Louvores ao Honrado pelo Mundo

Nisto, os seres celestiais nos céus bradaram numa estrondosa voz: “Para além de ilimitados, incomensuráveis centenas de milhares de miríades de kotis de asamkhyas de mundos daqui, há um mundo chamado Saha. Naquele mundo há um Buda chamado Shakyamuni que agora, em prol de todos os Bodhisattvas Mahasattvas, proclama um Sutra do Grande Veículo chamado Sutra da Flor de Lótus da Lei Maravilhosa, uma Lei para instruir Bodhisattvas, uma Lei da qual o Buda é guardião e mentor. Todos devem alegrar-se profundamente em seus corações, curvarem-se e fazerem oferecimentos ao Buda Shakyamuni”.

Ouvindo este som vindo do espaço, todos os seres viventes juntaram as palmas das suas mãos, olharam para o mundo Saha, e disseram: “Namu Shakyamuni Buda! Namu Shakyamuni Buda!”.

E então, à distância, eles espalharam todos os tipos de flores, incenso, contas, estandartes, dosséis, ornamentos para o corpo e outros objetos preciosos e raros sobre o mundo Saha. Os objetos que eles espalharam vieram das dez direções como nuvens em expansão, as quais se juntaram e transformaram-se em dosséis cravejados de jóias cobrindo completamente os Budas naquela região. Então, os mundos das dez direções interpenetraram-se sem obstruções, como se fossem uma única terra Búdica.

Excerto do CAP. 21: Os Poderes Espirituais do Tathagata, pág. 352.

%d blogueiros gostam disto: