Módulo de Young, Módulo de Deslizamento e Coeficiente de Poisson

Para descrever as propriedades elásticas dos meios tanto isotrópicos como anisotrópicos, recorre-se freqüentemente às seguintes constantes:

a- O módulo de Young E, que caracteriza as propriedades elásticas do meio em uma direção, determina-se pela razão da tensão mecânica nesta direção, pela magnitude da deformação na mesma direção;
b- O coeficiente de Poisson S, que se define como a razão da deformação da compressão transversal pela deformação da tração longitudinal, originadas por uma tensão mecânica;
c- O módulo de deslizamento m, que se define como a razão do esforço de deslocamento pela deformação por cisalhamento.

Superfície de Índices dos Coeficientes de Elasticidade

Posto que não se pode representar completamente as propriedades elásticas dos cristais com uma só superfície, usa-se formar a superfície de índices para cada coeficiente de elasticidade. Tal superfície demonstra de um modo claro a variação deste coeficiente em função da direção do cristal. Praticamente, é importante a superfície que representa a variação do módulo de Young segundo a direção. O raio vetor dessa superfície é proporcional à magnitude do módulo de Young na direção do raio vetor.

N.Perelomova, M. Taguieva – Problemas de Cristalofísica – Ed. Mir, 1975 – Moscou – URSS.

2 Comentários

  1. jose said,

    17/09/2010 às 6:46

    gostei muito envinhe mas obrigado


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: