Resposta a William Garcia

Sutra de Lótus

William escreveu: “Recebi há algum tempo o Sutra de Lótus da Lei Maravilhosa, demorei muito para entregar à Firmina, pois não desejava entregar a ela nas circunstâncias em que me encontrava.

Diante da retomada de forças que me impulsionaram no desafio da contínua transformação cármica, adentrei o ambiente sombrio e triste de uma delegacia de polícia, e entreguei a gema preciosa.”

Fifa recebendo o Sutra de Lótus

Firmina ao receber o Sutra de Lótus das mãos de William Garcia

O Buda disse:

“Bons homens,

após a minha extinção,

quem poderá receber, ostentar,

ler e recitar este Sutra?

Agora, na presença dos Budas,

façam seu voto.

Este Sutra é difícil de ostentar,

se alguém ostentá-lo mesmo que por um instante,

eu rejubilarei,

bem como todos os outros Budas.

Uma pessoa assim será elogiada por todos os Budas:

‘Isto é coragem!

Isto é diligência,

isto é o que se chama observar os preceitos e praticar Dhutas’.”

Sutra de LótusCapítulo 11 – O Aparecimento da Torre de Tesouro.

Caro William,

os esforços para o cumprimento dos votos que fizemos no passado nunca serão em vão. Parabenizo-o pela façanha.

Marcos Ubirajara.

Em 19 de maio de 2011.

response to william garcia.mp3

O Sutra de Lótus Conduz ao Nirvana

Titulo Lotus Sutra

Título do Sutra de Lótus

 

Myo-Ho Ren-Gue Kyo

“Shariputra,
saiba que as palavras dos Budas nunca diferem.
Com relação às Leis pregadas pelos Budas,
deve-se dar lugar ao grande poder de fé.
Quando essas Leis do Honrado pelo Mundo expirarem,
a verdade e a realidade devem ser pregadas.
Digo à assembleia de Ouvintes e àqueles
que buscam o Veículo da Iluminação Provisória,
que Eu os levarei a libertarem-se dos sofrimentos
e a atingirem o Nirvana.
O Buda usa o poder dos meios hábeis,
demonstrando a doutrina dos Três Veículos,
de tal maneira que os seres viventes,
aprisionados em muitas situações,
possam delas se libertar.”

Sutra da Flor de Lótus da Lei Maravilhosa,

Capítulo 2, Meios Hábeis.

the lotus sutra leads to nirvana.mp3

Sutra de Lotus em 1636

Sutra de Lotus

 

Lotus Sutra 1636

Click na imagem para ir ao site de origem

 

Titulo Lotus Sutra 1636Titulo: Myo-ho Ren-gue Kyo

Data: 1636

Descrição: Esse manuscrito ricamente decorado do oitavo capítulo do ‘Sutra de Lotus’, escrito em ouro sobre papel tingido-de-indigo, fez parte originalmente de um conjunto encomendado pelo Imperador Japonês, Go-Mizunoo (1596-1680) para comemorar o vigésimo aniversário da morte do seu avô, o Shogun Tokugawa Ieyasu (1542-1616). Após a conclusão em 1636, o conjunto formado por vinte e oito manuscritos foi presenteado ao Santuário de Toshogu in Nikko, lugar onde ficava o mausoléu de Ieyasu.

Fonte: The British Library

Direitos: Copyright © British Library Board

Provedor: The British Library ;  Uk

URL: Site de Origem

Passagens Selecionadas do Sutra de Lótus – 2a. Edição

“A multidão de quinhentos Bodhisattvas nesta assembleia
e os homens e mulheres de pura fé
na Assembleia dos Quatro Tipos de Crentes,
que estão agora diante de mim ouvindo o Dharma,
em existências prévias,
eu exortei essas pessoas a ouvir e receber este Sutra,
que é a mais suprema Lei.
Eu os instruí e levei-os a residir no Nirvana
e, vida após vida,
a receber e ostentar um Sutra como este.
Somente em milhões e milhões de miríades de kalpas,
inconcebíveis em número,
pode-se vir a ouvir
o Sutra da Flor de Lótus da Lei Maravilhosa.”

Leia mais em …

Essa nova edição de Passagens Selecionadas está de acordo com a revisão e nova diagramação do Sutra de Lótus – 2a. Edição.

Sutra de Lótus Download da 2a. Edição

Sutra de Lótus Download da 2a. Edição

click na imagem para leitura ou download

CAPITULO 1Está disponível 2a. edição do Sutra de Lótus para download / baixar ou leitura on-line. O que há de novo? Ah! Muitas coisas.

Em primeiro lugar, o esforço de tradução e de depuração da linguagem é contínuo, nunca cessará.

Nova revisão ortográfica-gramatical foi realizada, agora com a ajuda da equipe da editora. Nova diagramação, nova tipologia de letras, nova organização dos textos, e divisão dos capítulos. Novo texto de apresentação.

O resultado disso tudo é um novo livro. Mais leve e agradável à leitura.

Sutra da Flor de Lótus da Lei Maravilhosa - 2a. Edição

Click nesta imagem para download

Notificado por vários leitores de Cristal Perfeito interessados na compra do livro, constatei que o link para compra on-line desta obra “saiu do ar” sem prévio aviso da editora. Peço desculpas aos visitantes desta página por algo que está fora da minha governabilidade. 

Marcos Ubirajara.

Junho/ 2012

Passagens Selecionadas do Sutra de Lótus

Download de Passagens Selecionadas do Sutra de Lótus

Passagens_Selecionadas.pdf

O e-Book do Sutra de Lótus no Google

Sutra de Lótus Download da 2a. Edição

click na imagem para leitura ou download

CAPITULO 1

Também, o e-Book do Sutra de Lótus pode ser encontrado e lido no Google Books. Basta clicar no link abaixo:

Pesquisa de Livros Google

ATENÇÃO LEITOR !!!

No link abaixo você poderá fazer o download GRATUITO do futuro livro

Passagens Selecionadas do Sutra de Lótus.

Boa Leitura!

O Mais Profundo Eu

Semelhante fato ocorre com as pessoas que procuram os verdadeiros ensinos do Buda, os encontram neste Sutra, mas continuam atribuladas com as questões mundanas. Enquanto isto ocorre, o Buda permanece oculto. Isto significa que o único Buda que uma pessoa pode “ver” é aquele que reside no espaço vazio sob si mesma, em seu próprio âmago. Neste sentido, “desejar ver o Buda” significa desejar “tornar-se um receptáculo da Lei” (Corpo de Dharma) ou desejar “vir a ser Buda” (o Bodhisattva). Este é o verdadeiro e único portal do Grande Veículo, da Via Recíproca que, em uma direção, faz penetrar a sabedoria do Buda e, na direção recíproca, representa o advento do Buda neste mundo (03/12/2005 – 05h30min).

Comentário de Marcos Ubirajara no CAP. 16: A Duração da Vida do Tathagata, pág. 294.

Compaixão Para Com os Pobres e Humildes

“Assim, desde que atingi o Estado de Buda num muito remoto passado, a duração da minha vida foi de asamkhyas de kalpas, eterna e nunca se extinguiu. Bons homens, a duração de vida que adquiri quando originalmente pratiquei a Via do Bodhisattva ainda não se exauriu, e é o dobro daquele número acima”.

“Como agora proclamo que estou prestes a entrar em extinção, realmente não estou passando à extinção. O Tathagata usa esta passagem apenas como um meio hábil para ensinar e converter os seres viventes”.

“Por que razão? Se o Buda permanecesse no mundo um longo tempo, aqueles de escassas virtudes que não plantam boas raízes, que são pobres e humildes, que cobiçam os objetos dos cinco desejos, e que estão presos na malha das ilusões e das visões distorcidas; vendo o Tathagata constantemente presente e nunca se extinguindo, tornar-se-iam arrogantes, preguiçosos e irreverentes. Eles não considerariam o quão difícil é encontrá-lo, nem seriam respeitosos e reverentes em seus pensamentos”.

Excerto do CAP. 16: A Duração da Vida do Tathagata, pág. 291.

O Sutra de Lótus na China

Templo Budista na Montanha de Li Cheng (c. 919 - c. 967 AD), China

Templo Budista na Montanha de Li Cheng (c. 919 - c. 967 AD), China

Budismo Chinês

By Jayaram V

A escola de T’ien-t’ai ou do Lótus Branco (Fa-Hua): A escola do Lótus Branco teve por base os mais elevados ensinamentos do Buda, mas se comparada com a escola Avatamsaka, o fez a partir de uma perspectiva mais elaborada da realidade cósmica.

Foi fundada por um monge chinês chamado Chih-i (538-597 DC), que viveu na província Chekiang na China, e que formulou suas doutrinas com base no Saddharma-Pundarika Sutra, ou o Sutra da Flor de Lótus da Lei Maravilhosa, um antigo texto Budista, que ele compreendia ser o veículo de todas as outras verdades.

De acordo com esta escola, a Verdade operava a partir de três níveis ou aspectos: Em um extremo ficava o vazio ou a vacuidade, o desconhecido ou a não substância, acerca da qual nada mais poderia ser especulado exceto falando em termos da negação. No outro extremo ficava a transitoriedade, ou a impermanência, que estava numa realidade inexistente, mas que se manifestaria temporariamente ou momentaneamente, devido à atividade dos sentidos, como uma espécie de ilusão ou como uma imagem sobre a tela. O terceiro nível é um estado médio, ou caminho médio, “médio” para a nossa compreensão, mas não necessariamente meio ou metade, “diferente” para a nossa compreensão, mas não necessariamente diferente ou distinto, uma vez que esse estado médio unifica os dois extremos e apresenta-os em fusão como uma Verdade Maior. Estes três níveis da verdade também não são separados ou diferentes entre si. Eles são os aspectos de uma mesma realidade que é universal, assim como onipresente.

A escola defendeu a prática da concentração e do insight (Chih e Kuan) para compreender a transitoriedade das coisas e atingir o estado de Buda, no qual os três aspectos da Verdade acima mencionados residem em perfeita harmonia. Chih-i tornou-se muito popular durante a sua vida, chamando a atenção do Imperador que doou as receitas de um distrito para a manutenção de seu monastério. A escola do Lótus Branco foi introduzida no Japão no século IX DC e tornou-se popular como Tendai ou Tendai Hokke.

Fonte dos textos: HINDUWEBSITE

Fonte da Imagem: Wikipedia, a enciclopédia livre.

Sobre Direitos da Imagem.

Veja também em Cristal Perfeito Santai (As Três Verdades).

Que os Jogos Olimpicos 2008 na China transcorram em clima de paz e harmonia entre os Povos.

Namu-Myoho-Rengue-Kyo

« Older entries Newer entries »

%d blogueiros gostam disto: