Pais e Filhos

“Oh bom homem! Por exemplo, existem pais que têm uma criança. Eles amam demais essa criança. Eles dão a esse filho roupas finas e as melhores delícias conforme a ocasião exija, e a criança não tem sentimento de qualquer carência. Se o seu filho torna-se arrogante e diz palavras desagradáveis, eles refreiam a ira pelo seu amor; eles sequer pensam para si mesmos que eles têm dado a esse filho as suas próprias roupas e comida. É o mesmo com o Bodhisattva-Mahasattva, também. Ele vê a todos os seres como se fosse seu filho único. Se o filho sofre de doença, os pais também sofrem. Eles buscam um médico, remédios e atendimento médico. Quando a doença se vai, eles não pensam que curaram seu filho da sua doença, e acabaram com ela. É o mesmo com o Bodhisattva. Vendo que todos os seres sofrem das doenças das impurezas, a compaixão desperta em sua mente. E, então, ele fala do Dharma. Quando uma pessoa ouve seus sermões, todas as impurezas fogem. Quando as impurezas se vão, ele não pensa ou diz que ele acabou com o sofrimento das impurezas. Caso tal pensamento lhe ocorresse, ele não seria capaz de atingir a Iluminação Insuperável. Ele apenas pensa que alguma vez falou da Via para um ser e que assim cortou os grilhões das impurezas. O Bodhisattva-Mahasattva não sente ira ou alegria para com os seres. Por que não? Porque ele pratica o Samadhi do Todo-Vazio. Ao praticar o Samadhi do Todo-Vazio, a quem o Bodhisattva poderia evidenciar qualquer ira ou alegria?”

Sutra do Nirvana, Capítulo 32, sobre o Bodhisattva Rei Altamente-Virtuoso 6.

parents and sons.mp3

pais e filhos

Click na imagem para conhecer Buddhism in Vogue

%d blogueiros gostam disto: