Receber e Abraçar Sutras

Dizemos que devemos nos basear no receber e abraçar os sutras [aqueles que sondam as profundezas do verdadeiro espírito do Buda-Dharma], e não no não receber e abraçar os sutras. O não receber e abraçar os sutras representa o veículo do Sravaka (Ouvinte). Mesmo ouvindo o profundo e recôndito repositório do Buda-Tathagata, surgem dúvidas em suas mentes com relação a todas as coisas e a pessoa não percebe que esse repositório surge do mar da Grande Sabedoria, como no caso de uma criança que não pode distinguir uma coisa da outra. Isto é a não-apreensão do significado. A realização (o alcance) do significado nada mais é que a Verdadeira Sabedoria do Bodhisattva. Ela flui a partir do desempedimento da Grande Sabedoria de sua mente, como ocorre com um adulto, para quem não há nada que não seja conhecido. Isto é realização do significado.

Excerto do Sutra do Nirvana, CAP. 08: Sobre os Quatro Fidedignos.

%d blogueiros gostam disto: