A Nobre Verdade da Causa do Sofrimento

“Dizemos ‘Verdade da Causa do Sofrimento’. Uma pessoa não conhece verdadeiramente o Dharma Maravilhoso e recebe o que é impuro. Esse é o caso dos humildes. Não-Dharma é chamado Dharma-Maravilhoso. Uma pessoa anula o que está correto e não quer acatá-lo para viver. Por conta disso, aquela pessoa não conhecerá o ‘Dharmata’ [a Essência da Realidade]. Não conhecendo isto, ela recicla entre o nascimento e a morte, e sofre grandemente. Ela não obtém o nascimento no céu ou ganha a correta emancipação. Se uma pessoa tem uma profunda Sabedoria e não transgride o Dharma Maravilhoso, em conseqüência, ela nascerá no céu e atingirá a correta emancipação. Se uma pessoa não sabe de onde surge o sofrimento e diz que não pode haver nenhum Dharma Maravilhoso ou aquilo que é Eterno, e que todos retornamos para o nada (ou para a inexistência), aquela pessoa, em conseqüência, repetirá as transmigrações através dos inumeráveis kalpas que virão, sofrendo todos os tipos de tristezas. Se uma pessoa diz que o Dharma é Eterno e que não há mudança, isso é conhecimento da causa, e essa é a Nobre Verdade da Causa do Sofrimento. Se não se pratica assim, isso é a causa do sofrimento e não a Nobre Verdade da Causa.”

Excerto do Sutra do Nirvana, CAP. 10: Sobre as Quatro Verdades.

%d blogueiros gostam disto: