A Conduta Maravilhosa Não Persistente

Sutra:

“Além disso, Subhuti, com respeito aos dharmas, um Bodhisattva não deve persistir no que quer que seja quando os concede. Ele não deve persistir nas formas quando os concede, nem deve persistir nos sons, odores, sabores, objetos tangíveis ou leis quando ele os concede. Subhuti, um Bodhisattva deve fazer a doação assim: ele não deve persistir nas marcas. E por quê? Se um Bodhisattva não persiste nas marcas quando faz doação, suas bênçãos e virtudes são imensuráveis.”

“Subhuti, o que você pensa, o espaço ao leste é mensurável?”

“Não, Honrado pelo Mundo.”

“Subhuti, o espaço ao sul, oeste, norte, ou nas direções intermediárias, ou acima, ou abaixo, é mensurável?”

“Não, Honrado pelo Mundo.”

“Subhuti, as bênçãos e virtudes de um Bodhisattva que não persiste nas marcas quando doa são igualmente imensuráveis. Subhuti, um Bodhisattva deve somente persistir no que é ensinado assim.”

Sutra Diamante – Capítulo 4 –A Conduta Maravilhosa Não Persistente.

Original

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: