O Presente de Arroz

“Os sutras que vieram antes do Sutra de Lótus ensinaram que todos os fenômenos derivam da mente das pessoas. A mente é assemelhada à terra, e os fenômenos universais às plantas que crescem na terra. No Sutra de Lótus, contudo, é ensinado que a mente é una com a terra e a terra é una com suas plantas. Os sutras provisórios explanam que uma mente pura é como a lua e um coração inocente como as flores, mas o Sutra de Lótus afirma que os corações e as mentes das pessoas são eles próprios as flores e a lua.

Disto é óbvio que o arroz não é meramente arroz, mas que é a própria vida.”

Nitiren Daishonin em O Presente de Arroz.

As Escrituras de Nitiren Daishonin, VOL. I.

%d blogueiros gostam disto: