Resposta à Evie Giannini

Evie Giannini disse,

20/06/2012 às 17:47

Caro Marcos, tenho muito interesse em obter o seu livro “O Sutra da Flor de Lótus da Lei Maravilhosa” (2ª Edição); sei q foi publicado pela Editora Editorama e vc tem divulgado a compra online pela T+8; o problema é q não acho a T+8!!! Ou os links redirecionam para uma empresa chamada “Mundivox” (e q em lugar algum há um link interno ao site para alguma livraria, editora ou coisas do gênero) ou simplesmente vem uma mensagem dizendo q o link não foi encontrado. Sei q vc disponibiliza o formato digitalizado deste livro por download (e já baixe-o! obrigada por disponibilizá-lo!) mas realmente eu preferiria comprar o livro impresso (é mais fácil ler e carregar por aí… risos). Pois é caro amigo, vc me daria alguma orientação em onde achar este livro???? É importante para mim… Aproveito para lhe parabenizar por tão importante obra!!! Sua ação faz Bem a toda gente… daqui lhe mentalizo os melhores fluídos em sua jornada. Grande abraço! Evie

muccamargo disse,

20/06/2012 às 18:42

Olá Evie,

Relutei muito para dar essa notícia, pensando que fosse um problema temporário. Notificado por vários leitores de Cristal Perfeito interessados na compra do livro, constatei que o link para compra on-line desta obra “saiu do ar” sem prévio aviso da editora (desde março de 2012), e não há outra forma de adquirí-la. Desde o início, aceitei as condições horríveis da Editorama que sempre comercializou o livro pelo site da T+8, onde fizera a autopublicação da 1a. edição com muito sacrifício, tudo em prol da propagação do Dharma Maravilhoso em nossa terra. Nunca ganhei nada com isso, sendo que a Editorama, por seu lado, não me dava notícia de nada. E assim foi até essa triste constatação acima. Peço desculpas a você a aos demais visitantes desta página por algo que está fora da minha governabilidade. Guarde com carinho o livro em seu formato digital.

Marcos Ubirajara.

Evie Giannini disse,

20/06/2012 às 19:01

Caro Marcos, seu esforço de resposta traduz o quão cuidadoso e gentil você é com seus leitores. Suas palavras traduzem bem a importância que você dá à divulgação do Sutra e aos benefícios que as gentes de Bem – ou que precisam de Bem – podem usufruir quando em contato com esta Sabedoria milenar. Contudo, você relata as relações, direi comerciais, cerceadas sob as condições por vezes “tiranas” de uma publicação por parte das editoras. Se você me permite usar uma força de expressão: “mantenha a calma!” Explico-me: ainda q uma editora tenha viabilizado uma publicação, ela não torna-se detentora dos direitos de sua publicação de forma irrevogável. Você é o autor, mesmo que seja tradutor, você é “O” autor, apesar de todo esforço mercantil em sujeitar os autores às duras circunstâncias da publicação. Sou doutoranda, professora universitária, e sei muito bem acerca das pedras desse caminhar tão penoso que é a publicação de livros. Vejo de perto as negociações por vezes unilaterais q estas editoras impõem. Pois bem, se você me permite, faço sugestão: tente achar OUTRA editora para fazer circular seu livro – cujo conteúdo nos é de prima importância. Suponho que talvez – eu disse talvez – você sinta o peso de ter que fazer “tudo de novo”: contatos, negociações, submissões aos editores, e tantos detalhes densos e silenciosos que só um autor conhece seus espinhos – e assim isso traga muito desânimo. Porém, se for o caso e você achar oportuno, posso tentar te ajudar nisso. Posso ao seu lado, no que se puder fazer, buscar e ajudar você a viabilizar numa nova edição, sob uma nova editora, e assim, talvez eu diminua seu peso sentido, e lucrarei com o prazer de ver seu livro circulando, o qual insisto, reconheço cada palavra de brilho que merece ter continuada sua divulgação. Sei que você não me conhece, mas considere que, com sinceridade, reconheço a importância e o valor de todo autor. Querendo a minha ajuda, é só falar! Vamos ver o que se pode ser feito! Sim, guardarei o exemplar digitalizado, mas continuarei a busca pelo impresso. Melhor ainda se for de OUTRA editora q melhor valorize os autores publicados por ela. Grande e fraternal abraço! Evie

muccamargo disse,

20/06/2012 às 21:03

Evie,

a sua declaração de apoio, para mim, tem um sentido universal. É como se muitas, ou todas as pessoas assim se propusessem a proferir mundo afora os Ditos Dourados do Buda. Neste Sutra de Lótus, o Buda faz um Voto Sagrado de enviar pessoas “nascidas por transformação” para apoiar e proteger aqueles que o ostentam. E quem são essas pessoas? São aquelas como você.

Tenho plena consciência dos direitos intelectuais sobre a obra. Mas, isso ainda é pouco para se propor realizar o trabalho do Buda. É necessário descortinar a ampla e profunda Sabedoria do Tathagata para outras pessoas, levando-lhes paz e felicidade duradouras. E isso não poderia ser fácil nessa era em que vivemos.

Se me permite, estarei publicando um post neste dia contando esse diálogo nosso, o qual fará parte da História da Tradução do Sutra de Lótus para o português brasileiro.

Muito obrigado!
Fique na Paz do Dharma!

Marcos Ubirajara.

Evie Giannini disse,

20/06/2012 às 21:21

Caro Marcos, sua resposta me felicita… Gostaria muito de ver sua obra multiplicada, infinitamente, apesar de todo o caminho das pedras que o mundo de hoje imputa, mas que ainda se converterá em caminhos na relva para você. Seus passos importam, para serem seguidos, para serem ensinados e exemplificados aos demais, e também para que nós outros possamos ter a oportunidade de ajudar – no mínimo que seja e no máximo que se possa – pessoas como você. O Dharma bem anuncia que o caminho do conhecimento ao encontro à maturidade que tudo transmuta em sabedoria nos ensina que ajudar e manter-se disponível a ajudas é ação permanente neste caminho. Conte comigo, se assim quiser. E conte com todos que queiram ajudar você. É parte de nossa boa intenção que clama pela prática em nome do Bem. Faço todos os votos que seu livro volte a pulsar em edição permanente e aguardarei, pacientemente, por este dia. Insisto que me coloco à sua disposição para ajudas todas, inclusive de divulgação, ou no que você precisar a mais. Agradeço profundamente por suas palavras. Hoje, sua generosidade me trouxe muita alegria e paz. E sim, tenha total permissão para publicar minhas palavras. São todas sinceras e são suas. Se possível, eu gostaria de manter contato. Conversar nada custa. Forte abraço, e sinta-se banhado pela Luz do Dharma!

Evie.

Continua quando um fato relevante suceder.

A História da Tradução do Sutra da Flor de Lótus da Lei Maravilhosa

por Marcos Ubirajara de Carvalho e Camargo.

Episódios Anteriores:

O Fato Motivador da Tradução do Sutra da Flor de Lótus da Lei Maravilhosa

O Último Dia

O Avatar

Um Novo Original do Sutra de Lótus

O Lótus Azul

A correspondência com a BTTS

A Criação dos Blogs e os Primeiros Volumes do Sutra de Lótus

A Decisão por uma Autopublicação do Sutra de Lótus

A Nitiren Shoshu

Missiva a Mattuzalem Lopes Cançado

Missiva a William Garcia

Um Novo Trabalho

Uma Nova Edição do Sutra de Lótus

A Tempestade

O Apoio Institucional do Budismo Primordial

O Encontro com o Budismo Primordial

Liberdade

Fase Magna

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: