O Orgulho de Nanda

Ele sentia um grande orgulho por ter conquistado as suas paixões. “Eu sou um verdadeiro santo”, disse para si, “e em virtude, não me darei por vencido nem pelo meu irmão.” Fez um robe para si do mesmo tamanho que o do Mestre. Alguns monges viram-lhe à distância, e disseram: “Ai vem o Mestre. Vamos… Continuar lendo O Orgulho de Nanda

Avalie isto:

Nanda Triunfa sobre a Vaidade

Mas os monges ainda olhavam para ele com desaprovação. Não falariam mais com ele; e frequentemente, quando o encontravam no Bosque dos Bambús, lhe sorriam com desdém. Isto lhe fez infeliz. Ele pensou: “Eles parecem tolerar-me com má vontade; eu me pergunto por quê?” Certo dia, ele parou Ananda que estava de passagem, e indagou-lhe:… Continuar lendo Nanda Triunfa sobre a Vaidade

Avalie isto:

A Paixão de Nanda

O Mestre ficou feliz por contar com esses parentes em meio aos seus discípulos, e os levou para o Bosque dos Bambús. Lá, o pobre Nanda estava sofrendo. Ele não parava de pensar em Sundarika; ela frequentemente aparecia para ele em seus sonhos, e ele arrependia-se de tê-la deixado. O Buda sabia da sua infelicidade,… Continuar lendo A Paixão de Nanda

Avalie isto:

Nanda Renuncia à Realeza

O Mestre tomou Nanda pelas mãos e deixou o palácio. Mas Nanda estava pensativo; estava com medo que tivesse sido precipitado. Talvez se arrependesse amargamente pelo que tinha feito. Afinal, o que quer que fosse dito (a respeito do mundo), era prazeiroso e nobre o exercício do poder soberano. E Sundarika? “Quão bela ela é”,… Continuar lendo Nanda Renuncia à Realeza

Avalie isto:

A Conversão de Nanda

Quando Siddharta se retirou do mundo, o Rei Suddhodana havia escolhido Nanda, um outro dos seus filhos, para sucedê-lo no trono. Nanda ficara feliz de pensar que um dia ele seria rei, e ficara também feliz com a idéia de seu casamento vindouro com a princesa Sundarika, a bela Sundarika a quem ele amava ternamente.… Continuar lendo A Conversão de Nanda

Avalie isto: