançamento. Já vi a resposta acima e me lembrei de quando você contou a nós o que aconteceu. Vou divulgar e baixar eletronicamente.
    Abraços e sucesso!!!

  3. Marcos, fantástico seu trabalho ! Algo nobre e primordial ! Conte comigo para divulgação.
    Quando pretende vir para SP? Abraços.

  4. Oi Alex!

    Obrigado! Agradeço desde já a colaboração para que muitos possam vir a conhecer a vida daquele que seguimos e, assim, as suas próprias vidas.

    Espero ir à São Paulo logo. Sinto saudade da Catedral e das pessoas que lá conheci.

    Abraço!

    Marcos Ubirajara.

Deixar um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s