O Trono de Cristal Perfeito: O Vazio de Todos os Fenômenos

“Rei da Medicina, se houver um bom homem ou uma boa mulher que deseje, após a extinção do Tathagata, pregar o Sutra da Flor de Lótus da Lei Maravilhosa em prol da Assembléia dos Quatro Tipos de Crentes, como deverão fazê-lo? Este bom homem ou boa mulher deverá entrar no quarto do Tathagata, vestir os robes do Tathagata, sentar no trono do Tathagata, e somente então expor este Sutra em prol da Assembléia dos Quatro Tipos de Crentes”.

 “O Quarto do Tathagata é o sentimento de grande compaixão para com todos os seres viventes. Os robes do Tathagata são os sentimentos de gentileza e paciência. O trono do Tathagata é o vazio de todos os Fenômenos[1]”.

 “Estabelecida firmemente nestes quesitos, aquela pessoa poderá então, nunca com preguiça ou negligência, expor o Sutra da Flor de Lótus da Lei Maravilhosa em prol dos Bodhisattvas e da Assembléia dos Quatro Tipos de Crentes”.

 


[1] Então, bons homens ou boas mulheres que queiram expor este sutra, devem cultivar a piedade e a compaixão por todos os seres viventes; devem proceder de forma afável, gentil e tolerante; devem compreender a vacuidade de todos os fenômenos, ou seja, o não-nascimento e a não-extinção do mundo fenomenológico.

Extraído do CAP. 10: Os Mestres da Lei.

1 Comentário

  1. Space Shanty said,

    24/06/2007 às 5:22

    “ENTRA NO SOM DE SEU NOME E, POR MEIO DESTE SOM, EM TODOS OS SONS.”


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: