O Encontro de Asita

BabyBuddha

O Rei Suddhodana apresenta seu filho Siddhartha ao sábio Asita que profetizaria o seu destino - Imagem via Wikipedia

O Encontro

O grande heremita Asita, cujas austeridades eram agradáveis aos Deuses, ouviu sobre o nascimento daquele que veio para salvar a humanidade do tormento do renascimento. Em sua sede pela verdadeira lei, ele veio ao palácio do Rei Suddhodana e discretamente aproximou-se dos aposentos das mulheres. Sua idade e seu conhecimento conferiam-lhe grande dignidade.

O rei mostrou-lhe as cortesias que o costume prescrevia e dirigiu-se a ele da maneira conveniente:

“Estou, de fato, feliz! Realmente, essa minha criança desfrutará de um privilégio distinto, por ter o venerável Asita vindo ver-me propositadamente. Ordene-me. O que devo fazer? Sou seu discípulo, seu servo.”

O heremita, com seus olhos brilhantes com a luz da alegria, solenemente disse essas palavras:

“Isso aconteceu com você, oh nobre, generoso e hospitaleiro rei, porque você ama o dever, porque você é sempre gentil para com aqueles que são sábios e para com aqueles que são avançados na idade. Isso aconteceu com você porque seus ancestrais, não obstante ricos em terras e ouro, foram acima de tudo ricos na virtude. (Você) conhece a razão da minha vinda, oh rei, e alegre-se. Ouvi no ar uma voz divina a dizer: ‘Um filho nasceu para o rei dos Shakyas, um filho que terá a verdadeira sabedoria’. Ouvi essas palavras e vim, e meus olhos agora contemplarão a glória dos Shakyas.”

Extasiado com alegria, o rei foi buscar a criança. Tomando-o do seio de sua enfermeira, ele mostrou-lhe ao idoso Asita.

O heremita notou que o filho do rei trazia as marcas da onipotência. Seu olhar pairava sobre a criança, e logo seus cílios ficaram molhados pelas lágrimas. Então, ele suspirou e elevou seus olhos ao céu.

A vida do Buda, tr. para o francês por A. Ferdinand Herold [1922], tr. para o inglês por Paul C. Blum [1927], rev. por Bruno Hare [2007], tr. para português brasileiro por Marcos U. C. Camargo [2011].

Fonte: Sacred-Texts em http://www.sacred-texts.com/bud/lob/index.htm

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: