As Águas do Vasto Oceano

Os meios hábeis do Buda são como um profundo e vasto oceano.

Lá desaguam as correntezas do sofrimento,
as correntezas do desejo,
as correntezas da violência,
as correntezas da ira,
as correntezas do delírio de uma paz e alegria ilusórias.

Lá nas suas profundezas, em meio ao lodo,
germina a pérola do Grande Veículo,
o imenso tronco de sândalo da Grande Árvore Bodhi.

Para aqueles de pouca sabedoria,
são águas tormentosas de Samsara.
Mas, para aqueles instruídos no Lótus da Lei Maravilhosa,
são águas que lhes permitirão se conduzirem à outra margem.

São as mesmas águas, e possuem um mesmo sabor.
Para singrá-las, os sábios declamarão louvores ao Provedor da Coragem:

Namu Avalokitesvara Bodhisattva!
Namu Guanshiyin Bossatsu!
Namu Kanzeon Bossatsu!
Homenagem ao Bodhisattva Contemplador dos Sons do Mundo!
Namu Myoho Rengue Kyo!

Marcos Ubirajara, em 22/04/2008, às 23:00 hs.

Leitura Recomendada: CAP. 25: O Portal Universal do Bodhisattva Guanshiyin.

As Águas do Vasto Oceano
Foto de Dôra. Local: sítio da Dôra em 20/04/2008.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: