As Profundezas do Caminho Médio

The Depths of the Middle Path.mp3

“Oh bom homem! Todos os Budas e Bodhisattvas não dizem definitivamente que a causa abarca o resultado, que nenhum resultado repousa na causa, ou que ‘é’ não tem resultado, ou que ‘não-é’ é sem resultado. Se dissermos que existe um resultado na causa, ou que definitivamente não há resultado na causa, ou que definitivamente não há resultado no ‘é’, ou que ‘não-é’ é definitivamente sem resultado, saiba que pertencemos ao clã dos Maras. Pertencemos à classe dos Maras. Então, somos aqueles que pertencem ao ‘desejo’ [‘trsna’]. Essa pessoa do desejo não pode acabar eternamente com os laços do nascimento e da morte. Essa pessoa não sabe o que se obtém com relação à mente e à cobiça.

Oh bom homem! Todos os Budas e Bodhisattvas mostram-nos o Caminho Médio. Por quê? As coisas podem ser ‘não-é’ ou ‘não-não-é’. Mas nada pode ser sempre definido. Por que não? Porque a consciência surge através dos olhos, da cor, do brilho, da mente e do pensamento. Ora, essa consciência nunca está definitivamente nos olhos, na cor, no brilho, na mente, ou no pensamento. Também, não está entre (no intermédio); não está no ‘é’, nem está no ‘não-é’. Como ela surge através das relações causais, dizemos ‘é’. Como ela não possui a natureza de si própria, dizemos ‘não-é’. Este é o porquê o Tathagata expõe e diz: ‘Todas as coisas não são ‘é’ (por não possuírem natureza própria) e nem ‘não-é’ (em virtude das relações causais).

Oh bom homem! Todos os Budas e Bodhisattvas não dizem definitivamente que existe a natureza da pureza ou a natureza da impureza na mente. Porque não há um lugar definido onde a mente que é pura ou a mente que é impura existam. Através das relações causais surge a cobiça. Assim, dizemos ‘não-não-é’. Como originalmente não existe a natureza da cobiça, dizemos ‘não-é’.

Oh bom homem! Através das relações causais, a mente adquire a cobiça; através das relações causais, a mente pode libertar-se.”

Sutra do Nirvana, Capítulo 31, sobre o Bodhisattva Rei Altamente-Virtuoso 5.

%d blogueiros gostam disto: