Os Auspiciosos Sonhos de Um Bem-Aventurado

Após a minha extinção,

aqueles que buscarem a Via do Buda,

que desejarem obter paz e tranqüilidade,

e proclamar este Sutra,

devem ter afinidade com essas quatro leis.

Aqueles que lerem este Sutra não terão preocupações ou aflições;

serão livres de dores e doenças,

com um semblante suave e límpido.

Eles não nascerão pobres, subalternos ou famintos.

Os seres viventes ficarão felizes ao vê-los,

como se fossem meritórios sábios.

Todos os filhos dos seres celestiais agirão como seus mensageiros.

 

Espadas e bastões não os machucarão,

venenos não lhes causarão mal,

e se alguém injuriá-los,

sua boca será fechada.

Eles transitarão destemidamente como o rei leão.

A luz da sua sabedoria brilhará como o sol.

Em sonhos, verão apenas coisas maravilhosas.

Poderão ver os Tathagatas sentados em seus tronos de leão,

cercados por uma multidão de Monges,

e ver a forma como pregam o Dharma.

 

Eles também verão dragões, espíritos,

Asuras e assim por diante,

em número como as areias do Ganges,

todos reverentes, com as palmas das mãos unidas.

Eles verão a si mesmos surgindo para pregar-lhes o Dharma.

Além disso, eles verão todos os Budas,

seus corpos da cor do ouro emitindo ilimitadas luzes,

a tudo iluminando,

e proclamando todas as Leis empregando o som Brahma.

 

Os Budas, para as multidões dos quatro tipos de crentes,

pregarão a suprema Lei.

Eles ver-se-ão lá, também,

com as palmas das mãos unidas, louvando os Budas.

Ouvindo a Lei, alegrar-se-ão e farão oferecimentos.

 

Eles obterão Dharanis,

e certificar-se-ão da sabedoria da não-regressão.

Os Budas, sabendo que seus pensamentos adentraram profundamente a Via do Buda,

conceder-lhes-ão então uma profecia para a consecução da correta iluminação, dizendo:

‘Você, bom homem, atingirá, numa era futura,

a sabedoria ilimitada e a grande Via do Buda.

Sua terra será adornada e pura,

vasta e incomparável,

e lá as assembléias dos quatro tipos de crentes ouvirão a Lei com as palmas das mãos unidas’.

 

Eles também se verão residindo nas florestas das montanhas,

praticando todas as formas das leis,

certificando-se do Verdadeiro Aspecto de Todos os Fenômenos,

entrando profundamente na meditação Dhyana,

e vendo os Budas das dez direções.

Os Budas, com seus corpos dourados,

serão adornados com as marcas de uma centena de bênçãos.

Ouvindo sua Lei, eles a pregarão para os outros,

e sempre terão bons sonhos como estes.

 

Eles também sonharão que são reis que abandonam seus palácios e servos,

bem como os finos objetos dos cinco desejos,

para entrar no Bodhimanda.

Lá, sob a árvore Bodhi,

sentam no trono de leão,

buscando a Via durante sete dias,

e obtendo a sabedoria do Buda.

Após realizar a suprema Via,

eles levantam-se e giram a Roda-da-Lei e pregam o Dharma para a multidão dos quatro tipos de crentes.

 

Ao longo de milhares de miríades de milhões de kalpas,

eles pregam a Lei Maravilhosa e sem falhas,

e salvam ilimitados seres viventes.

Mais tarde entram no Nirvana,

como uma lâmpada se apaga quando termina seu combustível.

Se, na futura era da maldade,

eles puderem pregar esta Lei suprema,

obterão grandes benefícios,

méritos e virtudes como disse acima[1]”.

 


[1] Acima o Buda descreve os auspiciosos sonhos de uma pessoa capaz de observar os quatro conjuntos de regras ao expor e ensinar o Sutra da Flor de Lótus da Lei Maravilhosa. Observe-se que o Buda encerra este capítulo colocando esses “sonhos” como grandes benefícios e bênçãos. Evidentemente essa percepção deriva da compreensão de que “todos os fenômenos são vazios, sem ser, sem qualquer constância eterna, sem aparecimento nem extinção”. Outra importante observação é a de que, até este capítulo, o Buda prega aos “Bodhisattvas Mahasattvas que se tinham reunido vindos das terras das outras direções, numerosos como as areias de oito rios Ganges”, e demais presentes na assembléia, antes do “Emergir da Terra” dos Bodhisattvas nunca dantes conhecidos, e que residem no vazio sob o mundo Saha.

Extraído do CAP. 14: Conduta para a Prática Bem-Sucedida.

%d blogueiros gostam disto: