O Real Pico da Águia Sagrada

Alguns daqueles Bodhisattvas conduzem um séqüito de seres tão numeroso quanto os grãos de areia de sessenta mil Rios Ganges.

Tais são as grandes assembléias que formam,

em pensamento único,

buscando a Via do Buda.

Esses Grandes Mestres,

em número como os grãos de areia de sessenta mil Rios Ganges,

vieram todos para fazer oferecimentos ao Buda e para proteger e ostentar este Sutra.

 

Aqueles com séqüitos abrangendo os grãos de areia de cinqüenta mil Rios Ganges são ainda mais numerosos.

 Aqueles com séqüitos em número de quarenta ou trinta mil,

vinte mil, menos de dez mil, um mil, uma centena,

e assim por diante,

até menos que os grãos de areia de um único Rio Ganges;

e aqueles com metade, um terço, ou um quarto disso,

até menos de um décimo milésimo de um milionésimo disso,

ou um milésimo de um décimo milésimo de um nayuta disso,

e aqueles com dezenas de milhares de milhões de discípulos, ou somente metade de um milhão,

são ainda mais numerosos.

 

Há também aqueles com centenas ou dezenas de milhares,

ou dez milhares, milhares, ou centenas, cinqüenta, ou dez,

menos que três, dois, ou um,

e aqueles que chegaram sozinhos sem seguidores,

preferindo o isolamento.

Todos estes vieram para diante do Buda em número ultrapassando os já descritos acima[1].

Tão grande é a assembléia,

que se fossemos contá-la durante kalpas,

mais numerosos que os grãos de areia do Ganges,

ainda assim não poderíamos conhecê-la totalmente.

 


[1] Essa relação pode ser compreendida imaginando-se uma pirâmide, sendo que os mais numerosos e sós são os elementos que se encontram na base da pirâmide, crescendo exponencialmente o séqüito de seguidores na medida em que aqueles em menor número ocupam as posições acima da base. No vértice superior da pirâmide encontra-se o Buda Shakyamuni e no primeiro nível abaixo se encontram 4(quatro) posições ocupadas pelos líderes dos Bodhisattvas da Terra. Imaginem-se quatro esferas justapostas sobre as quais se apóia uma esfera ao centro. Este é o “Real Pico da Águia Sagrada”. Aqueles que o galgam trazem consigo um séqüito de um inconcebível número de seguidores. Essa é a inalienável função do Bodhisattva, numa direção; e é o inconcebível poder do Buda de adentrar este mundo salvando todos os seres.

Extraído do CAP. 15: Emergindo da Terra

Pico da Águia Sagrada
Foto de André Felipe. Local: Sítio da Dôra em 26/04/2007.

%d blogueiros gostam disto: