O Verso 9 do Bodhisattva Samantabhadra

Sutra Guirlanda de Flores
Avatamsaka Sutra

 

9. Posto um fim aos sofrimentos dos maus caminhos,
e a todos igualmente trazendo alegria,
que eu possa por eras (aeons) tão numerosas quanto os grãos de pó de todos os mundos,
sempre beneficiar todos nas dez direções,
sempre em harmonia com os seres viventes,
cultivando por todas as eras futuras,
a vasta conduta de Samantabhadra,
realizarei o insuperável Bodhi.

Faço votos de sempre encontrar os Budas frente-a-frente,
e as multidões de discípulos que se reúnem em torno deles;
fomentarei oferecimentos, que sejam vastos e grandes,
incansavelmente até o fim das eras futuras.

Ostentarei bem alto o sutil e maravilhoso Dharma,
e iluminarei todas as práticas do Bodhi;
serei finalmente puro na via de Samantabhadra,
praticando até o final dos tempos.

Inesgotáveis bênçãos e sabedoria,
eu cultivarei através de todos os mundos;
através da concentração, sabedoria, meios hábeis, e samadhis,
obterei um interminável repositório de méritos e virtudes.

Em um (único) grão de pó estão terras tão numerosas quanto os grãos de pó;
em cada terra encontra-se um incalculável número de Budas.
Em cada lugar onde os Budas se encontram,
eu vejo a multidão em assembleia,
interminavelmente a proclamar todas as práticas do Bodhi.

Em todos os lugares nas dez direções,
através do mar de terras,
cada ponta de cabelo abrange oceanos do passado, presente e futuro.
Assim, também, há um mar de Budas, um mar de terras Búdicas;
Interpenetrando-as todas,
eu cultivo pelos mares de tempos intermináveis.

A fala de todos os Budas é pura;
cada palavra contém um oceano de sons.
De acordo com o que os seres apreciam ouvir,
os mares da eloquência dos Budas flui…

Eu posso penetrar o futuro
e abarcar todas as eras num simples pensamento.
Num simples pensamento eu condenso
todas as eras dos três períodos de tempo.
Em um pensamento eu vejo todos os ‘Leões dos Humanos’
do passado, presente, e futuro;

Eu constantemente penetro os estados dos Budas,
seus mágicos samadhis e força surpreendente.
Sobre a ponta de extremamente fino fio de cabelo,
aparecem terras cobertas de joias do passado, presente e futuro;
terras sobre pontas de fios de cabelo tão numerosas quanto os grãos de pó de todas as terras das dez direções,
penetro-as profundamente, adorno e purifico…
Os mares de terras que em todos os lugares eu adorno e purifico,
e liberto todos os seres viventes, sem exceções.
Com cuidado eu faço seleções dentre os mares de Dharmas
e adentro profundamente no oceano da Sabedoria…

Cada Buda tem um discípulo sênior chamado Samantabhadra,
Honrado.
Eu agora transfiro todas as boas raízes,
e faço um voto de perpetrar boas ações de sabedoria idêntica a dele.
Faço voto que meu corpo, fala e mente serão sempre puros,
e que todas as práticas e terras também o serão.
Faço voto de ser o mesmo (idêntico), em todos os sentidos,
na sabedoria de Samantabhadra.
Purificarei totalmente a conduta de Samantabhadra,
bem como os grandes votos de Manjushri.
Cumprirei todas as suas ações,
nada deixando por fazer.
Até o final dos tempos, nunca me cansarei.
Infinita e incomensurável é a minha cultivação;
ilimitados méritos e virtudes eu obtenho.
Em meio às ilimitadas práticas,
eu resido em paz,
e penetro a força dos poderes espirituais.


As Práticas e Votos do Bodhisattva Samantabhadra

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: